Quem teve o Bolsa Família CANCELADO pode sacar parcelas retroativas? Entenda!

Famílias com Bolsa Família bloqueado podem sacar valores retroativos após atualização cadastral, trazendo alívio financeiro e reforçando a importância da regularidade cadastral.

Em março de 2024, um número significativo de famílias brasileiras enfrentou o bloqueio de seus benefícios do Bolsa Família, causando preocupação e incerteza. 

Contudo, para aqueles que se mobilizaram para atualizar seus cadastros até o dia 15 de março, surgiu uma oportunidade: a possibilidade de sacar valores retroativos de benefícios anteriormente cancelados ou bloqueados. 

Esta medida representa um alívio e um apoio crucial para muitas famílias, destacando a importância de manter as informações cadastrais atualizadas e cumprir com as condicionalidades do programa.

Quem teve o Bolsa Família CANCELADO pode sacar parcelas retroativas Entenda!
Entenda a regra do Bolsa Família retroativo – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Descubra como receber as parcelas retroativas do Bolsa Família

Em março de 2024, muitas famílias enfrentaram o bloqueio de seus benefícios do Bolsa Família, uma situação que trouxe incertezas e dificuldades. 

No entanto, uma luz no fim do túnel apareceu para aqueles que atualizaram seus cadastros até o dia 15 de março: a possibilidade de sacar valores retroativos do benefício. 

Este artigo aborda como os beneficiários do Bolsa Família, cujos pagamentos foram cancelados ou bloqueados, podem regularizar sua situação e garantir o saque retroativo desses valores. A medida é essencial para muitas famílias brasileiras.

Como saber se meu benefício pode ser bloqueado?

O Bolsa Família, programa de transferência de renda do Governo Federal, visa apoiar as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza, garantindo-lhes o direito à alimentação, educação e saúde. 

No entanto, em março, aproximadamente 1 milhão de famílias tiveram seus benefícios bloqueados devido a diversas razões, como a falta de atualização cadastral, pendências no CPF ou indícios de falecimento de membros da família.

Para aqueles que enfrentaram o cancelamento do benefício em fevereiro, o desafio foi ainda maior. 

Cerca de 338 mil famílias viram seus benefícios serem cancelados, principalmente por não regularizarem o cadastro no prazo estipulado ou por atingirem o limite de 24 meses dentro da regra de proteção.

A boa notícia é que, uma vez regularizada a situação cadastral, é possível reaver os valores retroativos, proporcionando um alívio financeiro significativo.

Como desbloquear o Bolsa Família?

A reativação dos benefícios e o saque dos valores retroativos são possíveis após a correção das pendências e análise pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). 

Os beneficiários podem acompanhar a situação pelo aplicativo do Bolsa Família, pelo app Caixa Tem, ou pelo portal Cidadão da Caixa, verificando se as parcelas anteriores estão marcadas como liberadas.

Acesse o Caixa Tem: https://www.caixa.gov.br/.

Veja também: Auxílio ESPECÍFICO do Bolsa Família foi congelado para brasileiros de NIS 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0; sem previsão de retorno?

Governo confirma desbloqueio para estes beneficiários

Para os beneficiários que atualizaram seus cadastros até 15 de março, os benefícios serão desbloqueados nos próximos dias.

Será possível sacar as parcelas atrasadas referentes aos meses de bloqueio diretamente nas agências da Caixa e nas lotéricas. 

É importante que os beneficiários estejam atentos e verifiquem a liberação desses valores retroativos, que serão creditados automaticamente na conta bancária onde recebem os valores mensalmente.

 Em casos onde as parcelas retroativas não apareçam depositadas, a recomendação é realizar o saque na agência da Caixa ou lotérica utilizando o cartão do Bolsa Família ou documento de identificação com foto.

Importância do Bolsa Família

Este momento representa uma oportunidade para as famílias beneficiárias do Bolsa Família restabelecerem seu equilíbrio financeiro e continuarem a usufruir dos benefícios do programa. 

As medidas tomadas pelo Governo Federal para desbloquear e pagar os valores retroativos do Bolsa Família demonstram um esforço em garantir que as famílias recebam o suporte necessário.

Veja também: Bolsa Família ANTECIPADO para estas regiões em abril? Entenda por que o benefício chega mais CEDO em alguns locais!