Quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários? Entenda o cálculo

Se a sua pergunta é quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários, confira nosso guia e leia com atenção as informações abaixo.

Ao planejar as finanças pessoais e profissionais, compreender os valores devidos ao INSS é crucial. Para muitos, a dúvida persiste: quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários? A resposta dessa questão, que pode até parecer simples, depende de diversos cálculos que podem ser realizados pelos beneficiários.

Nesse sentido, vamos explicar abaixo tudo que você precisa saber para entender quando deve pagar de INSS para receber 2 salários por mês. Acompanhe nosso guia e veja o passo a passo para garantir um pagamento de, no mínimo, R$ 2.824 na aposentadoria ou pensão.

Quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários? Crédito: Jeane de Oliveira / pronatec.pro.br
Quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários? Crédito: Jeane de Oliveira / pronatec.pro.br

Qual é o valor mínimo de pagamento do INSS?

Antes de explicar quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários, é importante salientar que o Instituto Nacional do Seguro Social estabelece um piso (valor mínimo) e um teto (valor máximo) para os pagamentos do órgão.

O piso do INSS corresponde sempre ao valor corrente do salário mínimo. Portanto, como o salário mínimo atual é de R$ 1.412, este também se estabelece como o valor mínimo de pagamento do INSS.

Por outro lado, o teto do INSS leva em conta outros critérios, como as contribuições realizadas pelos aposentados durante a vida laboral. Em 2024, o valor do teto do INSS é de R$ 7.786,02.

Saiba mais: Novo valor divulgado pelo INSS gera FESTA no Brasil: pagamento de R$ 2,1 por pessoa, entenda

Qual o valor de 2 salários mínimos?

O valor de dois salários mínimos pode ser calculado multiplicando o salário mínimo atual pelo número desejado de salários. Considerando que o salário mínimo atual é de R$ 1.412,00, o cálculo para dois salários mínimos seria:

2 x R$ 1.412,00 = R$ 2.824,00

Portanto, o valor de dois salários mínimos é de R$ 2.824,00.

O salário mínimo é determinado pelo governo e é reajustado periodicamente, geralmente anualmente, com base em diversos fatores econômicos e sociais.

O processo de cálculo e reajuste do salário mínimo envolve análises de inflação, crescimento econômico, produtividade e outras variáveis relevantes para garantir um valor que possibilite o atendimento das necessidades básicas dos trabalhadores e suas famílias.

Quem ganha 2 mil paga quanto de INSS?

Para calcular o valor da contribuição ao INSS para alguém que ganha R$ 2.000,00 por mês, é necessário verificar em qual faixa de contribuição esse valor se enquadra.

Em 2024, as alíquotas do INSS para empregados variam de acordo com o salário de contribuição. 

Se considerarmos o salário mínimo de R$ 1.412,00 em 2024, a contribuição será:

  • – 7,5% para salários de até R$ 1.412,00;
  • – 9% para salários entre R$ 1.412,01 e R$ 2.666,68.

Desse modo, para alguém que ganha R$ 2.000,00, a contribuição ao INSS será calculada da seguinte forma:

  • – Para os primeiros R$ 1.412,00: 7,5%
  • – Para os R$ 588,00 restantes (R$ 2.000,00 – R$ 1.412,00): 9%

Assim, a contribuição total ao INSS será:

  • (7,5% de R$ 1.412,00) + (9% de R$ 588,00) = R$ 105,90 + R$ 52,92 = R$ 158,82

Sendo assim, alguém que ganha R$ 2.000,00 por mês deve pagar aproximadamente R$ 158,82 ao INSS, considerando as alíquotas vigentes em 2024.

Quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários?

O montante necessário a ser direcionado ao INSS para alcançar uma aposentadoria correspondente a dois salários mínimos está diretamente relacionado ao seu salário de contribuição.

O salário de contribuição constitui a base para o cálculo da contribuição previdenciária e é definido pela soma total de seus rendimentos mensais.

No momento, as alíquotas do INSS variam de 7,5% a 14%, dependendo da faixa salarial em que você se enquadra.

O fator determinante para o cálculo da alíquota que será aplicada à sua contribuição junto ao INSS é a sua categoria de contribuinte.

Dessa forma, o valor do seu salário não impacta diretamente, pois é possível que dois trabalhadores com a mesma remuneração paguem quantias distintas devido a suas categorias contributivas divergentes.

Quanto tenho que pagar para me aposentar com 2 salários?

Para se aposentar com o equivalente a dois salários mínimos, é necessário contribuir regularmente com o INSS de acordo com as alíquotas estabelecidas para cada faixa salarial. 

Atualmente, como você já sabe, as alíquotas do INSS variam de 7,5% a 14%, dependendo do valor do salário de contribuição e da categoria do contribuinte.

O valor exato que você precisa pagar para garantir uma aposentadoria de dois salários mínimos dependerá do seu salário de contribuição, que é a base utilizada para calcular a contribuição previdenciária.

Para obter uma estimativa mais precisa, é importante considerar a alíquota correspondente à sua faixa salarial e à sua categoria de contribuinte.

Desse modo, é recomendável consultar a tabela de alíquotas do INSS e realizar os cálculos com base no seu salário de contribuição atual.

Você também pode buscar orientação junto ao INSS ou a um profissional especializado em previdência para obter informações mais detalhadas sobre sua situação específica e os requisitos necessários para alcançar a aposentadoria desejada.

Qual o valor que devo contribuir para o INSS para receber o teto?

Se o seu objetivo é receber o teto da aposentadoria pelo INSS, é necessário contribuir com o valor máximo permitido pela legislação previdenciária. Atualmente, o teto do INSS é definido como o valor máximo que um segurado pode receber como benefício previdenciário.

Para contribuir com o valor máximo e garantir o direito ao teto da aposentadoria, é preciso observar o limite estabelecido para o salário de contribuição, que é o valor utilizado como base para calcular as contribuições previdenciárias. Em 2024, o teto do salário de contribuição é de R$ 7.786,02.

Dessa forma, para alcançar o teto da aposentadoria pelo INSS, é necessário contribuir com a alíquota máxima sobre o salário de contribuição.

No entanto, é importante verificar as alíquotas vigentes e as regras de contribuição estabelecidas pela Previdência Social, pois estas podem variar de acordo com a faixa salarial e a categoria do contribuinte. 

Mais uma vez, recomenda-se buscar orientação junto ao INSS ou a um profissional especializado em previdência para calcular o valor exato da contribuição necessária para atingir o teto previdenciário.

Saiba mais: INSS vai BLOQUEAR pagamentos de aposentados que não realizarem a prova de vida? Entenda a decisão do Instituto

Dicas para aumentar o valor da aposentadoria no INSS 

Garantir uma aposentadoria confortável é uma preocupação comum para muitos trabalhadores. No Brasil, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é responsável por conceder benefícios previdenciários, incluindo aposentadorias. 

Entretanto, nem todos sabem como maximizar o valor desse benefício. Felizmente, existem estratégias que podem ajudar a aumentar o valor da aposentadoria pelo INSS. Veja as melhores dicas abaixo:

  • Contribuição máxima: Contribuir com o valor máximo permitido pela legislação previdenciária pode aumentar significativamente o valor da aposentadoria. Verifique qual é o teto de contribuição vigente e ajuste suas contribuições de acordo.
  • Tempo de contribuição: Quanto mais tempo você contribuir para o INSS, maior será o valor da sua aposentadoria. Certifique-se de completar o tempo mínimo de contribuição necessário para o tipo de aposentadoria desejado e continue contribuindo além desse período, se possível.
  • Recálculo da média salarial: Se você tiver períodos de baixa remuneração ao longo da carreira, pode ser vantajoso continuar contribuindo após atingir o tempo mínimo de contribuição. Isso ajudará a aumentar a média salarial considerada no cálculo da aposentadoria, resultando em um benefício mais robusto.
  • Planejamento tributário: Algumas modalidades de contribuição para o INSS podem ser mais vantajosas do que outras em termos de impostos. Consulte um especialista em planejamento tributário para explorar opções que possam otimizar suas contribuições e, consequentemente, aumentar o valor da sua aposentadoria.

Seguindo essas dicas e planejando sua aposentadoria de forma estratégica, você estará mais bem preparado para garantir um benefício previdenciário mais substancial e desfrutar de uma aposentadoria confortável e tranquila.