Confira os valores do salário mínimo pelo mundo! Brasil ficou para trás?

Piso nacional vai aumentar em maio deste ano; dinheiro é suficiente para as famílias brasileiras?

Em maio de 2023, o salário mínimo no Brasil aumentará de R$ 1.302 para R$ 1.320, valores inferiores ao praticados no resto do mundo. No entanto, esse valor ainda é insuficiente para comprar duas cestas básicas em onze capitais brasileiras em janeiro de 2023, de acordo com um estudo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Em setembro de 2022, o mesmo Dieese estimou que o valor mínimo necessário para sustentar uma família de quatro pessoas no país seria de R$ 6.298,91, levando em consideração itens como alimentação, educação, higiene, lazer, moradia, saúde, vestuário, transporte e previdência.

salário mínimo pelo mundo
Salários mínimos pelo mundo – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Equiparando os valores de salário mínimo pelo mundo

É importante ressaltar que é difícil comparar diferentes locais em termos nominais, pois há diversos fatores a serem considerados, como o poder de compra em cada país.

O primeiro item para comparação é a paridade do poder de compra. Depois, verificamos o mínimo em relação ao salário médio ou mediano do país. Na Carta Social Europeia, o mínimo é entre 50% a 60% do salário do país“, afirma Carlos Alberto Ramos, professor do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB).

O economista e professor do Insper, Naercio Menezes Filho sugere que “o ideal é comparar o salário mínimo com o salário médio (R$ 2.700 no Brasil). Por essa métrica, o Brasil não está mal. É possível aumentar um pouco mais, mas com cautela para não causar inflação e aumentar muito os gastos públicos“.

Veja também: BATEU O MARTELO! Governo decide valor do salário mínimo e isenção do Imposto de Renda 2023, confira

O salário mínimo na América Latina

O salário mínimo brasileiro convertido em dólares é de US$ 250. Na América Latina, o maior valor pago na região está na Costa Rica (US$ 603). De acordo com um levantamento do site Bloomberg Línea, os valores mínimos em 2023 em outros países latino-americanos são:

  • Argentina: US$ 189
  • Bolívia: US$ 325
  • Chile: US$ 475
  • Colômbia: US$ 242
  • Costa Rica: US$ 603
  • Equador: US$ 450
  • El Salvador: US$ 365
  • Guatemala: US$ 403
  • Honduras: US$ 316
  • México: US$ 325
  • Panamá: US$ 326
  • Paraguai: US$ 349
  • Peru: US$ 269
  • Uruguai: US$ 540
  • Venezuela: US$ 8

Em média, o reajuste na região foi de 8% entre os países que já definiram seus aumentos. Esse é um ponto importante porque a inflação tem sido uma preocupação no mundo todo, afetando os salários de forma geral. Na África do Sul, parceiro do Brasil no grupo Brics, a previsão para 2023 é que o salário mínimo fique em torno de US$ 210.

Piso na Europa

Na Europa, o maior valor mínimo está em Luxemburgo, com o equivalente a US$ 2.545. Confira a seguir a compilação dos valores de salário mínimo para 2023 divulgada pela Eurofound, agência da União Europeia:

  • Alemanha: US$ 2.111
  • Bélgica: US$ 2.084
  • Bulgária: US$ 425
  • Croácia: US$ 746
  • Chipre: US$ 943
  • Eslováquia: US$ 746
  • Eslovênia: US$ 1.390
  • Espanha: US$ 1.342
  • Estônia: US$ 772
  • França: US$ 1.821
  • Grécia: US$ 886
  • Holanda: US$ 2.061
  • Hungria: US$ 617
  • Irlanda: US$ 2.035
  • Letônia: US$ 660
  • Lituânia: US$ 895
  • Luxemburgo: US$ 2.545
  • Malta: US$ 895
  • Polônia: US$ 795
  • Portugal: US$ 945
  • Romênia: US$ 646
  • República Tcheca: US$ 764

Áustria, Dinamarca, Finlândia, Itália e Suécia não foram incluídos na lista porque não possuem um salário mínimo definido por lei.

Veja também: VITÓRIA: Lula confirma e trabalhadores vão ter NOVO AUMENTO no salário mínimo