Idosos podem receber até 6 benefícios pelo CadÚnico; confira a lista e COMO participar

Os idosos podem ter acesso a diversos benefícios sociais, desde que façam um procedimento específico para receber as vantagens.

Se você é idoso ou conhece alguém que é, esteja atento: o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) pode ser a porta de entrada para uma série de benefícios que farão toda a diferença na sua qualidade de vida em 2024.

Muitos destes benefícios são pouco conhecidos, mas essenciais para garantir a dignidade e o bem-estar da população idosa. Confira a seguir como ter acesso.

Os idosos podem receber benefícios diversos, basta terem acesso a uma carteirinha que concede todos. Confira!
Os idosos podem receber benefícios diversos, basta terem acesso a uma carteirinha que concede todos. Confira! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Benefícios para idosos pelo CadÚnico

O CadÚnico é uma ferramenta poderosa para promover a inclusão social e econômica dos idosos.

Este registro é fundamental para que a população idosa brasileira tenha acesso a uma variedade de programas e benefícios que podem significativamente melhorar sua qualidade de vida.

Confira a seguir os benefícios que você pode conseguir.

Não perca: Benefício para IDOSOS tem valor inédito: confira os detalhes AGORA (24)

Auxílio social para idosos de baixa renda

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) se destina a idosos com 65 anos ou mais que não possuem condições de prover sua própria manutenção ou ter essa provisão pela família.

O valor correspondente a um salário mínimo é disponibilizado mensalmente aos beneficiários que comprovarem renda per capita familiar inferior a um quarto do salário mínimo.

Para acessar este benefício, o idoso deve estar inscrito no CadÚnico e realizar a solicitação através do site ou aplicativo Meu INSS.

Descontos na conta de luz

Para os idosos inscritos no CadÚnico, há a possibilidade de obter descontos significativos na conta de luz por meio da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Dependendo do nível de consumo da residência, pode-se alcançar até a isenção total do pagamento. Esse benefício é uma ajuda valiosa para a economia doméstica, permitindo que os recursos sejam alocados em outras necessidades.

Isenção em taxas de concursos públicos

O governo federal oferece isenção nas taxas de inscrição de concursos públicos para os idosos registrados no CadÚnico.

Esse incentivo visa promover a inclusão e permitir que os idosos tenham mais oportunidades de continuar contribuindo ativamente para a sociedade, seja retomando a vida profissional ou embarking em novos desafios.

Veja também: Acumulando ESTES dois benefícios, idosos podem receber até R$ 2 mil; confira os requisitos

Acesso a financiamento habitacional

Por meio do programa Minha Casa Minha Vida, idosos inscritos no CadÚnico podem ter acesso a condições especiais de financiamento habitacional.

Com taxas de juros reduzidas e condições de pagamento facilitadas, o sonho da casa própria se torna mais acessível, proporcionando maior segurança e conforto na terceira idade.

Benefícios do Bolsa Família

Embora o programa Bolsa Família seja direcionado a famílias com crianças, muitos idosos que fazem parte desses núcleos familiares cadastrados também se beneficiam do auxílio financeiro.

Esse suporte contribui para o sustento e melhoria das condições de vida, demonstrando a abrangência do programa em alcançar diferentes gerações dentro das famílias beneficiadas.

Carteira do idoso

A Carteira do Idoso é um documento que assegura aos idosos cadastrados no CadÚnico benefícios exclusivos, como a gratuidade ou descontos em passagens de ônibus para viagens interestaduais.

Esse benefício promove não apenas a economia, mas também a mobilidade, integração social e acesso a diversas atividades fora de suas localidades.

Inscrição no CadÚnico: seu passaporte para benefícios

Para se beneficiar de todos esses programas, os idosos devem estar inscritos no CadÚnico. A inscrição pode ser feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo, onde um entrevistador coletará informações sobre a situação socioeconômica do idoso e de sua família.

É necessário apresentar uma série de documentos, como identificação do responsável pela família, CPFs, comprovante de residência, comprovante de renda, entre outros.

Este processo é a chave para abrir as portas a uma variedade de benefícios que podem melhorar significativamente a qualidade de vida dos beneficiários.

Aproveitar esses programas é um direito de todos que se enquadram nos critérios estabelecidos, garantindo não apenas apoio financeiro, mas também oportunidades para uma vida mais digna e plena.

Acompanhe mais: Idosos a partir de 60 anos estão sendo SURPREENDIDOS com notícia na CNH