7 curiosidades sobre o Real Digital: Quando começa a valer e como trocar o Real tradicional pela nova moeda

Atualizado Hoje!

Conheça como poderá funcionar a nova moeda Real Digital para facilitar a vida do consumidor brasileiro! 

Você já ouviu falar do novo Real Digital? Essa é uma proposta que está sendo discutida e provavelmente será levada em frente pelo Banco Central do Brasil. 

Confira quais são os últimos detalhes dessa nova moeda e como ela vai funcionar no Brasil. Apesar de poucas informações divulgadas até o momento, já sabemos como esse tipo de valor funciona no restante do mundo. Entenda. 

Real Digital Quando começa a valer e como trocar o Real tradicional pela nova moeda
Real Digital! Quando começa a valer? / Imagem: Divulgação.

O que é Real Digital

Depois do Pix e do Open Bank, o Banco Central do Brasil está muito próximo de lançar uma nova modalidade de moeda. Mas afinal, o que é o Real Digital?

Para explicar melhor, é possível fazer uma comparação com o que já existe neste momento. Mesmo em fase de discussão, sabemos que ele vai pertencer a uma nova categoria de moedas. 

E vai funcionar o real digital então? Ele faz parte do que é chamado no setor de Central Bank Digital Currencies, as CBDCs. Esse tipo de categoria já é usado no mundo todo e funcionará em possível “conversa” com os outros sistemas, podendo ser usado de forma conjunta. 

Então real digital é igual bitcoin? Não. Esse último exige sempre mineração, isto é, pode ser emitido por qualquer pessoal. O real digital será fabricado apenas pelo Banco Central e só vai ser entregue em troca com o real “tradicional”. 

Para quê vai servir o Real Digital?

Mas então para quê vai servir o real digital? Ele será diferente do dinheiro comum? Ainda não se tem a definição de todos os detalhes. 

O que se sabe até o momento é que ele poderá ser usado com destaque em algumas funções específicas:

  • No pagamento de internet das coisas (IoT); 
  • Facilitando transações entre empresas e pessoas; 
  • Para contratos inteligentes na internet; 
  • Para o uso de dinheiro programável; 
  • E para todas as funções que o dinheiro tradicional já faz. 

Como trocar real tradicional por Real Digital?

A grande dúvida, mesmo antes do lançamento, é: como conseguir reais digitais

Ao que tudo indica, os clientes vão conseguir o real digital entregando reais tradicionais ao Banco Central. Ou seja, não haverá mineração como acontece com os bitcoins. 

As operações são 100% intermediadas por bancos cadastrados, cooperativas e fintechs. Por isso o real digital é seguro se for tratado com empresas ligadas ao Banco Central.

Qual é a diferença entre real digital e PIX?

O real digital não será uma nova forma de transação, mas uma nova moeda. Uma espécie de “moeda inteligente”. A ideia é estimular novos tipos de negócios em economia digital que está crescendo no mundo todo.

Resumindo: PIXe o real digital não são a mesma coisa porque o primeiro opera com moeda tradicional e o outro é um outro tipo de moeda. 

Diferença entre real e real digital

Outra grande diferença entre o real digital e o real tradicional é quem intermedia todas as suas funções. Hoje em dia, o real que temos é de total responsabilidade do seu banco. 

O real digital será de responsabilidade do Banco Central do Brasil. 

Dinheiro programável o que é

E o que é o dinheiro programável, que será facilitado pelo real digital? Ele é uma espécie de variação da já conhecida internet das coisas. 

Para facilitar o entendimento: pense em serviços de assinatura com valor específico (como pacotes de dados de internet em celulares, por exemplo). Hoje em dia, quando acaba o seu pacote, você precisa esperar até a próxima fatura ou deve pedir mais na operadora. 

E como funciona o dinheiro programável? Ele vai justamente permitir e automatizar funções de pagamento automático. Se você tem, por exemplo, esse tipo de moeda disponível e quer uma reposição automática, vai acontecer sem que você precise entrar em contato com outras empresas. 

Quando começa a valer o Real Digital?

Finalmente, quando começa o real digital? O projeto ainda está em fase de discussão, mas especialistas apontam com otimismo para o começo desse tipo de pagamento. 

É possível que até o fim de 2021 já comecem os primeiros testes com o real digital e os primeiros usuários possam usar. 

Assim como o PIX, é provável que haja um momento de transição e apenas algumas pessoas possam obter o real digital. Mais detalhes devem ser divulgados pelo Banco Central em breve. 

Auxílio Emergencial: Caixa e Whatsapp fecham parceria relacionada ao benefício

 

Leia Também