Quase MEIO MILHÃO de brasileiros tem um SAQUE DISPONÍVEL e nem sabem; veja como resgatar

Cerca de 440 mil trabalhadores brasileiros ainda têm esse saque disponível para fazê-lo; saiba do que se trata e descubra como resgatar.

0

Cerca de 440 mil trabalhadores ainda possuem um saque disponível. O resgate poderá ser feito antes do fim de ano. Logo, sendo assim, essa é uma chance de ter um dinheiro a mais no final do ano, já que muitos podem nem saber que têm direito ao saque.

Nesse sentido, estamos falando do abono salarial PIS/Pasep, que ainda permite o resgate do abono do ano-base de 2020. O Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público (Pasep) contemplam tanto os trabalhadores da iniciativa privada quanto do funcionalismo público, respectivamente.

Quase MEIO MILHÃO de brasileiros tem um SAQUE DISPONÍVEL e nem sabem; veja como resgatar
Saque disponível do abono salarial PIS/Pasep contempla quase meio milhão / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Saque disponível até o fim de dezembro

Os trabalhadores que possuem direito a resgatar os valores podem fazê-lo até o dia 29 de dezembro. Caso o trabalhador perca o prazo para sacar, será necessário aguardar a liberação de um novo calendário para poder ter acesso ao dinheiro.

Vale a pena ressaltar que o valor que poderá ser sacado varia de acordo com a quantidade de meses trabalhados no ano-base.

Portanto, cada mês é correspondente a 1/12 avos do salário mínimo, sendo que quem trabalhou durante todos os 12 meses poderá contar com o abono salarial de um salário mínimo. Abaixo, confira a relação:

  • 1 mês : R$ 101
  • 2 meses: R$ 202
  • 3 meses: R$ 303
  • 4 meses: R$ 404
  • 5 meses: R$ 505
  • 6 meses: R$ 606
  • 7 meses: R$ 707
  • 8 meses: R$ 808
  • 9 meses: R$ 909
  • 10 meses: R$ 1.010
  • 11 meses: R$ 1.111
  • 12 meses: R$ 1.212

Veja também: PIS/Pasep ainda tem R$ 23 BILHÕES disponível para saque: veja consultar e efetuar o resgate do valor

Quem tem direito?

Para ter direito ao saque, é preciso ter trabalhado durante 30 dias pelo menos, consecutivos ou não, durante 2020. Além disso, também é necessário ter tido remuneração média de no máximo dois salários mínimos.

Outros requisitos incluem ter inscrição no PIS/Pasep há ao menos 5 anos, considerando o ano-base e estar com os dados cadastrais no e-Social ou Rais corretos.

Abono salarial do ano-base 2022

Tradicionalmente, o abono salarial do PIS/Pasep tem o saque disponível no ano subsequente ao ano-base. Contudo, com a pandemia, as datas atrasaram e é por isso que os trabalhadores podem sacar em 2022 o PIS/Pasep do ano-base de 2020.

Por outro lado, isso levanta a questão sobre quando serão pagos abonos do ano-base de 2021 e 2022.

Assim, a expectativa é de que o PIS/Pasep de 2021 seja pago durante o primeiro semestre de 2023. Dessa maneira, o abono do ano-base de 2022, ou seja, deste ano, é esperado apenas em 2024.

No entanto, se trata de uma previsão e é necessário aguardar o posicionamento do Governo Federal a esse respeito.

Como consultar?

O PIS é de responsabilidade do banco da Caixa Econômica. Portanto, para consultar o seu abono, os endereços são os seguintes:

  • Pelo site oficial da Caixa: https://www.caixa.gov.br/Paginas/home-caixa.aspx
  • App Caixa Trabalhador: https://bityli.com/lyJtnm
  • Telefone da Caixa: 0800 726 0207
  • Telefone da Central Alô, Trabalhador: 158
  • App da Carteira de Trabalho Digital: https://www.gov.br/pt-br/temas/carteira-de-trabalho-digital

O Pasep, de outro modo, é de responsabilidade do Banco do Brasil. Dessa maneira, para consultá-lo: https://www.bb.com.br/site/setor-publico/beneficios-sociais/pasep/.

Por fim, é importante destacar que o valor máximo de resgate do abono salarial varia conforme o salário mínimo. Assim, com o reajuste do salário no próximo ano, os trabalhadores poderão ter acesso a um valor maior.

Veja também: Saiba de uma vez por todas se o AUXÍLIO BRASIL contará com o ABONO NATALINO; tire suas dúvidas!