Redação do Enem: letra feia pode ZERAR a nota?

Os candidatos devem ter cuidado na hora de escrever a redação do Enem para que a letra esteja legível.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se caracteriza enquanto uma prova que permite que os estudantes brasileiros tenham acesso à educação superior. Dessa forma, qualquer pessoa que tenha o ensino médio completo pode participar da seleção para as universidades por meio da prova de admissão em questão.

O Enem surgiu em 1998 e no começo era utilizado como uma forma de avaliar a qualidade do ensino médio no Brasil. No entanto, durante 2004, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou o Programa Universidade Para Todos (ProUni) e em 2010 o Sistema de Seleção Unificada (SISU), de forma que a prova se tornou passível para ser utilizada como forma de admissão ao ensino superior em universidades públicas.

O Enem é subdividido em algumas provas e uma das mais importantes é a redação, que conta com um grande peso na pontuação final e pode até mesmo ser zerada em alguns casos. Portanto, confira a seguir se uma letra feia é capaz de zerar a redação do exame.

A redação do Enem deve contar com uma legível. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Letra feia pode zerar a nota da prova de redação do Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é aplicado uma vez ao ano, sendo dividido em dois domingos, e normalmente a aplicação acontece no mês de novembro. O exame gera diversas dúvidas e preocupações nos candidatos que vão concorrer a uma vaga nas universidades brasileiras.

Uma das questões diz respeito a letra utilizada para escrever a redação do Enem, muitas pessoas se perguntam se uma letra feia é capaz de fazer com que a prova seja zerada. Dessa forma, vale ressaltar que uma letra feia por si só não é capaz de zerar o exame. No entanto, é necessário que o conteúdo esteja legível, caso o corretor não consiga entender o que está escrito, a prova poderá ser zerada.

Assim, a conclusão é que a letra não precisa ser necessariamente bonita, mas precisa ser legível. Além disso, caso o candidato rasure a prova, ele não levará um zero ou perderá pontos. Neste caso, só poderá perder pontos caso a rasura faça com que uma palavra se torne ilegível.

Além disso, o uso de corretivos também não é permitido durante a prova. Ao errar, o ideal é que se risque a palavra e escreva (palavra errada) ao lado do conteúdo.

Confira também: Vai fazer o ENEM? Confira todas as informações lançadas até agora para a edição de 2023

Como vai funcionar o Enem 2023?

As provas do Enem 2023 serão realizadas entre os dias 5 e 12 de novembro, que são dois domingos consecutivos. Sendo assim, o exame será aplicado da mesma forma como ocorreu nos últimos dois anos. No total, os candidatos deverão responder a 180 questões objetivas e também produzir uma redação manuscrita.

No caso da prova manuscrita, será possível ter acesso a um rascunho para que seja produzida a redação antes de ser escrita na folha de papel da prova oficial.

Saiba mais: UTILIDADE PÚBLICA: veja como usar sua nota do Enem para conseguir Bolsa de Estudos fora do Brasil