Técnico em Agropecuária

Técnico em Agropecuária – Curso, Vagas e Inscrições

Quem deseja construir carreira no agronegócio deve participar do curso de técnico em agropecuária, oferecido pelo Pronatec. Essa oportunidade é ótima para quem gosta de lidar com agricultura ou mesmo cuidar de animais do campo, como bois, vacas e cavalos.

Nos últimos anos, a agropecuária se tornou uma das áreas de maior relevância no país. Diversos produtos são fabricados para abastecer o mercado de alimentos e oferecer matéria-prima. Essa atividade agropecuária é de extrema importância para o Brasil, prova disso é o fato dela representar 8% do PIB (Produto Interno Bruto).

www.pronatec.pro.br

Considerando essa área de constante crescimento, o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) criou um curso que forma técnicos em agropecuária, ou seja, profissionais competentes para desempenhar diferentes funções no setor produtivo. O programa, que é uma iniciativa do Governo Federal, promove a profissionalização em todo país gratuitamente.

O Pronatec costuma oferecer vagas para o curso de técnico em agropecuária e muitos outros através da bolsa-formação. Quem recebe esse benefício não precisa pagar mensalidades e nem tem despesas com material didático. Por conta disso, o programa acaba ajudando principalmente os trabalhadores de baixa renda que buscam uma qualificação de qualidade.

Sobre o curso de Técnico em Agropecuária

O curso gratuito de técnico em agropecuária, oferecido pelo Pronatec 2015, tem uma carga horária de 1.200 horas e pertence ao eixo tecnológico de Recursos Naturais. Qualquer pessoa que deseja participar dessa formação deve ter concluído o ensino médio, de preferência em uma escola da rede pública.

www.pronatec.pro.brQuem participa da habilitação técnica em agropecuária adquire conhecimentos para planejar, executar e acompanhar diversos projetos agropecuários. O curso prepara os seus alunos para desempenha diferentes atividades nessa área, como a administração de propriedades rurais, demarcação de território, fiscalização de produtos, preparação do solo para plantio, preparação de pastagem, levantamento topográfico, monitoramento de programas preventivos e controle zootécnico.

Ao longo do curso, os alunos participam de muitas atividades e colocam em prática tudo aquilo que aprendem na teoria nas unidades de produção agrícola, animal e agroindustrial. Entre os temas recorrentes nessa formação, vale destacar: mecanização agrícola, produção animal, vegetal e agroindustrial, irrigação e drenagem, sustentabilidade, ferramenta de gestão, silvicultura e topografia.

Não faltam oportunidades de trabalho para o técnico em agropecuária. Ele pode trabalhar em estabelecimentos agroindustriais, fazendas, reservas naturais e empresas de assistência técnica voltadas para agricultura e pecuária. O salário varia de acordo com a empresa contratante, mas a média nacional é de R$ 1.515,43.

Onde fazer Curso Técnico em Agropecuária

Muitas instituições públicas e privadas, que são parceiras do Pronatec, já se empenham na oferta de vagas para o curso de técnico em agropecuária. Entre elas, vale destacar os institutos federais, a UNIME, a UNIDERP e a UNIC.

Inscrições Curso de Técnico em Agropecuária

As inscrições para o curso de técnico em agropecuária e demais cursos do Pronatec podem ser realizadas no âmbito do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (SISUTEC). Esse ambiente virtual, gerenciado pelo MEC, reúne todas as vagas de habilitação técnica referentes ao programa. Para disputar uma das oportunidades disponíveis, o candidato precisa ter participado da edição mais recente do ENEM.

As inscrições Sisutec 2015 serão realizadas de 22 a 26 de junho de 2015. Nesse período, os interessados terão que acessar o portal com os dados do Enem e escolher duas opções de curso técnico. A seleção de candidatos é realizada de fora eletrônica, considerando a nota no exame.www.pronatec.pro.br

A 1ª lista de chamada será divulgada no dia 30 de junho, com prazo de matrícula de 1 a 3 de junho. A 2ª chamada será publicada no dia 7 de julho, com um período de 8 a 10 de julho para se matricular na instituição responsável pelo curso. Quem não respeitar os critérios da convocação perde a vaga.

Por fim, de 13 a 26 de julho, o Sisutec receberá inscrições dos brasileiros interessados nas vagas remanescentes. Nessa última fase, o Enem não é uma obrigatoriedade.

 

Leia Também