- Publicidade -

Saiba como SIMULAR quanto você receberá do INSS no próximo ano

Confira as previsões para 2023. Valor terá um aumento significativo?

0

Com 2022 chegando ao fim, as especulações sobre reajuste dos valores pagos no próximo ano começam a tomar força. Neste caso, os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem celebrar um aumento em seus benefícios. Contudo, não se alegre tanto! Isso porque o valor está abaixo das expectativas de crescimento iniciais. Quer simular o quanto irá receber pelo INSS em 2023? Então, acompanhe a matéria.

- Publicidade -

Em primeiro lugar, é importante destacar que o aumento passa pela mesma taxa de reajuste do salário-mínimo vigente no país. Isso significa que os benefícios pagos aos contribuintes pela Previdência Social também devem ter um aumento no próximo ano. A saber, o aumento de ambos os valores segue a previsão de crescimento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Veja a previsão.

Veja os valores previstos para 2023. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Reajuste nos repasses do INSS para 2023

Embora esteja previsto, o aumento não deve cumprir as expectativas firmadas inicialmente. Em suma, a taxa esperada por especialistas era que o INPC acabasse o ano em 7,41%. Mas agora, faltando menos de 3 meses para o final de 2022, a previsão caiu para 6,54%, uma diferença de quase 1% nas chances de aumento do salário-mínimo e no valor dos benefícios.

- Publicidade -

Contudo, os valores ainda não são definitivos. Mas mantida essa expectativa, o salário-mínimo abandona a possibilidade de custar R$ 1.302 em Janeiro de 2023, para ficar em cerca de R$ 1.292 para os trabalhadores que recebem o piso. E com isso, os benefícios do INSS seguem no mesmo patamar. Ou seja, se você recebe em 2022 apenas um salário-mínimo da Autarquia (R$ 1.212,00), em 2023 deverá receber R$ 1.292, um aumento de apenas R$ 82. No caso de quem recebe 02 salários (R$ 2.424,00), o valor deve subir para R$ 2.584,00, e assim por diante, até atingir o teto, que deverá ser de R$ 7.612,38.

Veja mais: INSS: Passo a passo para consultar o resultado da perícia médica através do seu CELULAR  

Aumento sem poder de compra

Essa mudança no valor repassado aos beneficiários não significa que o dinheiro pode ser considerado como uma quantia extra para outros gastos. Na verdade, esse acréscimo é suficiente apenas para cobrir os valores da inflação, e manter a possibilidade de compra como está no presente.

- Publicidade -

Dessa forma, a alta no preço dos insumos básicos utilizados pela população brasileira continuará sendo um calo para os aposentados e pensionistas. Afinal de contas, o poder de compra dos brasileiros está perdendo para a escalada dos preços no mercado. Alguns alimentos, como o limão, por exemplo, registraram uma variação de mais de 400% em seu preço no decorrer deste ano.

Ainda, tanto quem depende de benefícios da Previdência Social, quanto os trabalhadores que recebem apenas um salário-mínimo sofrem com a diminuição da expectativa no INPC contra os preços inflacionados. Além disso, o benefício mínimo e também o Benefício de Prestação Continuada (BPC) serão pagos no valor do piso salarial.

Por fim, para os aposentados que recebem o teto do INSS, a expectativa de reajuste significa que o valor pago poderá subir de R$7.087 para, no máximo, R$ 7.612,38. em 2023. O valor definitivo do INPC, responsável por regular esses reajustes, será definido até Dezembro. Com esse número em mãos, poderá ser feito o cálculo do valor real dos benefícios para 2023.

Veja mais: Faça ISTO para AUMENTAR sua aposentadoria do INSS; incrível!  

- Publicidade -

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais