Técnico em Alimentação Escolar


Faça agora mesmo o curso grátis de Alimentação Escolar Pronatec. Saiba como se tornar um técnico em Alimentação. Cursos Pronatec 2015 a melhor escolha.

Técnico em Alimentação Escolar – Curso, Vagas e Inscrições

Todas as escolas públicas servem refeições para os seus alunos na hora do intervalo. No entanto, identificou-se uma dificuldade de encontrar profissionais capacitados para atuar no planejamento de cardápios e preparo dos alimentos. Por conta disso, o Pronatec Cursos resolveu ofertar vagas para o curso gratuito de técnico em alimentação escolar.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é uma iniciativa do Governo Federal que entrou em vigor em 2011. Em seus primeiros quatro anos de existência, foram abertas quase 8 milhões de oportunidades educacionais em todo o país.

www.pronatec.pro.br

Técnico em alimentação escolar é apenas um dos mais de 200 cursos técnicos que integram o catálogo do Pronatec.

Embora o curso profissionalizante seja relativamente novo, ele representa uma ótima oportunidade para quem já trabalha na área e deseja se qualificar. A habilitação também promete ser de grande ajuda para todos aqueles que pretendem seguir carreira na área de desenvolvimento educacional e social.

As vagas do Pronatec 2015, destinadas aos cursos técnicos gratuitos, são ofertadas graças à parceria que o programa estabelece com instituições públicas e privadas de ensino. Os alunos contemplados recebem a bolsa-formação, ou seja, um benefício que isenta o pagamento de mensalidades e custos com material didático. No entanto, para estudar gratuitamente, é preciso ter concluído o Ensino Médio e ter participado da edição mais recente do Enem.

Sobre o curso de Técnico em Alimentação Escolar

O curso de técnico em alimentação escolar tem uma carga horária de 1200 horas e pode ser considerado uma formação perfeita para quem deseja trabalhar como agente nessa área. Em resumo, os alunos se transformam em manipuladores de alimentos em escolas públicas e privadas.

A habilitação apresenta as técnicas essenciais para preparar a alimentação a alimentação dos estudantes, conforme as orientações do nutricionista e seguindo o cardápio previamente estabelecido. O curso mostra, ainda, como organizar, controlar e executar a aquisição, www.pronatec.pro.bra armazenagem, o preparo e o fornecimento dos alimentos. Há também uma preocupação em mostrar os processos de higienização.

O conteúdo programático do curso abrange diferentes temas, como cozinhas e cantinas, gestão escolar democrática, papel social da escola, técnicas de assepsia pessoal, nutrição, operações em cozinhas escolares, cardápio saudável, alimentação e nutrição no Brasil, entre outros. Os alunos adquirem conhecimentos teóricos, mas também vivenciam a prática em cozinhas pedagógicas e refeitórios.

Depois de obter o diploma do Pronatec, que é reconhecido pelo MEC, o técnico em alimentação escolar encontra oportunidades de trabalho em escolas públicas e privadas, redes de ensino e centros de formação profissional. O salário varia de acordo com a instituição contratante e região do país. Um agente técnico contratado pela Secretaria de Educação de São Paulo, por exemplo, tem uma remuneração inicial de R$ 1.269,02.

Onde fazer Curso Técnico em alimentação escolar

O Pronatec só consegue formar técnicos em alimentação escolar graças à parceria estabelecida com instituições de ensino em todo o país, como é o caso dos institutos federais, da UNIME, da UNIDERP e da Anhanguera.

Inscrições Curso de Técnico em alimentação escolar

As vagas para o curso de técnico em alimentação escolar e demais cursos de habilitação técnica do Pronatec Vagas são ocupadaswww.pronatec.pro.br através do Sisutec. O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica é uma plataforma desenvolvida pelo MEC e semelhante ao SISU. O objetivo é reunir as oportunidades em um único espaço e distribuí-las conforme o desempenho na última edição do Enem.

Nesse ano de 2015, o MEC já realizou várias alterações no calendário do Sisutec 2015. De acordo com a última atualização, o período de inscrições será de 29 de junho a 3 de julho. Dentro desse prazo, os candidatos terão que acessar o site oficial do Sisutec com os dados do Enem e escolher duas opções de cursos.

A primeira chamada do Sisutec acontecerá no dia 7 de julho. O período de matrícula para os convocados se estenderá de 8 a 10 do mesmo mês. Uma segunda lista de classificados será divulgada no dia 14 de julho, com prazo para se matricular de 15 a 17 de julho.

Se você quer se tornar um técnico em alimentação escolar, mas não participou da última edição do Enem, saiba que ainda resta uma chance. As inscrições para vagas remanescentes, que acontecerão de 20 de julho a 02 de agosto, não consideram a participação no exame como uma obrigatoriedade, assim como as inscrições Pronatec.







Outros Artigos Relacionados!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *