Lote de pagamento RESIDUAL da restituição do Imposto de Renda: consulte!

Quem ainda não recebeu a restituição do IR pode consultar o lote residual, saiba como!

A Receita Federal liberou a consulta do pagamento residual do primeiro lote da restituição do Imposto de Renda. Quem ainda não recebeu tem a chance de reaver os valores em breve. Então, prepare-se para consultar o que é seu por direito.

Por isso, se você está nessa situação saiba que poderá consultar os valores do processo de liberação desses lotes residuais. Saiba quando o sistema estará liberado para consulta.

Lote de pagamento RESIDUAL da restituição do Imposto de Renda: consulte!
Receba o residual do seu Imposto de Renda nesta semana. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia

Imposto de Renda (IR): consulte o lote residual 

O IR é um tributo aplicado anualmente sobre a renda que cada brasileiro recebe. Então, acompanha a evolução patrimonial das pessoas ano após ano.  

A Receita Federal avalia se o que foi cobrado é realmente o que é necessário pagar conforme os rendimentos dos trabalhadores.

O Imposto de Renda serve para contribuir com o governo, a fim de gerar dinheiro para realizar melhorias na qualidade de vida de toda a população.  

Além de ser uma das maiores fontes de receita do Governo Federal, os impostos arrecadados são destinados à saúde, educação, programas de transferência de renda, segurança e outros serviços públicos.

Portanto, quem não recebeu os valores do pagamento residual da restituição do IR do primeiro lote até agora, terá a chance de reaver esses valores. 

A saber, o primeiro lote do pagamento residual do Imposto de Renda ficará disponível para consulta nesta terça-feira (24), a partir das 10h da manhã.

Segundo a Receita Federal 354.509 é o montante de contribuintes contemplados com cerca de R$ 643,3 milhões em devoluções. A distribuição dos grupos ficará dessa forma: 

  • Idosos com mais de 80 anos: (6.106);
  • Idosos entre 60 e 79 anos: (54.438);
  • Pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave: (6.491);
  • Contribuintes onde a fonte de renda seja o magistério: (16.874);
  • Contribuintes que utilizaram a declaração pré-preenchida e solicitaram a restituição via Pix: (119.040);
  • Contribuintes que não possuem prioridade legal: (151.560).

Veja também: É possível receber a RESTITUIÇÃO do Imposto de Renda mesmo tendo caído na malha fina?

Como consultar a restituição?

A consulta do pagamento residual da restituição do Imposto de Renda pode ser feita pela internet, no site da Receita Federal em www.gov.br/receitafederal. 

Ao acessar o site, clique no menu “Meu Imposto de Renda” e depois selecione a opção “Consultar a Restituição”. Vale destacar que a liberação dos valores será no dia 31 de outubro, e depositado na conta bancária informada pelos contribuintes.

Além disso, haverá a correção dos juros do dinheiro conforme a taxa Selic, caso não ocorra o depósito da quantia na data informada, o cidadão deve entrar em contato com o Banco do Brasil para reagendar o recebimento. Para entrar em contato com os canais de atendimento do Banco do Brasil, acesse os canais abaixo:

  • Portal BB: www.bb.com.br/irp;
  • Central de Relacionamento BB: 4004-0001 (para capitais)
  • 0800-729-0001 (demais localidades)
  • 0800-729-0088 para deficientes auditivo

Se você descobriu que sua declaração caiu na malha fina é porque ela deve ter alguma pendência. Portanto, o contribuinte deve acessar o portal e-CAC em https://cav.receita.fazenda.gov.br/autenticacao/Login, para regularizar.

Ao acessar o portal, é importante enviar a sua declaração retificadora para corrigir as informações passadas que estiverem inconsistentes. Só assim, será possível reaver os valores que ainda estão retidos. 

Saiba mais: Ficou retido? Resgate seu dinheiro da restituição do Imposto de Renda AGORA MESMO!