Sua restituição do IR 2023 NÃO FOI creditada? Veja o que deve ser feito!

Essa é uma preocupação de milhões de contribuintes. Caso a restituição não esteja disponível é provável que tenha caído na malha fina. Vejo o que fazer caso isso aconteça.

O processo de pagamento da restituição do Imposto de Renda está em andamento, porém, muitos contribuintes ainda não receberam o valor devido. Se a sua restituição foi liberada, mas o dinheiro ainda não foi creditado em sua conta bancária, é crucial compreender as possíveis causas e aprender quais medidas podem ser adotadas para solucionar essa questão.

É fundamental estar ciente dos procedimentos e das opções disponíveis para garantir o recebimento adequado do dinheiro esperado.

Possíveis motivos para não receber a restituição
Possíveis motivos para não receber a restituição. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Possíveis motivos para não receber a restituição

Quando a restituição é liberada e o valor não é creditado na conta do contribuinte, é um indício de que a declaração pode ter caído na malha fina. Isso acontece quando a Receita Federal identifica algum erro ou inconsistência nos dados informados na declaração.

Se você está nessa situação, é essencial verificar qual foi o erro ou a inconsistência identificada pela Receita. Pode ser necessário fazer uma retificação da declaração, corrigindo as informações e justificando os dados declarados.

Caso a consulta revele a mensagem “enviado ao banco para crédito”, mas você não recebeu o dinheiro, é possível que tenha digitado informações incorretas, como a chave PIX ou a conta corrente para o depósito. Nesse caso, é recomendado entrar em contato com a Central de Relacionamento do Banco do Brasil, pelos telefones fornecidos, para solucionar o problema.

Consulta da restituição do Imposto de Renda

Para consultar a restituição do Imposto de Renda e obter mais detalhes sobre o processo, é necessário acessar o site Meu Imposto de Renda, selecionar a opção “Consultar a Restituição” na aba de serviços. Caso deseje informações mais completas, o contribuinte pode acessar o e-CAC, onde é possível verificar o status da declaração e possíveis pendências ou divergências que tenham levado à análise mais detalhada.

Assim, caso você deseje reagendar o pagamento de maneira simples e o crédito da restituição não tenha sido realizado, é possível utilizar o Portal BB. Acesse o link indicado para efetuar o agendamento do valor a ser restituído.

Portanto, se você ainda não recebeu a restituição do Imposto de Renda, é importante verificar se sua declaração caiu na malha fina e corrigir quaisquer erros ou inconsistências. Além disso, certifique-se de ter fornecido as informações corretas para garantir o recebimento adequado do valor devido.

Portanto, acompanhar o processo de restituição e buscar orientação junto aos canais adequados é fundamental para resolver quaisquer problemas e obter o valor a que você tem direito.

Veja também: 4º lote da restituição será distribuído NESTE mês: consulte e descubra QUANTO você receberá

Consequências de cair na malha fina

Uma das principais consequências de cair na malha fina é o atraso no recebimento da restituição. Dessa forma, enquanto a declaração estiver em processo de análise, o contribuinte fica impedido de receber o valor devido, mesmo que ele tenha sido liberado.

Além do atraso no recebimento, é importante estar ciente de que a Receita Federal pode aplicar multas e juros sobre os valores devidos. Assim, embora as penalidades possam variar de acordo com a situação, é crucial que você esteja preparado para arcar com esses custos adicionais.

Outra consequência comum é a necessidade de retificar a declaração. Ou seja, se a Receita identificar erros, inconsistências ou omissões nos dados fornecidos, será necessário corrigi-los por meio de uma declaração retificadora. Esse processo pode demandar tempo e recursos para que as correções sejam feitas de forma adequada.

Além disso, a notificação de irregularidades por parte da Receita Federal pode resultar em futuras investigações e maior rigor na análise das declarações subsequentes. Portanto, é fundamental estar atento aos detalhes e garantir que todas as informações estejam corretas e de acordo com a legislação vigente.

Veja também: Se eu NÃO recebi a restituição do Imposto de Renda, automaticamente CAÍ na malha-fina?

Links úteis

Portal BB: https://www.bb.com.br/irpf

Site Meu Imposto de Renda: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda

Portal e-CAC: https://cav.receita.fazenda.gov.br/autenticacao/Login