CAIXA e o repasse imediato de R$ 200,00 para correntistas; saiba como funciona e solicite

O Programa Pé de Meia oferece apoio financeiro através da Caixa a estudantes de baixa renda do ensino médio público, incentivando a continuidade dos estudos e o desempenho acadêmico.

A educação é a base para o desenvolvimento pessoal e socioeconômico de qualquer nação. Reconhecendo a importância deste pilar, o governo brasileiro introduziu o Programa Pé de Meia, uma iniciativa destinada a jovens estudantes. 

Com o objetivo de promover a continuidade educacional e o desempenho acadêmico, o programa oferece incentivos financeiros mensais, removendo barreiras econômicas que muitos enfrentam. 

Essa iniciativa alivia o peso financeiro dos estudantes e  os encoraja a buscar excelência em seus estudos e a participar ativamente de avaliações nacionais.

CAIXA e o repasse imediato de R$ 200,00 para correntistas; saiba como funciona e solicite
Entenda o repasse de R$ 200 da Caixa – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Pé de Meia: tudo sobre o novo programa da Caixa

O Programa Pé de Meia, lançado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, emerge como uma iniciativa inovadora visando apoiar jovens de baixa renda que estão cursando o ensino médio na rede pública. 

Destinado a auxiliar financeiramente esses estudantes, o programa oferece um benefício mensal de R$200,00, buscando aliviar o fardo financeiro e incentivar a continuidade dos estudos.

Como funciona o pagamento da Caixa

Para ser elegível ao programa da Caixa, os estudantes precisam estar matriculados no início do ano letivo, ter uma frequência escolar mínima de 80%, participar do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e não reprovar. 

Importante também é a participação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ao fim do ciclo escolar. 

O programa se estende aos alunos do Ensino para Jovens e Adultos (EJA) e beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), ampliando seu alcance.

Vale mencionar que os pagamentos serão feitos por meio da Poupança do Estudante, da Caixa. 

Fique por dentro dos benefícios

Os benefícios do Pé de Meia são divididos em categorias: Incentivo Matrícula, Incentivo Frequência, Incentivo Conclusão e Incentivo ENEM, cada um com critérios específicos que almejam recompensar e motivar os alunos. 

Desde a bonificação pela matrícula até a premiação pela conclusão do ensino médio e participação no ENEM, o programa se destaca por seu caráter abrangente e incentivador.

Como sacar

O pagamento dos incentivos é realizado através do aplicativo Caixa Tem, com a abertura automática de uma conta digital na Caixa Econômica Federal em nome do estudante. 

O processo de consulta e gestão dos benefícios é facilitado pelo aplicativo Jornada do Estudante, exigindo um login gov.br para garantir a segurança e privacidade dos dados.

Acesse os sites por estes links

  • Caixa Tem: https://www.caixa.gov.br/caixatem/Paginas/default.aspx
  • Jornada do Estudante: https://www.gov.br/mec/pt-br/jornadadoestudante

Veja também: Caixa Tem e o cartão de crédito LIBERADO: entenda o limite de R$ 800 para CPFs com final 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9

Valores e como se inscrever

Dessa forma, o benefício da Caixa pode pagar os seguintes valores aos beneficiários: 

  • R$ 200 na matrícula em escola pública de ensino médio;
  • Nove parcelas de R$ 200 ao longo do ano, condicionadas à frequência mínima de 80% das aulas;
  • R$ 1.000 por ano concluído com aprovação;
  • R$ 200 ao realizar a prova do ENEM, pago uma única vez.

CadÚnico

Para se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), é necessário procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. 

Ao se dirigir ao CRAS, será preciso apresentar os documentos pessoais de todos os membros da família, como RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento, carteira de trabalho e comprovante de residência. 

Veja também: Cupons PicPay podem garantir até R$ 140,00: promoção realmente funciona em 2024?

Plano Juventude Negra Viva: bolsa de R$500

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o Plano Juventude Negra Viva, destinado a promover melhorias significativas para a juventude negra em diversas áreas, incluindo saúde, educação e segurança pública.

Uma das iniciativas chave do plano é a implementação de um projeto nacional que obriga o uso de câmeras corporais por policiais, visando reduzir abordagens violentas contra jovens negros.

Além disso, o plano propõe a criação de uma bolsa de R$500, destinada a jovens negros em cursos de capacitação em institutos federais.

Esta bolsa, ainda sem data definida para implementação, tem como objetivo apoiar financeiramente os beneficiários durante sua formação.

Com essas ações, o plano Juventude Negra Viva busca não apenas oferecer suporte financeiro, mas também garantir um ambiente mais seguro e justo para os jovens negros do Brasil.