Sua MOEDA de R$ 1 pode VALER MAIS de R$ 10 MIL: saiba como isso é possível

Existem algumas moedas e cédulas que podem valer muito mais que o dobro de seu valor original. O motivo? São consideradas raras pelos colecionadores.

Dá para acreditar que uma simples moeda pode valer mais de mil vezes o seu valor? Bem, ainda que a possibilidade pareça absurda para grande parte das pessoas, é completamente real.

Quer saber o mais curioso disso? Pode ser que diversas pessoas tenham, de fato, uma moeda dessas na carteira, mas sequer sabem sobre o quão aquele item pode ser valioso.

Normalmente, é completamente comum que uma moeda ou cédula possam valer altíssimos valores, considerando apenas alguns mínimos detalhes, que muitas vezes passam despercebidos pela maior parte das pessoas.

Eu aposto que essas informações despertaram sua curiosidade, por isso, vale conferir os fatores responsáveis por valorizar tanto assim uma moeda/cédula, bem como as dicas sobre como conseguir um bom dinheiro com elas.

Pode valer mais de R$ 10 mil
Itens raros para colecionadores / Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O que faz uma moeda valer tanto

Antes de mais nada, é preciso entender que existe um mercado especializado somente na compra de moedas e cédulas. As pessoas que compram esse tipo de item, portanto, são chamadas de numismatas, popularmente conhecido também como colecionadores.

Neste sentido, existem algumas moedas que podem acabar chamando atenção desse tipo de público, ao considerar alguns detalhes um tanto quanto “simples” e até mesmo “normais” para grande parte dsa pessoas. Assim, os numismatas podem pagar altíssimos valores apenas para ter um desses itens em sua coleção.

O motivo? A raridade dessas moedas. Melhor dizendo, existem algumas moedas que podem vir com uma letra “extra”, com algum detalhe de impressão que a diferencia das outras, ou até mesmo uma pequena falha resultante do momento em que foi produzida.

Normalmente, quando um cidadão encontra uma dessas raridades, é completamente possível vendê-las através das casas de leilão, mas também pelas redes sociais. Atualmente, publicar uma dessas moedas nas redes sociais pode atrair milhões de colecionadores, cada um deles ofertando valores mais altos para adquirirem o item.

Outro ponto extremamente importante, é justamente o estado de conversação da moeda. Isto é, quanto mais conservada estiver, maior será o valor dela. Além disso, quanto menor for o número de tiragem dessa moeda, mais requisitada ela será.

Veja também: Como fazer uma boa RENDA EXTRA com o CARTÃO DE CRÉDITO? Aprenda e coloque em prática

Moeda de R$ 1 pode valer até R$ 10 mil

Agora que já foi possível entender o motivo que torna uma moeda extremamente rara, é hora de conferir uma linha de tiragem específica que está chamando atenção dos numismatas. Trata-se de uma moeda de R$ 1 que pode valer até mesmo mais de R$ 10 mil.

A moeda em questão, portanto, possui apenas um diferencial: uma letra “P” ao lado de sua “coroa”. Isto é, onde fica o valor da moeda. Para melhor entender, o “erro” aparece embaixo da palavra “real”. Esse “P” significa “prova de cunho”.

Mais especificamente, o “P” serve para indicar o modelo que foi originalmente cunhado, visando indicar a qualidade dessa moeda. Esse é exatamente o motivo que a torna rara, além do seu baixo número de tiragem. Ou seja, não existem muitas dessas moedas espalhadas pelo Brasil.

Assim sendo, vale conferir se você possui uma dessas na carteira. Caso a resposta seja sim, é hora de publicá-la em suas redes sociais. Uma dica é para que os indivíduos sempre coloquem na legenda palavras-chave, como por exemplo “moeda” e “rara”.

Por fim, vale dizer que existem diversas outras moedas que podem valer muito dinheiro, como por exemplo, uma moeda de R$ 0,50 sem o número 0, proveniente de um erro de impressão do Banco Central. Essa moeda também pode valer até R$ 700.

Veja também: Complemente sua RENDA com TRABALHOS ON-LINE: mais DINHEIRO pra você!