Roupas da Shein são realmente mais baratas? Estudo mostra resultado SURPREENDENTE

Entenda se a Shein realmente é a melhor opção para o seu bolso e aprenda a economizar ainda mais com o programa de pontos da empresa asiática.

A Shein é uma loja asiática com foco principal em moda. Disponível, principalmente, por meio do site ou do aplicativo, ela teve muito sucesso entre a população brasileira desde o início de 2020. Em 2022, por exemplo, a empresa conseguiu vender mais de R$ 7 bilhões em produtos, atingindo a colocação de terceira maior varejista do Brasil, atrás da Riachuelo e da Lojas Renner.

Além disso, é estimado que a loja tenha um aumento ainda maior no faturamento de 2023. Segundo cálculos, a previsão é de R$16 bilhões em vendas para brasileiros. 

Contudo, a decisão do Governo Federal de fiscalizar as encomendas que chegam ao país e a taxação do que é necessário, pode diminuir o faturamento e, consequentemente, o crescimento da loja no Brasil.

shein
Entenda os motivos pelos quais a empresa é conhecida por ter preços mais acessíveis. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

As roupas da Shein são realmente mais baratas?

A Shein trabalha com menos intermediários, assim, as roupas vão direto da fábrica para os depósitos e, posteriormente, para o consumidor. Com isso, não é necessário arcar com os cursos de varejistas, por exemplo. 

Além disso, a empresa é majoritariamente online, assim, não precisa pagar aluguel de espaços e funcionários para o atendimento de cliente. Ademais, a loja não costuma investir em propagandas em televisão, jornais ou outdoor, barateando os custos. 

Mas existe um outro quesito que faz os produtos serem mais baratos para os brasileiros. As compras enviadas para o Brasil utilizam o limite de US$ 50 para compras entre pessoas físicas. Sendo um dos motivos pelos quais a empresa, que é jurídica, consegue manter os preços mais baratos do que as lojas brasileiras.  

Contudo, o governo brasileiro anunciou que quer aumentar a fiscalização nas compras, o que pode ocasionar o aumento nas encomendas, já que serão taxadas na Receita Federal. Consequentemente, isso ocasionaria aumento do valor dos produtos da Shein, o que retiraria seu principal ponto na competição: os preços baixos. 

Saiba mais: Ministra emite comunicado POLÊMICO sobre taxar SHEIN e SHOPEE

Como acumular pontos e economizar ainda mais

A empresa asiática ainda possui um sistema de pontos, que pode ocasionar ainda mais economia nos produtos. A primeira maneira de conseguir acumular pontos é ao realizar cadastro na plataforma, já que a pessoa pode conseguir até 100 pontos só por confirmar o e-mail. O cliente pode conseguir pontos, também, ao confirmar o recebimento de uma compra, já que pode receber 1 ponto a cada dólar comprado. Além disso, a pessoa pode conseguir mais pontos ao realizar comentários sobre a peça recebida, e, quanto mais informações sobre a encomenda, mais pontos ganha. Ademais, a Shein ainda aparece com umas ofertas de pontos em ocasiões específicas. 

Veja também: Qualquer pessoa pode GANHAR dinheiro com a SHEIN: confira o passo a passo