Sinal 5G torna obrigatória a troca de parabólica; brasileiros podem receber GRATUITAMENTE nova antena

Veja como conseguir o kit parabólica gratuitamente. Leia!

A cobertura da 5G chegou ao país na metade deste ano. De lá para cá, as capitais passaram a receber o sinal, embora ele ainda não esteja disponível em todo o território das capitais. Isso acontece porque é necessário ter uma antena a cada 100 mil habitantes. E, por conta disso, nem todos os bairros podem dispor do sinal. O 5G promete uma conexão mais rápida e mais velocidade à Internet.

Porém, o que muita gente pode não saber é que o 5G possui uma relação com as antenas de tv parabólica. Dessa maneira, algumas famílias podem ter que trocar de antena. E, para isso, podem contar com a possibilidade de solicitar um kit gratuitamente por meio de um programa. Veja mais a seguir.

Sinal 5G torna obrigatória a troca de parabólica; brasileiros podem receber GRATUITAMENTE nova antena
Troca de parabólica ocorre por influência do sinal 5G / Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Onde o 5G já está presente?

O sinal da 5G possui um plano de cobertura, com o objetivo de cobrir os municípios do país. Assim, as primeiras cidades a receberem foram as capitais. Desde o mês de julho, a cobertura passou, pouco a pouco, a estar presente nas capitais brasileiras. E, hoje em dia, ela já se encontra nas seguintes localidades:

  • Brasília
  • Belo Horizonte
  • João Pessoa
  • Porto Alegre
  • São Paulo
  • Curitiba
  • Salvador
  • Goiânia
  • Rio de Janeiro
  • Palmas
  • Vitória
  • Florianópolis
  • Recife
  • Fortaleza
  • Natal

No início de outubro, o sinal de 5G chegou nas últimas capitais que faltavam. Vale a pena lembrar que a previsão inicial era de que até o fim de julho todas as capitais tivessem o sinal. Mas, devido à atrasos na entrega de filtros para não haver interferências em sinais de satélites, houve o adiamento.

Veja também: Antena digital totalmente GRÁTIS? Veja quem pode receber o KIT!

Troca de parabólica: quem tem direito?

A troca de parabólica acontece devido à necessidade de “limpar” o espaço aéreo de frequência da banca C de 3,7 GHz a 6,45 GHz. Isso porque a faixa do 5G pega a frequência de 3,5 GHz. Por essa razão, é preciso que haja uma troca de parabólica, já que o sinal poderia ter interferência. E, com isso, a televisão poderia apresentar falhas tanto na qualidade do som quanto da imagem.

Assim, empresas de telefonia associadas à cobertura do 5G se juntaram no programa Siga Antenado, para substituir a parabólica de famílias que pudessem ter o sinal prejudicado. Logo, de acordo com o programa, podem receber o kit parabólica aquelas famílias que:

  • Possuem inscrição no CadÚnico e recebem algum benefício;
  • Possuem uma antena parabólica instalada e funcionando;
  • Façam um cadastro na Siga Antenado e solicitem o novo kit.

Ele poderá ser distribuído gratuitamente para essas famílias. É importante destacar que a frequência da banda C está prevista para deixar de existir em até 18 meses. A troca de parabólicas do kit digital irá operar com a frequência da banda Ku, que funciona entre a faixa de 10,7 GHz a 18 GHz. O kit é composto de um controle remoto, uma antena e um receptor de sinal.

Um detalhe é que as famílias que já possuem a antena conhecida como “espinha de peixe” podem não precisar solicitar a troca.

Como solicitar?

A solicitação pode ser feita pelo site oficial do programa, pelo endereço: https://sigaantenado.com.br/. Além disso, outra possibilidade é fazer a solicitação pelo número 0800 729 2404. É preciso agendar um dia para a entrega e instalação. No entanto, antes de instalar, o responsável realiza uma vistoria para conferir se a família se enquadra nos requisitos.

Veja também: Kit antena gratuito para Brasileiros: saiba COMO solicitar