- Publicidade -

Qual é o tempo máximo de espera por uma cirurgia através do SUS?

Veja como o brasileiro pode agilizar o processo

0

O SUS pode ser considerado uma grande conquista da população brasileira, que tem no Sistema Único de Saúde a única forma de ter acesso a esse tipo de serviço e auxílio médico. O que acontece é que com a pandemia e agora o surto de H3N2 no país, o atendimento público não funciona da forma como deveria e fica mais lento. Tudo isso acontece porque, na prática, se um cidadão precisa de um atendimento de última hora ou em um prazo mais curto, ele dificilmente vai conseguir ser prontamente atendido. Dessa forma, a pessoa precisa esperar um tempo entre o médio e o longo prazo para ter acesso ao tratamento do qual precisa.

- Publicidade -

Qual é o tempo máximo de espera por uma cirurgia através do SUS
Como agilizar o processo de agendamento de consultas, exames e cirurgias pelo SUS.
Ascom/ HCPA

Quanto tempo um brasileiro pode esperar pela cirurgia no SUS?

A primeira coisa que o brasileiro precisa entender é que não tem um termo previsto na Constituição Brasileira referente ao período de tempo máximo que um paciente deva esperar por um exame ou tratamento médico e até mesmo procedimentos cirúrgicos. De acordo com o enunciado 93 da III Jornada de Direito da Saúde do Conselho Nacional de Justiça, a pessoa tem 100 dias esperando a realização de um exame ou o agendamento de uma consulta médica, conseguem entrar na justiça, para exigir que o atendimento seja realizado de forma prioritária.

O mesmo procedimento pode se realizado nos casos dos pacientes que estão aguardando por procedimentos cirúrgicos ou tratamento médico, contudo, esse grupo deve aguardar no mínimo 180 dias para entrar judicialmente e exigir o atendimento emergencial.

- Publicidade -

Veja também: Pagamentos do Auxílio Brasil em Janeiro começam dia 18: Veja o calendário

O Tribunal de Justiça

É importante também dizer aqui que o Tribunal de Justiça tem considerado e aplicado o enunciado do texto que foi citado acima, como uma forma judicial de obrigar o Estado a dar um jeito de conceder o atendimento necessário para cada tipo de paciente. Entretanto, será necessário comprovar a condição precária de saúde e isso poderá ser feito através dos documentos dados pelos médicos e laudos também.

Todavia, vale dizer também que não é sempre que o paciente conseguirá o atendimento de forma imediata. Isso porque o SUS tem milhões de pessoas para atender e, com o aumento de casos de covid-19 e H3N2, fica difícil atender a todos. Dessa forma, o sistema organizará uma ordem de prioridade no atendimento, mesmo se o prazo for extrapolado.

- Publicidade -

Veja também: Como evitar bloqueio no Auxílio Brasil: Atualização no Cadúnico pode bloquear o benefício? 

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais