Saques de R$ 900 e R$ 1,4 MIL: milhões de CPFs poderão receber ainda HOJE (24)

Milhares de brasileiros podem receber pagamentos que variam, chegando até um salário mínimo. Para isso, basta seguir as regras e aproveitar os saques.

Neste momento, milhares de brasileiros estão diante de uma oportunidade única proporcionada pelo Caixa Tem: a liberação de saques no valor de R$ 1,4 mil para famílias vulneráveis.

Sim, você leu certo! Um total de R$ 1,4 mil está sendo depositado para mais de 21 milhões de famílias brasileiras, trazendo um alívio financeiro significativo.

Mas, você sabe como esse benefício funciona e o que precisa para acessá-lo? Confira mais detalhes sobre essa novidade que pode fazer a diferença no seu dia a dia.

Você pode ter acesso neste mês a alguns saques impressionantes que podem chegar ao salário mínimo. Veja como aproveitar!
Você pode ter acesso neste mês a alguns saques impressionantes que podem chegar ao salário mínimo. Veja como aproveitar! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

A mecânica por trás dos R$ 1,4 mil

No coração dessa iniciativa está o desejo do governo federal de amparar as famílias em situação de vulnerabilidade.

Esse pagamento extraordinário de R$ 1,4 mil, composto pelo valor base de R$ 600 acrescido de um bônus para crianças na faixa etária de zero a seis anos, reflete um esforço conjunto em assegurar que as necessidades básicas sejam atendidas. No geral, uma mesma família pode receber todos os adicionais:

  • Benefício Básico: Para famílias em extrema pobreza.
  • Benefício Variável: Para famílias com crianças e adolescentes até 15 anos.
  • Benefício Variável à Gestante: Durante gestação, por 9 meses.
  • Benefício Variável Nutriz: Para mães que amamentam, até o bebê completar 6 meses.
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza: Calculado individualmente, visa elevar a renda familiar per capita.
  • Benefício Variável Jovem: Para famílias com adolescentes entre 16 e 17 anos.
  • Benefício de Compensação de Transição: Temporário, para famílias afetadas pela unificação de programas sociais.

Alguns são no valor de R$ 50, outros de R$ 150 e todos são acumulativos. Ou seja, o pagamento que era de R$ 600 pode chegar ao mínimo federal.

Ademais, para usufruir do pagamento pelo Caixa Tem, não é necessário ser um expert em tecnologia. O aplicativo foi desenhado para facilitar sua vida, permitindo o pagamento de boletos, transferências via Pix, e até mesmo a compra de recargas para celular com simples toques na tela do seu smartphone.

Não perca: Lista revela HOJE (21/03) as cidades premiadas com o pagamento ANTECIPADO do Bolsa Família

Etapas para os saques: um guia simples

Se a perspectiva de fazer o saque lhe parece complicada, pode respirar aliviado. O processo é surpreendentemente simples e direto, seguindo alguns passos básicos no aplicativo Caixa Tem (https://www.caixa.gov.br/caixatem/Paginas/default.aspx).

Desde acessar a opção de saque sem cartão até a geração de um código para retirada, tudo foi pensado para sua comodidade.

Veja também: Cerca de 600 MIL famílias estão na regra de PROTEÇÃO do Bolsa Família; entenda o que significa

Calendário de liberação dos saques: marque na agenda

O calendário de pagamentos do Bolsa Família segue a ordem do último dígito do Número de Identificação Social (NIS), começando no dia 15 e estendendo-se até o dia 28 de março. É crucial estar atento às datas específicas para garantir que você não perca a oportunidade de acessar seu benefício. Confira:

  • NIS cujo final é 2: 18 de março;
  • NIS cujo final é 3: 19 de março;
  • NIS cujo final é 4: 20 de março;
  • NIS cujo final é 5: 21 de março;
  • NIS cujo final é 6: 22 de março;
  • NIS cujo final é 7: 25 de março;
  • NIS cujo final é 8: 26 de março;
  • NIS cujo final é 9: 27 de março;
  • NIS cujo final é 0: 28 de março.

Compromissos a cumprir

Para estar elegível a receber o benefício, existem alguns requisitos nas áreas de saúde e educação que precisam ser atendidos, como acompanhamento pré-natal, vacinação em dia e frequência escolar. Além disso, é imprescindível manter o Cadastro Único atualizado. Quando houver mudanças importantes, informe ao CRAS onde se cadastrou.

Acompanhe mais: Depósito de R$ 850,00 GARANTIDO para quem faz parte do Bolsa Família?