Veja o que mudou para solicitar o Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez – NOVIDADE

Equipe de Redação
Atualizado Hoje!

Veja o que mudou para solicitar o Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez – Confira a seguir as principais novidades para o pedido de benefícios através da Previdência Social!

Com a pandemia muitas pessoas estão com dúvidas sobre as formas de solicitar benefícios da Previdência Social. Por isso é importante saber o que mudou para solicitar o Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez, dois dos mais pedidos. 

Algumas mudanças podem fazer a diferença na vida de milhares de pessoas, por isso é sempre bom estar atento para as novidades. A seguir vamos trazer justamente as informações mais importante sobre essas solicitações. 

Entenda e repasse a notícia para amigos e familiares que podem querer contar com esse tipo de ajuda. 

Veja o que mudou para solicitar o Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mudanças Aposentadoria por Invalidez

Você sabia que recentemente surgiram algumas mudanças na aposentadoria por invalidez? A Previdência Social divulgou algumas regras que mudaram a forma de recebimento de alguns dos seus benefícios. 

Já começa pelo nome: agora o que chamávamos de invalidez é chamada de Aposentadoria por Incapacidade Permanente. Junto com essa nomenclatura, novos detalhes surgiram para a solicitação do auxílio. 

De todas as novidades a principal delas é a mudança no cálculo da aposentadoria por invalidez. Até esse momento de novidades, era feita uma média a partir dos salários de contribuição no período entre julho de 1994 e o período de afastamento.

Até essas mudanças, era possível excluir 20% das contribuições com valores menores (para melhorar o cálculo em sua base). Agora, porém, isso não é mais possível. 

Novo Cálculo Aposentadoria Invalidez

Com o novo cálculo de aposentadoria por invalidez existe uma perda de valor que será recebido pelos beneficiários. Isso acontece justamente por não ser possível a exclusão dos 20% das contribuições. 

Com a base do cálculo caindo e a alíquota sendo a mesma, é isso que acontece. Outros detalhes importantes são:

  • O percentual da Aposentadoria por Incapacidade Permanente caiu para 60%;
  • Podem ser acrescentados 2% a cada ano de serviço – para quem superar 15 anos prestados (para mulheres) ou 20 anos (para homens). 

Novas Regras Auxílio-Doença

Por fim, também surgiram novas regras no Auxílio-Doença que também teve o seu nome modificado: agora é Auxílio por Incapacidade Temporária. Como o outro benefício, não é mais permitida a exclusão dos 20% das menores contribuições. 

Agora a média NÃO poderá ser maior do que à dos últimos doze anos. O que não mudou, porém, é que o benefício continua sendo os 91% da média salarial. Outras mudanças, porém, foram definidas. 

Agora, para conseguir solicitar o Auxílio-Doença como aposentadoria integral, os beneficiários precisam comprovar incapacidade permanente. Isso pode ser:

  • Em caso de acidente de trabalho durante o período de labor; ou
  • Doença ocupacional ou lesão durante o trabalho exercido. 

Nesse caso específico não haverá a redução para os 60%. Ou seja, poderá receber o valor integral do benefício. 

Cadastro para RECEBER R$1.045 do INSS sem nunca ter contribuído: Veja como se CADASTRAR

 

Leia Também