Salário de R$ 5 mil: Curso Gratuito de programação está com inscrições abertas – Alunos formados alcançam excelente remuneração!

Com os cursos de programação, os estudantes terão mais oportunidades no mercado de trabalho.

Para oportunizar um emprego melhor para os jovens de baixa renda, a ONG Recode, está com as inscrições abertas para o curso gratuito de formação online em programação. No total, são 420 vagas disponíveis que vão atender estudantes de 11 regiões metropolitanas.  A ONG atua na inclusão digital e oferece qualificação profissional no segmento de Tecnologia da Informação, um dos mais promissores do mercado de trabalho.

O processo seletivo vai até o dia 25 de fevereiro no site da ONG (https://recodepro.org.br/). Podem realizar a inscrição pessoas de 18 a 29 anos que concluíram o ensino médio e que tenha renda familiar de um salário mínimo, que é de R$ 1.212. Os interessados devem pertencer nas regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Fortaleza, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, Porto Alegre e Manaus.

O curso de programação é voltado para jovens de baixa renda./ Imagem: ONG Recode.

Mais oportunidade de emprego

A área de programação é uma das melhores do mercado de trabalho e a que mais emprega atualmente. Quem parte para esse setor tem a chance de conseguir um salário inicial de R$ 5 mil. Além disso, esses profissionais não ficam desempregados. Por ser um mercado com escassez de trabalhadores qualificados, os programadores muitas vezes são disputados por empresas.

Segundo a ONG Recode, 92% dos ex-alunos do curso de programação gratuita conseguiram emprego na área.  E isso foi em apenas 6 meses após finalizar a qualificação. A média salarial desses novos profissionais chega a R$ 5 mil, causando uma mudança social significativa na vida desses jovens. Muitos dos participantes conseguiram posição de destaque nas empresas em que trabalham e servem de exemplo para outros jovens que buscam o mesmo caminho.

Veja também: Estão abertas as inscrições do Bolsa Trabalho: Veja as opções de cursos profissionalizantes com Auxílio mensal de R$ 540

Como será o processo seletivo?

A seleção ocorre em duas etapas. Primeiro, os candidatos devem realizar até 6 de março dois cursos online da plataforma da ONG e um exame de raciocínio lógico.

Os aprovados nas fases serão convidados para participar de um evento virtual voltado para programadores, conhecido com Hackathon. A ideia é que eles já comecem a conviver com o mercado e conheça novas possibilidades na área de programação.

Logo depois, os aprovados deverão enviar os seus documentos para formalizar a matrícula e participar do curso que será realizado entre maio a dezembro de 2022, com 4 horas de duração.

De acordo com a ONG, com a finalidade de promover a inclusão social, 51% das vagas estão destinadas a negros ou pardos. Além disso, 40% da vagas estão destinadas para mulheres e, como critério de desempate, pessoas LGBTQIA+ terão prioridade.

Veja também: SENAI abre mais de 3 mil vagas em cursos de qualificação profissional EaD