- Publicidade -

Você sabia que é possível solicitar um empréstimo rápido e usar seu imóvel como garantia? Saiba como!

Refinanciamento imobiliário é uma saída para quem precisa de altos valores

0

Com a situação financeira ainda difícil, muitas famílias se veem na necessidade de contratar empréstimos para conseguir sair da inadimplência. Uma forma de efetuar o crédito é a partir do refinanciamento imobiliário. 

- Publicidade -

A opção está conquistando usuários pois possui baixas taxas de juros e longos prazos para realizar os pagamentos. Além disso, a modalidade permite acesso a um volume alto de valores. 

Você sabia que é possível solicitar um empréstimo rápido e usar seu imóvel como garantia? Saiba como!
Como ganhar dinheiro com imóveis? – Imagem: Divulgação

Refinanciamento imobiliário: como funciona?

Essa modalidade de crédito pode ser conhecida por vários títulos como “home equity” e também “empréstimo com garantia de imóvel”. Como o nome já diz, o processo acontece envolvendo a habitação do cliente. 

- Publicidade -

Os consumidores podem colocar um imóvel como garantia no momento de efetuar um empréstimo. Essa decisão oferece ainda mais confiança para as empresas, que possuem maior segurança de que o cliente pagará as parcelas de forma correta. 

Durante esse processo, o imóvel escolhido torna-se legalmente uma propriedade do credor, o que recebe o nome de alienação fiduciária. A pessoa pode continuar residindo no local normalmente. E ao fim do pagamento, a habitação volta ao nome do contratante. 

Dentre as maiores vantagens para adquirir essa modalidade estão as melhores condições de serviço. Ou seja, quem deseja conseguir um valor através desse tipo de contrato pode conseguir um longo prazo de pagamento, taxa de juros reduzida e também um volume bem mais alto do que os normais. 

Veja também: Cartões e empréstimos exclusivos para MEI; Categoria pode ter acesso até R$ 20 mil facilmente

- Publicidade -

Como contratar?

Conseguir receber valores por esse tipo de contratação não é tão difícil como tantas pessoas pensam. Eles estão disponíveis mesmo para quem possui um baixo score de crédito. 

O primeiro passo é buscar uma instituição que faça empréstimos dessa modalidade. Em seguida, o usuário deverá comprovar sua renda para conseguir dar os primeiros passos no procedimento. Algumas empresas podem oferecer valores diferentes a depender do perfil do imóvel.

Assim, um funcionário será designado para analisar a propriedade de forma presencial. Serão observados o estado físico entre outros fatores. São essas características que podem determinar o valor disponível para crédito. 

- Publicidade -

A empresa ainda pode requerer a apresentação da documentação do imóvel para fazer consultas sobre a situação judicial. Um ponto importante é que pode-se usar um bem quitado ou não. 

Contudo, assim como em qualquer situação de realização de crédito, é necessário tomar alguns cuidados. Um deles, por exemplo, é não antecipar pagamento antes que os valores sejam liberados na conta. Essa prática deve levantar questionamentos no usuário. 

O ideal é que antes de efetuar um processo tão sério, que é colocar um imóvel no nome de uma instituição, se faça pesquisas sobre a empresa. Se for possível, busque relatos de antigos clientes. 

Saiba mais: Como solicitar o empréstimo do Auxílio Brasil? Confira!

- Publicidade -

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais