Trabalhadores registrados já podem comemorar: extra de R$ 1,3 mil, R$ 500 na Caixa e FGTS disponível

O FGTS aumentou o limite de saque em R$ 500, proporcionando aos beneficiários maior flexibilidade financeira para lidar com desafios ou investimentos importantes.

Os trabalhadores brasileiros regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) têm boas razões para celebração em 2024, graças a uma série de benefícios e ajustes financeiros que prometem aliviar o orçamento e trazer um pouco mais de conforto.

Trabalhadores registrados já podem comemorar: extra de R$ 1,3 mil, R$ 500 na Caixa e FGTS disponível
Os trabalhadores com contrato CLT têm razões para comemorar em 2023, incluindo o extra do FGTS. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O que muda no FGTS para 2024?

O ano começa com um aumento no salário mínimo, já sancionado pelo Presidente Lula, estabelecendo o novo valor em R$ 1.412. Essa elevação no salário mínimo se traduz diretamente em um incremento no 13º salário dos trabalhadores. Considerando os descontos do INSS, que são aplicados na segunda parcela do pagamento, estima-se que o valor líquido do 13º salário fique em torno de R$ 1.304,72. Essa estimativa é baseada no cálculo que leva em conta tanto a primeira parcela integral quanto a segunda, já com os descontos.

Veja também: FGTS tem parcelas antecipadas para salvar o Natal dos brasileiros: veja como liberar o dinheiro

Além do reajuste salarial, uma notícia positiva vem do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a Lei 13.446 de 2017, os trabalhadores têm direito a uma parte dos lucros gerados pelo fundo. Historicamente, a distribuição dos lucros do FGTS começa em julho, com os pagamentos efetuados até agosto do ano seguinte. Assim, os trabalhadores podem esperar que os lucros de 2023 sejam distribuídos entre o final de julho e agosto de 2024. Para ter direito a essa partilha, os trabalhadores devem manter algum saldo em suas contas do FGTS até 31 de dezembro de 2023.

Outra novidade interessante é o aumento no limite de saque do FGTS. Reportagens indicam que o valor do saque será elevado para R$ 500. Essa medida é particularmente relevante para os trabalhadores que dependem desse fundo para lidar com despesas imprevistas ou que planejam realizar investimentos significativos.

Essas mudanças refletem não apenas um ajuste econômico, mas também um esforço para proporcionar maior segurança e tranquilidade financeira aos trabalhadores brasileiros. O aumento do salário mínimo, a partilha dos lucros do FGTS e o aumento do limite de saque são medidas que, juntas, representam um apoio substancial para muitos cidadãos, especialmente em um contexto de recuperação econômica pós-pandemia.

Mantenha-se informado

Os trabalhadores devem se manter informados sobre esses benefícios e estar atentos aos prazos e condições para garantir que possam usufruir plenamente dessas oportunidades. É um momento para planejar com antecedência e avaliar como esses recursos adicionais podem ser melhor aplicados, seja para poupança, pagamento de dívidas, investimentos ou até mesmo para desfrutar de algum conforto extra.

Em resumo, o ano de 2024 se apresenta como um período de boas notícias para os trabalhadores brasileiros. O aumento do salário mínimo, juntamente com os benefícios adicionais relacionados ao FGTS, oferece um alento financeiro e abre espaço para uma gestão financeira mais flexível e segura. É uma oportunidade para muitos de reorganizar as finanças, investir no futuro ou simplesmente respirar um pouco mais aliviados frente aos desafios econômicos.

Veja também: ‘Férias’ extras, liberação do FGTS e mais: 2024 será incrível para os trabalhadores