Quem trabalhou de carteira assinada em 2023 poderá receber PIX de acima de até R$ 1,4 mil; confira HOJE (08)

Descubra os novos critérios e valores para quem trabalhou de carteira assinada em 2023 e pretende receber o PIS/PASEP.

No mundo do trabalho com carteira assinada, certas notícias aquecem os corações e bolsos dos trabalhadores, especialmente quando se trata dos direitos e benefícios assegurados por esse regime empregatício.

Recentemente, uma das notícias mais aguardadas tomou as manchetes: o anúncio do governo sobre o pagamento do PIS/PASEP para quem laborou em 2023 de carteira assinada.

Quem trabalhou de carteira assinada em 2023 poderá receber PIX de acima de até R$ 1,4 mil; confira HOJE (07)
Confira quem pode e como receber o PIS/PASEP. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Benefícios de Trabalhar com Carteira Assinada

Trabalhar com carteira assinada vai muito além dos direitos trabalhistas básicos como férias remuneradas e 13º salário.

Os trabalhadores registrados também têm garantia de aposentadoria, recolhimento do INSS, FGTS, auxílio-doença, e, não menos importante, o PIS – Programa de Integração Social.

O PIS, destinado aos trabalhadores do setor privado, e o PASEP, voltado aos servidores públicos, compõem um programa de cunho social que visa integrar o trabalhador ao desenvolvimento da empresa e ao progresso do país.

Um benefício destinado àqueles que atendem a certos critérios estabelecidos pelo governo.

Passo a Passo para Sacar o PIS/PASEP em 2024

O PIS/PASEP é um benefício fundamental para muitos trabalhadores brasileiros. Se você atende aos critérios de elegibilidade e quer saber como realizar o saque em 2024, siga este guia prático.

Verifique a Sua Elegibilidade

Antes de tudo, confirme se você cumpre os requisitos para receber o PIS/PASEP:

  • Ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias no ano-base de 2023.
  • Ter recebido até dois salários mínimos de média mensal.
  • Estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos.
  • Ter seus dados atualizados pelo empregador na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

Consulte o Calendário de Pagamentos

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil divulgam anualmente um calendário de pagamento baseado no mês de nascimento (PIS) ou no número de inscrição (PASEP). Verifique:

  • Para o PIS: no site ou app da Caixa Econômica Federal.
  • Para o PASEP: no site ou app do Banco do Brasil.

Veja também: Trabalhou no mínimo 3 meses de carteira assinada? Então se prepare para o PIX de R$ 353!

Opções de Saque

Para Correntistas da Caixa (PIS) ou do Banco do Brasil (PASEP)
  • O valor pode ser depositado diretamente em sua conta, facilitando o acesso ao benefício.
Para Não Correntistas
  • Saques em Agências: Dirija-se a uma agência da Caixa (para o PIS) ou do Banco do Brasil (para o PASEP) com um documento de identificação com foto.
  • Caixas Eletrônicos e Lotéricas (apenas PIS): Utilize o Cartão Cidadão e a senha cadastrada para realizar o saque em caixas eletrônicos da Caixa, Casas Lotéricas, e Caixa Aqui.
  • Sem Cartão Cidadão: Se não possuir o Cartão Cidadão, pode-se realizar o saque diretamente no guichê de atendimento, apresentando um documento de identificação.

Verificação de Saldo e Informações

  • PIS: A consulta pode ser feita através do Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa, ou pelo telefone 0800 726 0207.
  • PASEP: A consulta pode ser realizada pelo telefone do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 729 0001 (demais localidades).

Veja também: PIS/Pasep tem destino decidido? Descubra se você já pode receber o novo abono salarial

Confira todas as regras do seguro-desemprego

O seguro-desemprego é um direito vital para trabalhadores demitidos, ajudando a manter suas necessidades básicas por um período.

Para ser elegível, o trabalhador precisa ter atendido a um período mínimo de trabalho que varia conforme a quantidade de solicitações anteriores: 12 meses nos últimos 18 para a primeira solicitação, nove meses no último ano para a segunda, e seis meses para as subsequentes.

Importante destacar que servidores públicos não têm direito ao seguro-desemprego devido à estabilidade empregatícia. O valor do benefício é equivalente a um salário mínimo, e há condições específicas sobre acumulação de benefícios e trabalho durante o recebimento do seguro-desemprego.

Esse suporte financeiro temporário é essencial para a transição de empregados demitidos durante a busca por novas oportunidades de trabalho.