- Publicidade -

Quem é beneficiado com a taxa da Selic em alta? Entenda!

A Selic é uma taxa importante e que influencia empréstimos, juros nos cartões e de financiamentos.

0

Mais uma vez a taxa da Selic aumentou. Isso aconteceu após uma reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), realizada no dia 15 de junho. A decisão elevou a taxa de 12,75% para 13,25% ao ano. Segundo especialista, essa é a maior alta desde 2016.

- Publicidade -

Essa é a taxa básica de juros./Imagem: divulgação.

O que é taxa Selic?

Todos os dias assistimos nos jornais especialistas falarem da Selic, mas a maioria dos brasileiros não sabe o que significa isso e como influencia na sua vida. Essa nada mais é que a taxa básica de juros. Ou seja, ela serve como referência para diversos cálculos de juros, inclusive aqueles cobrados em linhas de crédito (empréstimo) e financiamentos (carro, imóveis, outros). E pior, influencia nos juros dos cartões de crédito.

Na prática, isso significa que os brasileiros pagarão mais caro por suas compras feitas no crédito. Por isso, é bom começar a reduzir o uso dos cartões para economizar e ter maior controle das finanças pessoais, evitando pagar contas fora do vencimento para não pagar juros.

- Publicidade -

Segundo o Banco Central o objetivo de aumentar a taxa básica de juros é controlar a inflação. Ou seja, é um mecanismo utilizado por governos de vários países para frear a tendência de alta inflacionária. Vamos dizer que é um efeito colateral. Uma maneira de forçar os consumidores de reduzirem o uso de cartões de crédito e a gastar menos com mercadorias e serviços.

Os aumentos ou redução da taxa são definidos a cada 45 dias. Todas às vezes, que o Copom percebe um descontrole na inflação, a Selic é elevada. Mas quando a inflação está controlada, a taxa é reduzida. Para se ter uma ideia, a Selic já chegou ao patamar de 2%.

Veja também: Curso Online Grátis Ensina a Ganhar Dinheiro com o Tesouro Direto Selic

Quem é beneficiado e quem é prejudicado com a alta da taxa Selic?

- Publicidade -

Todas as pessoas que contratam empréstimos e financiamentos com a Selic nas alturas serão prejudicadas, pois pagarão juros altíssimos. Assim como quem utiliza cartão de crédito de forma indiscriminada.

Por isso, especialistas em finanças recomendam uso moderado dos cartões e afirmam que, neste momento, é bom aguardar um pouco para financiar imóveis ou outros bens.

Mas nem todos perdem com a alta nos juros. Esse é o outro lado da moeda da Selic, que beneficia investidores. Por exemplo, quem investe em renda fixa, passará a contar com um rendimento bem maior por conta da alta na taxa de juros. Essas pessoas com certeza estão rindo à toa.

Portanto, a alta na taxa é benéfica para investimentos em títulos do Tesouro Direto, CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio) e muitos outros atrelados à Selic.

- Publicidade -

Por isso, neste momento, o melhor mesmo é começar a aplicar dinheiro em alguns desses investimentos, em vez de gastar com cartão de crédito.

Veja também: 4 formas de ganhar dinheiro com o banco Inter: Método confiável?

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais