- Publicidade -

Reajuste no BPC em 2022: Benefício tem atualização de valor a partir de 10/01 – Veja o novo valor e quem pode receber

Entre os diversos benefícios pagos pelo Governo Federal, o Benefício de Prestação Continuada foi um dos que aumentou o valor, já que a partir do próximo mês terá mais R$ 112 acrescidos ao pagamento.

0

Neste ano, o salário mínimo aumentou passando de R$ 1.100 para R$ 1.212 e com isso, diversos benefícios pagos pelo Governo Federal tiveram o valor atualizado, já que possuem como média o piso salarial.

- Publicidade -

Entre os diversos benefícios pagos pelo Governo Federal, o Benefício de Prestação Continuada foi um dos que aumentou o valor, já que a partir do próximo mês terá mais R$ 112 acrescidos ao pagamento.

Além disso, é necessário também se atentar quanto ao limite de renda que o cidadão deve apresentar para solicitar o benefício ou até mesmo, manter-se no programa.

Benefício tem atualização de valor a partir de 10/01
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – Imagem:  Agência Brasil/Marcello Casal Jr.

Reajuste no BPC em 2022: Benefício tem atualização de valor a partir de 10/01 – Veja o novo valor e quem pode receber

- Publicidade -

O Benefício de Prestação Continuada foi criado em 1993 através da Lei Orgânica de Assistência Social e prevê o pagamento correspondente a um salário mínimo aos idoso com sessenta e cinco anos ou mais, assim como também ao portador de deficiência.

Contudo, outro requisito é que sejam enquadrados como de baixa renda.

A vantagem do BPC é que mesmo sendo um benefício gerenciado pelo Instituto Nacional do Seguro Social, ele não é considerado um benefício previdenciário, já que não exige contribuições para que seja concedido.

Contudo, para receber este benefício é necessário observar outros critérios exigidos para receber o benefício, sendo os seguintes:

- Publicidade -

  • Ser brasileiro ou de nacionalidade portuguesa com moradia comprovada no Brasil;
  • Ter renda por familiar por pessoa igual ou menor a 25% do salário mínimo;
  • Se pessoa portadora de deficiência, é preciso que se submeta à perícia médica do INSS;
  • Não somente o requerente tem que estar no Cadastro Único, mas sim todos os integrantes da família.

O Benefício de Prestação Continuada somente será liberado para os brasileiros que não tiverem exercendo atividade remunerada.  Se no decorrer do pagamento do benefício, o Governo Federal em algum momento identificar que há atividade profissional remunerada, automaticamente, o benefício será suspenso.

Não terá direito ao benefício os Microempreendedores Individuais (MEI).

Veja também:  Auxílio BPC de R$1100: Crianças e Jovens podem ter direito ao benefício?

- Publicidade -

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais