Quem terminar os estudos pelo Encceja em 2023 pode fazer concurso público?

Entenda como funciona a certificação por meio do Encceja em 2023!

Muitas pessoas não percebem que ainda existem milhões de brasileiros e brasileiras tentando encontrar um bom espaço no mercado de trabalho. E vários estão fazendo um esforço justamente para conseguir terminar os estudos e realizar esse sonho. 

E um caminho muito procurado para isso é o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Contudo, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre essa prova específica. Afinal de contas, o certificado vale como quaisquer outros? É disponibilizado pelo Ministério da Educação (MEC)? Confira todos os detalhes!

Terminas estudos pelo Encceja
Saiba o que você pode fazer usando o certificado do Encceja em 2023 (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Como funciona o Encceja?

Antes de mais nada, os interessados em terminar o Ensino Médio e Fundamental devem entender do que se trata essa prova. 

O Encceja é uma prova criada pelo Governo Federal em 2002. Ou seja, são mais de 20 anos desde a primeira aplicação do exame. De lá para cá essa e outras modalidades de “supletivos” mudaram com o tempo.

Ainda assim, mesmo com várias opções disponíveis, o Encceja continuou sendo a principal opção. E isso acontece principalmente por algumas características do exame:

  • A prova é organizada pelo próprio Ministério da Educação através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep); 
  • A prova do Encceja é gratuita; 
  • Acontece em aplicação única: ou seja, é possível terminar os estudos com apenas uma prova.

Veja também: Vai fazer o ENEM 2023? Aproveite e TREINE através de um SIMULADO online e garanta melhores resultados

Certificado do Encceja 

A grande dúvida de algumas pessoas, porém, é sobre a certificação do exame. Afinal, como funciona esse processo?

Quem já fez o Encceja sabe que não existe apenas uma, mas várias “provas” na aplicação. Ou seja, o exame é separado por matérias e os estudantes fazem apenas aquelas que precisam eliminar – o que é indicado na hora da inscrição. 

Portanto, existem duas certificações diferentes:

  • Certificado de conclusão do Encceja: para quem conseguiu “eliminar” todas as disciplinas e a redação; 
  • Certificado de proficiência: é o documento que mostra que o aluno consegue eliminar uma ou mais disciplinas. 

Ou seja, quem conseguir as notas mínimas em todas as disciplinas vai conseguir o certificado do Encceja que é lançado pelo Inep e recebe carimbo do Ministério da Educação. 

Isso quer dizer que a certificação da prova é do MEC e é, portanto, válida no país todo. 

Quem termina os estudos no Encceja pode fazer concurso ou faculdade?

Por fim, é importante lembrar que o certificado da prova, por ser oficial, é válido para qualquer tipo de uso que um certificado de escolas “regulares” garante. 

Ou seja, quem se formou pelo Encceja pode fazer concurso público de nível Médio (ou Fundamental, a depender do nível que conseguiu concluir). 

E o mesmo serve para entrar em uma faculdade! Nesse caso, evidentemente, é necessário fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou vestibular equivalente para a universidade que quer entrar. 

Ou seja, a certificação do Encceja serve para qualquer uso de qualquer documento pelo MEC. 

Veja também: Mudanças do NOVO ensino médio: saiba como é a grande curricular em outros países e compare!