- Publicidade -

Cidadãos que trabalharam em 2020 poderão sacar valores ESQUECIDOS; saiba como!

Recurso é destinado aos trabalhadores.

0

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil ainda estão concedendo o abono salarial do PIS/Pasep para quem ainda não sacou os valores devidos.

- Publicidade -

Os valores têm como ano-base o ano de 2020. Conquanto os depósitos foram encerrados em 31 de março, os resgates podem ser feitos até dia 29 de dezembro do presente ano.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, 478 mil trabalhadores não sacaram o benefício até o momento. Do total, 353.100 são benefícios do Pasep. Esses benefícios são destinados aos servidores e são pagos pelo Banco do Brasil. O restante, 125.624, são referentes ao PIS. Tais benefícios são direcionados aos trabalhadores com carteira assinada e são pagos pela Caixa. 

Requisitos para sacar os valores. Imagem: Divulgação

Veja os requisitos para sacar os valores esquecidos

- Publicidade -

Desse modo, quem trabalhou em 2020 com carteira assinada, cumpre os requisitos do programa e ainda não fez o saque, precisa conferir, pois há valores para serem sacados. 

Os requisitos para ter direito ao PIS/Pasep são: estar cadastrado no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos em 2020; ter trabalhado, ao menos, durante 30 dias para pessoa jurídica em 2020; ter recebido uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos em 2020; e estar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial). 

Todavia, trabalhadores rurais empregados por pessoa física; empregados domésticos; trabalhadores urbanos empregados por pessoa física; e trabalhadores empregados por pessoa física, equiparada a jurídica, não terão direito ao abono. Para consultar as informações do PIS/Pasep é necessário ligar para a Central de Atendimento Alô Trabalho, no número 135 ou acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android (https://bityli.com/NdhrOJ)  e iOS (https://bityli.com/UQefF).

Veja tambémMilhares de trabalhadores ainda não sacaram o PIS de 2021; R$ 1 mil disponível para este grupo

- Publicidade -

Como achar seu número PIS e efetuar o saque 

Para consultar o valor a ser recebido, você deverá ter em mãos seu número PIS. Nesse sentido, caso você não saiba qual é o seu número, tem como buscá-lo no portal “Meu INSS” (https://meu.inss.gov.br//#/login).

Inicialmente, ao entrar no site, você deverá logar com sua conta gov.br. Em seguida, abra a página de “Meu Cadastro.” Lá estarão todas as suas informações relacionadas ao sistema gov.br, incluindo seu número PIS.

Saiba como sacar o PIS/Pasep:

- Publicidade -

PIS (Caixa Econômica Federal):

  • Inicialmente, nas agências da Caixa, com documento de identificação com foto;
  • Além disso, há a possibilidade de usar o Cartão do Cidadão, nos caixas eletrônicos e nas lotéricas.

Pasep (Banco do Brasil):

  • Nas agências do Banco do Brasil, o saque pode ser efetuado levando um documento de identificação;
  • Por fim, pode-se fazer também via transferência automática na conta de quem é cliente da instituição.

- Publicidade -

Para mais informações, basta ligar para o número 158, e ter acesso ao Alô Trabalhador, responsável por responder às dúvidas dos trabalhadores sobre o abono salarial e também outras questões.

Veja mais: Trabalhadores podem ter até R$ 3.000 esquecidos do PIS/Pasep; veja como consultar

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais