SAQUE EXTRAORDINÁRIO do FGTS para brasileiros que trabalharam até 1988: quais os requisitos para receber?

Sejo trabalhou de carteira assinada em 1998, você pode ter dinheiro do FGTS para sacar! Veja os requisitos e como saber se tem saldo.

Mais de 10 milhões de trabalhadores têm até o dia 5 de agosto para efetuar o saque das cotas do Pis-Pasep, segundo a Caixa Econômica Federal. Caso não realizem o saque, o montante será transferido do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o Tesouro Nacional. O valor total disponível para retirada é de R$ 25,4 bilhões e é destinado aos cidadãos que trabalharam de carteira assinada entre 1971 e 1988, tanto no setor público quanto no setor privado.

Aplicativo do FGTS diz se você tem saldo
Aplicativo do FGTS diz se você tem saldo. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Aplicativo do FGTS diz se você tem saldo

Para facilitar o processo, o saque pode ser realizado por meio do aplicativo do FGTS, sem a necessidade de comparecer presencialmente a uma agência. Após a transferência das cotas do Pis-Pasep para o Tesouro Nacional, os trabalhadores ainda terão um prazo de cinco anos para fazer o resgate.

Para isso, será necessário solicitar diretamente à União, seguindo um procedimento que será divulgado por portaria conjunta dos Ministérios do Trabalho e Emprego, da Fazenda e do Planejamento e Orçamento.

No entanto, é recomendado que os cidadãos realizem o saque dentro do prazo estabelecido pelo canal digital do FGTS, evitando a necessidade de seguir esse procedimento adicional. Desde a migração para o fundo, a Caixa já efetuou mais de 481 mil pagamentos, totalizando R$ 701 milhões.

Para realizar a retirada das cotas do Pis-Pasep, basta seguir alguns passos simples no aplicativo disponível para iOS e Android (link no final do artigo), são eles:

  • Na tela inicial, procure por “Você possui saque disponível”
  • Clique em “Solicitar o saque do PIS/PASEP”
  • Escolha a forma de saque
  • Verifique todos os dados e confirme a solicitação.

O valor será transferido para a conta indicada pelo trabalhador, que pode ser de qualquer instituição financeira, não necessariamente da Caixa.

Portanto, é importante que os trabalhadores que têm direito às cotas do Pis-Pasep fiquem atentos ao prazo de saque e utilizem o aplicativo do FGTS para realizar a retirada de forma simples e rápida. Aproveite essa oportunidade para acessar os recursos disponíveis e garantir seu benefício.

Veja também: FGTS tem novo saque confirmado: quem terá direito aos valores distribuídos? Saiba agora!

O que acontece se o trabalhador perder o prazo de saque?

Quando o trabalhador perde o prazo para sacar o FGTS, o valor não é perdido definitivamente. No entanto, é necessário seguir algumas etapas adicionais para ter acesso aos recursos. O primeiro passo é entrar em contato com a Caixa Econômica Federal, responsável pela administração do FGTS, para verificar as opções disponíveis.

Uma das opções é solicitar a abertura de um processo administrativo para reaver o valor do FGTS. Nesse caso, o trabalhador precisará apresentar documentos que comprovem o direito ao saque, como a carteira de trabalho e o termo de rescisão do contrato de trabalho.

Outra alternativa é aguardar a abertura de um programa de saque extraordinário. Em algumas situações, o governo pode autorizar a liberação dos recursos do FGTS fora dos prazos regulares, como ocorreu durante a pandemia da COVID-19.

Portanto, é fundamental estar informado sobre as opções disponíveis e buscar orientações junto à Caixa Econômica Federal para garantir o acesso aos recursos do FGTS.

Veja também: QUANDO será feito o pagamento do lucro do FGTS? Todos os trabalhadores receberão?

Links úteis

Site FGTS: www.fgts.gov.br

Aplicativo FGTS

  • Google Play: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.fgts.trabalhador&hl=pt_BR&gl=US
  • Apple Store: https://apps.apple.com/br/app/fgts/id1038441027