Auxílio Brasil: últimos depósitos da indenização de R$ 15 MIL, consulte sua situação

O vazamento de dados sensíveis relacionados ao Auxílio Brasil trouxe consequências negativas para muitas famílias brasileiras.

Caso você seja um dos afetados pelo vazamento de dados do Auxílio Brasil, é essencial ficar atento às datas e prazos determinados para o depósito da indenização. Essa é uma oportunidade de buscar uma compensação pelos danos causados.

Última chance de consultar e exigir a indenização por vazamento de dados do Auxílio Brasil. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Entenda o caso

Em 2022, milhões de brasileiros foram impactados pelo vazamento de dados sensíveis relacionados ao Auxílio Brasil, extinto programa social criado para auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade. Essa exposição de informações pessoais causou preocupação e danos para cerca de 4 milhões de beneficiários. No entanto, para amenizar essa situação, foi determinado que esses cidadãos terão direito a uma indenização.

Em setembro, a justiça determinou o pagamento de R$15 mil para cada indivíduo afetado pelo vazamento de dados. Caso a decisão seja mantida, o montante pode ultrapassar os R$56 milhões para os cofres públicos.

A indenização tem o objetivo de compensar os danos causados a estes cidadãos. Essa quantia pode representar uma ajuda significativa para as famílias afetadas, que muitas vezes dependem completamente da ajuda do governo para suprir suas necessidades mais básicas.

Quais dados vazaram?

Segundo o presidente do Instituto Sigilo, Victor Hugo Pereira Gonçalvez, no vazamento constavam informações de endereço, número de celular, data de nascimento, valor do benefício recebido, NIS (Número de Identificação Social) e informações sobre os cadastros dos beneficiários no SUS (Sistema Único de Saúde), como o CadSUS.

Prazos

Caso você seja um dos afetados pelo vazamento de dados do Auxílio Brasil, é essencial ficar atento às datas e prazos determinados para o depósito da indenização. O pagamento vem acontecendo e teve seu encerramento decretado para 31 de dezembro de 2023.

Como a consulta e posterior descoberta de estar entre os afetados não garante o pagamento, é necessário correr atrás da indenização por conta própria.

Para realizar a consulta, os beneficiários devem acessar https://sigilo.org.br/ e selecionar a opção “Conferir se tenho direito“, vista logo na página inicial do portal. Informações como nome completo, e-mail, CPF e número de telefone serão solicitadas, assim como o aceite dos termos da Politica de Privacidade e dos Termos de Uso do Site.

Se você tiver direito a mensagem “Você está elegível” aparecerá na tela. Caso não, a mensagem será “Você não está elegível“. Visto que 20% dos beneficiários do programa foram expostos. Ambas as mensagens podem aparecer para você.

Veja também: https://pronatec.pro.br/caixa-tem-pix-extra-6-mil/

O que a caixa disse sobre o vazamento?

O banco afirmou que não houve identificação de vazamento de dados sob sua guarda e reforçou que possui infraestrutura adequada à preservação da integridade de sua base de dados e da segurança dos sistemas do Cadastro Único, garantindo o cumprimento dos preceitos previstos na LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados.

O Auxílio Brasil foi lançado durante o governo de Jair Bolsonaro em 2021 e encerrado na posse de Lula. Trazendo de volta o conhecido programa social Bolsa Família.

Veja também: https://pronatec.pro.br/emprestimo-orientacoes-para-nao-cair-golpes/