Trabalhadores receberão SURPRESA a partir de fevereiro; descubra o que vai acontecer

Os trabalhadores formais brasileiros poderão contar com uma excelente notícia para o próximo mês, tendo em vista a disponibilização de um novo pagamento.

Ser um trabalhador formal brasileiro significa poder contar com diversos benefícios, além dos direitos básicos voltados à classe. Esses direitos são totalmente protegidos e garantidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), visando evitar quaisquer situações impróprias.

Neste sentido, os trabalhadores formais poderão contar com uma ótima surpresa neste ano de 2023. Mais especificamente, a surpresa está reservada para o próximo mês. Isto é, para fevereiro. Trata-se, portanto, da liberação de mais um benefício para a classe.

Assim, é extremamente importante entender a origem da surpresa, bem como quem poderá contar com a nova leva de pagamentos, tal como o valor e data de depósito.

Trabalhadores receberão surpresa
Novidade para os brasileiros / Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Nova surpresa para trabalhadores

Para início de conversa, como mencionado anteriormente, os trabalhadores formais brasileiros são resguardados por diversos direitos básicos. Dentre esses direitos, estão diferentes benefícios propostos, como por exemplo, o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o seguro-desemprego, e o PIS/Pasep.

Desse modo, a novidade é justamente em virtude do PIS/Pasep. Para melhor entender, o PIS (Programa de Integração Social), é voltado para os trabalhadores do setor privado. De antemão, o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), está direcionado para os servidores públicos.

Assim sendo, normalmente, o repasse do abono costuma acontecer no ano seguinte em que o trabalhador realizou suas atividades. Como por exemplo, quem trabalhou em 2015, pôde contar com o saque do PIS/Pasep em 2016. Porém, em virtude da crise econômica enfrentada nos anos de 2020 e 2021, o Governo optou pelo adiamento do repasse.

Mais especificamente, os trabalhadores que atuaram no ano de 2020, só puderam sacar o abono salarial ao decorrer do ano de 2022. Conseguinte, aqueles que realizaram suas atividades em 2021 só poderão sacar o benefício ao decorrer deste ano de 2023.

Outro ponto importante, é que o valor do abono passará por uma nova alteração. Isso porque, o valor máximo destinado para os trabalhadores corresponde ao salário mínimo vigente. Logo, tendo em vista o aumento salarial, o repasse máximo será o mesmo.

Veja também: Como ANTECIPAR o saque-aniversário do FGTS?

Pagamentos de 2023

Tendo em vista as informações supracitadas, o repasse referente ao PIS/Pasep para os trabalhadores que atuaram em 2021, acontecerá ao decorrer desse ano de 2023. Isto é, os trabalhadores formais poderão contar com o benefício a partir do mês de fevereiro.

Outro ponto importante, é em relação à forma de pagamento. Melhor dizendo, apesar do benefício possuir a mesma origem, o repasse se difere para os dois grupos de trabalhadores citados. Assim, os beneficiários do PIS, recebem através da Caixa Econômica Federal. Já aqueles que recebem o Pasep, devem entrar em contato com o Banco do Brasil.

Neste sentido, já existe um calendário disponível para saque em 2023. As datas seguem a data de nascimento de cada trabalhador, assim como o número de inscrição, sendo:

  • Nascidos em janeiro: entre 15/02/2023 e 28/12/2023;
  • Fevereiro: entre 15/02/2023 e 28/12/2023;
  • Março: entre 15/03/2023 e 28/12/2023;
  • Abril: entre 15/03/2023 e 28/12/2023;
  • Maio: entre 17/04/2023 e 28/12/2023;
  • Junho: entre 17/04/2023 e 28/12/2023;
  • Julho: entre 15/05/2023 e 28/12/2023;
  • Agosto: entre 15/05/2023 e 28/12/2023;
  • Setembro: entre 15/06/2023 e 28/12/2023;
  • Outubro: entre 15/06/2023 e 28/12/2023;
  • Novembro: entre 17/07/2023 e 28/12/2023;
  • Dezembro: entre 17/07/2023 e 28/12/2023.

Por fim, os trabalhadores que não realizaram o saque em 2022, ainda poderão resgatar o dinheiro através do Ministério do Trabalho, a partir do mesmo calendário para 2023.

Veja também: Prova de vida do INSS será 100% automática? Quando começa?

Tipos de saque do Fundo de Garantia

O FGTS é direito de todo trabalhador de carteira assinada, que deve ter acesso ao dinheiro somente em casos específicos. A saber, há mais de dez situações em que um cidadão pode utilizar os valores disponíveis pelo fundo. Confira abaixo quais são eles:

  • Saque-extraordinário;
  • Período de regime fora do Fundo de Garantia;
  • Saque-rescisão;
  • Ao completar 70 anos;
  • Saque imediato;
  • Saque para pagamento das parcelas da aquisição de habitação;
  • Após a aposentadoria;
  • Após falecimento do titular das contas;
  • Quando o titular ou seus dependentes estiverem no leito de morte, com câncer ou com AIDS;
  • Em caso de catástrofes naturais.

Quais são os direitos dos trabalhadores?

Todo trabalhador de carteira assinada possui uma série de direitos e benefícios garantidos por lei. Dessa forma, em caso de emergências ou demissão, por exemplo, o cidadão não fica em situação vulnerável, financeiramente, até que encontre outro emprego. Confira alguns deles.

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

O FGTS é um fundo criado a partir do depósito mensal de parte do salário do trabalhador para que, caso aconteça alguma situação atípica, ele tenha um dinheiro reservado para se manter durante um tempo. É o caso, por exemplo, de demissões sem justa causa, da ocorrência de desastres naturais, de auxílio para quitar as prestações de um financiamento habitacional, etc.

13º salário

Por sua vez, o 13º salário é um benefício pago normalmente no final do ano (por isso é conhecido como abono natalino) para que os trabalhadores tenham um dinheiro a mais para ajudar nos gastos dessa época. Ele depende exclusivamente da quantidade de tempo que um trabalhador atuou durante o ano.

Demais direitos

Além dos direitos mencionados, o trabalhador formal brasileiro ainda pode contar com diversos outros, também garantidos pela CLT, sendo:

  • Hora extra – pagamento das horas adicionais de trabalho fora da carga combinada;
  • Adicional noturno – adicional de 20h para trabalhadores que atuam entre 22h e 05h;
  • Férias – todo trabalhador tem direito a 30 dias de férias após 12 meses de serviço;
  • Licença maternidade – para toda situação de maternidade, incluindo adoção e aborto não criminoso. O período pode se estender de 120 até 180 dias;
  • Seguro-desemprego – ofertado em caso de demissão sem justa-causa. A quantidade de parcelas varia de cordo com o tempo de serviço, sendo a partir de três.

Como assinar documentos de forma digital

Em virtude do avanço tecnológico, as nova modernidades tendências estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros, a fim de que seja possível facilitar diversas situações.

A novidade da vez, portanto, que tornou-se um tanto quanto popular principalmente em virtude do distanciamento social, é a assinatura digital. Melhor dizendo, agora é possível assinar documentos de forma completamente digital.

É preciso mencionar, portanto, que para que uma assinatura digital seja válida, todos os nomes citados no documento devem contratar com a modalidade.

Logo, a grande questão é que boa parte das pessoas ainda não sabem como assinar um documento de forma digital. Porém, o processo é um tanto quanto simples e não custa nada.

Isto é, a assinatura digital pode ser feita de forma gratuita através da conta do Portal gov.br. Além disso, outros ponto importante é que os documentos com assinatura digital não são menos válidos do que os documentos assinados à mão, apesar de que em algumas situações apenas os últimos poderão ser utilizados.

Através do portal são aceitos arquivos com até 100 MB que devem estar em formato de DOC, DOCX, ODT ou PDF. Dessa forma, após enviar o arquivo, o Portal do Governo lhe enviará um código para que seja possível acessar o aplicativo e o documento digitalizado e pronto!

Profissões que pagam bem em 2023

Ao escolher uma profissão para seguir, muitas pessoas desejam saber quais são os trabalhos e profissões que pagam bem. Portanto, confira a seguir quais profissionais contam com os melhores salários do mercado de trabalho:

Medicina

Um dos maiores salários do Brasil é o dos profissionais da saúde. Assim, quanto maior a especialização e a experiência, melhores serão os salários. A média é que o salário do médico seja de R$ 8,4 mil e o do cirurgião é de, em média, R$ 16 mil e o salário de um Diretor Hospitalar pode chegar aos R$ 50 mil.

Engenharia

Os engenheiros também se enquadram entre as profissões que pagam bem e a média nacional do salário desses profissionais é de R$ 6 mil. Além disso, algumas especialidades podem chegar a um salário de R$ 60 mil.

Tecnologia da Informação

Uma das profissões que mais estão dando dinheiro nos últimos anos são os relativos à área de TI. Esta é uma área muito ampla e permite trabalhar em home office. Um Analista de Sistemas, no início da carreira, pode ganhar R$ 3,4 mil, podendo chegar a R$ 7 mil em poucos anos. Um diretor de mercado de tecnologia, por sua vez, pode receber o salário de R$ 50 mil.

Direito

A carreira dos profissionais de direito costuma alavancar bem rápido, pois possui ótimas oportunidades de trabalho que pagam bem, especialmente nas áreas de Direito Empresarial, Tributário, Civil, Internacional e no serviço público.
O salário de um Advogado costuma ser de R$ 2,8 mil, mas um Assessor Jurídico pode ganhar até R$ 7 mil, enquanto um Diretor Jurídico pode receber salários de até R$ 40 mil.

Marketing

Com o crescimento do Marketing digital, os salários desses profissionais aumentam bastante, especialmente com a possibilidade de trabalhar pela internet Um analista de Marketing ganha cerca de R$ 2,7 mil. Um Gerente de Atendimento possui um salário inicial na média de R$ 4,5 mil e um Diretor Comercial, no auge da carreira, pode receber até R$ 50 mil.

Faltas permitidas pela lei

Bem, quando um profissional se compromete em realizar seus serviços para determinada contratante, ele deve cumprir com suas obrigações, evitando ao máximo possível faltar.

No entanto, existem algumas faltas que são permitidas para os trabalhadores. Isto é, a CLT permite que os trabalhadores se ausentem em 12 situações específicas, sendo:

  • Situação de falecimento de cônjuge e/ou parente próximo;
  • Casamento;
  • Nascimento de filho;
  • Para doar sangue;
  • Para alistar-se como eleitor;
  • Exigências voltadas ao Serviço Militar;
  • Realização de provas e/ou vestibulares;
  • Solicitação pela Justiça;
  • Quando houver necessidade de representação em trabalhos oficiais internacionais;
  • Para acompanhar filhos ao médico, desde que tenham até 6 anos de idade;
  • Acompanhamento da esposa em situação de gravidez;
  • Exames médicos.

Por fim, é de suma importância que mesmo considerando a possibilidade de faltas, o trabalhador entre em contato com o contratante, de forma completamente antecipada.