Detran e CadÚnico liberam CNH grátis: inscrições estão abertas HOJE (25)

Uma iniciativa inédita entre o Detran e o Cadastro Único promete mudar a vida de milhares de famílias de baixa renda no Brasil, oferecendo acesso gratuito à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A conquista da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) representa não apenas um rito de passagem para a independência pessoal, mas, em muitos casos, uma necessidade urgente para a inserção no mercado de trabalho.

No entanto, os custos envolvidos no processo de obtenção da CNH podem ser proibitivos para famílias de baixa renda. Reconhecendo essa barreira, uma parceria inovadora entre o Detran e o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal promete facilitar o acesso à CNH gratuita.

Detran e Cadnico liberam CNH grátis: inscrições estão abertas HOJE (22)
CNH gratis. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

CNH Social

A iniciativa, chamada “Ser Família CNH Social”, foi lançada no estado do Mato Grosso e visa atender cerca de 10 mil pessoas em 2024.

Para ser elegível, o candidato deve estar inscrito no CadÚnico, ter mais de 18 anos, saber ler e escrever, e residir no estado há pelo menos um ano. Todos os custos do processo, incluindo aulas práticas e teóricas, exames de saúde e taxas administrativas, serão cobertos pelo programa.

Os interessados devem se inscrever por meio do site da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), responsável pela seleção dos beneficiários. Aqueles selecionados serão notificados oficialmente e receberão orientações sobre as próximas etapas do processo.

Quem pode se beneficiar da CNH gratuita no programa entre Detran e CadÚnico?

Podem se beneficiar da CNH gratuita no programa entre Detran e CadÚnico as pessoas que atendem aos seguintes critérios:

  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Ter mais de 18 anos.
  • Saber ler e escrever.
  • Residir no estado do Mato Grosso há pelo menos um ano.

Este programa é especialmente direcionado para famílias de baixa renda que estão em situação de vulnerabilidade social e econômica, visando facilitar o acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) como uma forma de promover a inserção no mercado de trabalho.

Veja também: Jovens de 16 anos poderão tirar CNH no Brasil? Saiba a verdade

Como posso me inscrever para obter a CNH gratuita através desta parceria?

Para se inscrever e obter a CNH gratuita através da parceria entre Detran e CadÚnico, siga os passos abaixo:

  1. Acesse o Site Oficial: Vá até o site da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc) do estado do Mato Grosso. Este é o órgão responsável por gerenciar as inscrições para o programa CNH Social.
  2. Procure a Seção de Inscrições: No site, procure por informações relacionadas ao programa “Ser Família CNH Social” ou um link direto para a página de inscrição.
  3. Preencha o Formulário de Inscrição: Você precisará fornecer informações pessoais, como nome completo, número do CadÚnico, contato telefônico e endereço de e-mail, além de confirmar que atende aos requisitos de elegibilidade para o programa.
  4. Envie sua Inscrição: Após preencher todos os campos necessários, envie sua inscrição seguindo as instruções fornecidas no site.
  5. Aguarde a Comunicação Oficial: Se você for selecionado, a Setasc entrará em contato através do telefone ou e-mail fornecidos durante a inscrição, informando sobre os próximos passos e como proceder para iniciar o processo de obtenção da CNH.

Veja também: Idosos com 60 anos ou MAIS com CNH estão sendo surpreendidos HOJE (19)

Quais são os critérios de elegibilidade para participar do programa CNH Social?

Os critérios de elegibilidade para participar do programa CNH Social, uma iniciativa entre o Detran e o CadÚnico para oferecer CNH gratuita a famílias de baixa renda, incluem:

  1. Inscrição no CadÚnico: O candidato deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, que identifica famílias de baixa renda para inclusão em programas sociais.
  2. Idade Mínima de 18 Anos: É necessário ter 18 anos ou mais para se candidatar à obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
  3. Alfabetização: O candidato deve saber ler e escrever, uma vez que isso é essencial para o aprendizado durante as aulas teóricas e para a realização dos exames.
  4. Residência: É preciso residir no estado do Mato Grosso por pelo menos um ano. Esse critério visa beneficiar os residentes locais e garantir que o programa atenda à população do estado.
  5. Situação de Vulnerabilidade Social e Econômica: O programa é direcionado para indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica, com o objetivo de promover maior igualdade de oportunidades e acessibilidade a direitos básicos.

Estes critérios buscam assegurar que o programa beneficie aqueles que mais precisam, facilitando o acesso à CNH e, consequentemente, a oportunidades de emprego e melhoria de qualidade de vida para famílias de baixa renda.

Veja também: CNH e a renovação do documento para brasileiros com 50 ou mais notícia foi CONFIRMADA!

Estados brasileiros que oferecem CNH gratuita

No Brasil, alguns estados oferecem programas de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gratuita ou com subsídios para cidadãos de baixa renda, desempregados, pessoas com deficiência, entre outros grupos prioritários.

Esses programas são conhecidos como CNH Social ou CNH Popular e visam facilitar o acesso à habilitação, aumentando as oportunidades de emprego e inclusão social. Entre os estados que disponibilizam essa iniciativa, destacam-se:

  1. Espírito Santo: Pioneiro no programa, oferece vagas anuais para diferentes categorias de CNH.
  2. Pernambuco: Disponibiliza o programa CNH Popular, abrangendo diversas categorias de habilitação.
  3. Ceará: Implementa o programa CNH Popular, incluindo primeiras habilitações e mudanças de categoria.
  4. Paraíba: Oferece o programa Habilitação Social, destinado a cidadãos de baixa renda.
  5. Maranhão: Lançou o programa CNH Jovem, voltado para jovens estudantes de escolas públicas.

Esses programas são administrados pelos Detrans estaduais e possuem critérios específicos de elegibilidade, número de vagas e períodos de inscrição, variando de estado para estado.

Mulheres poderão ter direito a CNH gratuita em categorias profissionais

Um projeto de lei (PL 563/24) em tramitação na Câmara dos Deputados propõe a criação do programa “Elas nas Estradas”, visando conceder gratuidade na emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D e E exclusivamente para mulheres.

O objetivo é aumentar a inclusão feminina no setor de transportes, dominado majoritariamente por homens. Para serem elegíveis, as candidatas devem cumprir certos requisitos, como possuir a CNH categoria B por no mínimo um ano e não ter cometido mais de uma infração gravíssima nos últimos doze meses.

O PL também sugere incentivos fiscais para os centros de formação de condutores que aderirem ao programa. Esta medida pretende não apenas qualificar mais mulheres para o mercado de trabalho em transportes mas também ajudar a suprir o déficit de motoristas habilitados nas categorias de veículos pesados, promovendo maior igualdade de oportunidades e contribuindo para o crescimento econômico.