Seu Bolsa Família foi bloqueado? Confira o prazo do Governo para pagar o retroativo

Beneficiários do Bolsa Família enfrentaram bloqueios em abril devido a atualizações cadastrais necessárias. Novo prazo para regularização e recebimento retroativo é até 10 de maio.

No Brasil, o programa Bolsa Família representa uma rede de segurança crucial para milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social. 

Garantindo não apenas apoio financeiro, este programa integra políticas de assistência social, saúde e educação para fomentar o desenvolvimento sustentável dessas famílias. 

Com frequência, desafios administrativos como atualizações cadastrais podem impactar a continuidade do suporte oferecido, evidenciando a necessidade de uma gestão eficiente e responsiva às mudanças sociais e econômicas do país.

Seu Bolsa Família foi bloqueado Confira o prazo do Governo para pagar o retroativo
Saiba como receber o retroativo do Bolsa Família – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Benefício do Bolsa Família Bloqueado: o que fazer para receber retroativo?

Em abril deste ano, muitos beneficiários do Bolsa Família enfrentaram o bloqueio do benefício devido à necessidade de atualização cadastral. 

O governo federal estabeleceu um novo prazo até 10 de maio para que os afetados regularizem sua situação e possam receber o pagamento retroativo.

Entenda o bloqueio

O bloqueio ocorreu porque o Ministério do Desenvolvimento Social identificou divergências nos cadastros dos beneficiários. 

Uma notificação foi enviada no início de abril, alertando sobre a necessidade de esclarecer as informações para evitar o cancelamento definitivo do benefício. 

Para aqueles que atualizaram seus dados até o dia 12 de abril, o pagamento foi realizado normalmente.

Novas inclusões e benefícios adicionais

Apesar dos bloqueios, o Bolsa Família também está se expandindo. Em abril, 120 mil novas famílias foram adicionadas ao programa. 

Além do benefício base de R$ 600, adicionais de R$ 50 e R$ 150 estão sendo pagos dependendo do número de filhos. 

Há também novos auxílios, como o “Auxílio Gás” de R$ 102 e o “Pé de Meia”, um auxílio de R$ 200 para estudantes do ensino médio beneficiários do programa.

Quais são os benefícios do Bolsa Família em 2024?

Confira a lista completa com todos os adicionais do Bolsa Família e aprenda a calcular o seu benefício: 

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa na família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam no mínimo R$ 600.
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Assegura que nenhum beneficiário receba menos do que o previsto pelo programa anterior, Auxílio Brasil, até maio de 2025.
  • Benefícios de R$ 50 específicos para crianças e gestantes, visando fortalecer o suporte às fases críticas de desenvolvimento.
  • Por fim, BPI (Benefício Primeira Infância) de R$ 150 para crianças de até seis anos de idade. 

Veja também: ATENÇÃO: seu Bolsa Família pode ser cancelado por ESTE motivo!

Ministério do Desenvolvimento Social divulga o calendário de pagamentos do benefício; confira

Os pagamentos do Bolsa Família em abril começaram no dia 17, seguindo um cronograma que vai até o dia 30, conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário. Confira. 

  • NIS final 1: 17 de abril
  • NIS final 2: 18 de abril
  • NIS final 3: 19 de abril
  • NIS final 4: 22 de abril
  • NIS final 5: 23 de abril
  • NIS final 6: 24 de abril
  • NIS final 7: 25 de abril
  • NIS final 8: 26 de abril
  • NIS final 9: 29 de abril
  • NIS final 0: 30 de abril

Como atualizar os dados?

É crucial que os beneficiários atualizem seus dados nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) ou na prefeitura local, apresentando documentos pessoais e comprovantes de vacinação e frequência escolar dos filhos.

Como consultar o Bolsa Família?

Para evitar futuros bloqueios, é essencial manter o cadastro atualizado. A consulta sobre a situação pode ser feita através do aplicativo do Bolsa Família, do Caixa Tem, ou do portal Cidadão Caixa: https://www.caixa.gov.br/

A inscrição no Cadastro Único é um pré-requisito, mas não garante a aprovação imediata no programa.

Veja também: Governo autoriza novo empréstimo aos brasileiros que recebem Bolsa Família; veja como solicitar