Sorteio Minha Casa Minha Vida: Como Funciona? Quero comprar um imóvel!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Sorteio Minha Casa Minha Vida – Veja mais detalhes sobre como funciona um dos principais programas de moradia do país!

Em um momento de tanta instabilidade por conta do novo coronavírus, muitas pessoas estão querendo alguma garantia para o futuro. Por isso o sorteio Minha Casa Minha Vida está sendo tão procurado ultimamente. 

Muitas pessoas querem saber como funciona justamente por estarem ansiosas para tentar comprar um imóvel. A seguir vamos falar um pouco mais sobre isso e sobre como você poderá contar com essas oportunidades. 

Sorteio Minha Casa Minha Vida
Imagem: Divulgação

Programa Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida é, desde sua criação em 2009, uma excelente opção para a realização do sonho do imóvel próprio para milhões de brasileiros. De acordo com os dados, são 5,5 milhões de brasileiros hoje em dia que conseguiram arcar seu financiamento de uma casa que podem chamar de sua. 

Como a procura por esse programa é muito grande, uma saída é o sorteio do Minha Casa Minha Vida que acontece de acordo com o número casas e interessados. O programa faz parcerias com as prefeituras das cidades em que as casas foram construídas para saber quando o número de inscritos é maior do que de casas. 

Como funciona Sorteio Programa Minha Casa Minha Vida

Mas e como funcionam os sorteios do Programa Minha Casa Minha Vida? Esse tipo de ação acontece, geralmente, para casas populares em blocos de prédios ou em vilas que disponibilizam os empreendimentos. 

NOVAS PARCELAS do Auxílio: Calendário da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 5ª PARCELA: TODOS os LOTES!

Para participar do sorteio Minha Casa Minha Vida é necessário que a família esteja inscrita no plano de moradia. Nesse caso específico, porém, apenas aquelas que se enquadram nas regras de Faixa 1 (saiba mais a seguir) podem fazer parte. 

O sorteio geralmente acontece em local público que é escolhido pelas prefeituras. O resultado é publicado sempre no Diário Oficial da União. Quem ganha o sorteio Minha Casa Minha Vida poderá:

  • Fazer o parcelamento do financiamento em até 120 meses;
  • Contar com mensalidades de valor fixo: entre R$ 80 e R$ 270;
  • O imóvel adquirido é utilizado ele mesmo no contrato – e serve como garantia do financiamento. 

Como se cadastrar Minha Casa Minha Vida

Mas e como se cadastrar no Minha Casa Minha Vida? Primeiramente, é importante lembrar que existem quatro faixas de renda diferentes. Elas ficam entre R$ 1.800 até R$ 9.000 e cada uma delas conta com auxílios e vantagens específicas. 

As faixas de renda do Minha Casa Minha Vida são:

Faixa 1: renda familiar bruta de até R$ 1.800: 

  • Nesse caso o Governo lida com 90% do valor da propriedade;
  • Os outros 10% poderão ser pagos em até 120 prestações mensais (tempo de dez anos), que variam de R$ 80 a R$ 270 – sempre sem juros;
  • O valor máximo do imóvel nesse caso é de: R$ 96 mil. 

Faixa 1,5: renda familiar bruta de até R$ 2.600:

  • Nesse caso há um subsídio de até R$ 47,5 mil para famílias que contam com rendimento bruto de até R$ 1.200; 
  • Famílias com renda entre R$ 1.200 e R$ 2.600 vai tendo redução progressiva;
  • Todo o valor restante é financiado através do banco em até 30 anos – com juros de 5% ao ano;
  • O valor máximo do imóvel é de R$ 144 mil. 

Faixa 2: renda de até R$ 4.000:

  • Em caso de famílias com ganho de até R$ 1.800, o programa vai lidar com: R$ 29 mil de subsídio para casa em SP, RJ e DF; valor de R$ 26.365 na região sul do País e em ES e MG; e R$ 23,2 mil para casas que ficam nas regiões centro-oeste (exceto DF), norte e nordeste;
  • As famílias com receita entre R$ 1.800 e R$ 4.000, terão o valor do custeio reduzido progressivamente;
  • O resto dos valores é financiado com taxas de 6% a 7% ao ano;
  • Aqui o valor máximo do imóvel é de R$ 240 mil

Faixa 3: renda familiar bruta de até R$ 9.000

  • Para esta faixa não existe subsídio; os juros são apenas menores – em comparação aos bancos;
  • Existe a taxa de até 9,16% ao ano;
  • Valor máximo do imóvel é de R$ 300 mil.

Inscrição Minha Casa Minha Vida

Por fim, como fazer a inscrição Minha Casa Minha Vida? As inscrições sempre variam de acordo com a sua faixa específica. No caso da Faixa 1, por exemplo, é necessário fazer a inscrição na própria prefeitura mais próxima (ou em uma entidade organizadora que está divulgando a seleção do sorteio). 

Todas as famílias que se encaixam nas outras faixas podem contratar o Minha Casa Minha Vida diretamente nos bancos:

  • Caixa Econômica Federal (CEF); 
  • Banco do Brasil (BB). 

Muitas pessoas não sabem que é possível solicitar pelo BB já que a Caixa é responsável pela maior parte dos financiamentos. Então, depois de fazer o pedido do Minha Casa Minha Vida, os bancos começam a análise de crédito para conferir os valores do subsídio que a família terá direito e as taxas de juros específicas. 

Cadastro Único: Posso me Inscrever? Já sou Inscrito? Quais BENEFÍCIOS tenho Direito?

 

Leia Também