Qual a diferença do Fies para o P-Fies? Qual a melhor opção de Financiamento? Confira!



Fique ligado e saiba qual é a melhor opção de Financiamento Estudantil para você!

Hoje em dia muitas pessoas procuram os melhores benefícios para a sua formação profissional. E realizar o sonho de ter um curso de graduação pode ser cada vez mais possível com programas como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

Essa ação do Governo Federal ligada ao Ministério da Educação (MEC) ajuda quem quer começar um curso superior e não possui condições de lidar com altas mensalidades. Por isso é importante saber exatamente como funciona esse processo seletivo. 

A seguir vamos trazer mais informações para quem pensa em mudar sua vida profissional e pessoal. Confira e saiba qual é a diferença entre as duas modalidades e como funciona o processo de seleção.

Qual a diferença do Fies para o P-Fies

Diferença entre Fies e P Fies

Antes de mais nada, qual é a diferença entre Fies e P-Fies? Essa é uma pergunta comum e que surgiu nos últimos anos. Isso porque até 2018 existia apenas uma ação (o Fies) e ainda não haviam outras modalidades.Basicamente, hoje em dia temos o Novo Fies e o P-Fies. 

E como funciona o Fies? Nessa modalidade são ofertadas oportunidades de financiamento com juro zero. A grande diferença é que nesse caso, a renda per capita mensal familiar deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.135 de acordo com salário mínimo nacional). 

Mas e qual é a diferença: como funciona o P-Fies? Essa ação é voltada para alunos que possuem renda familiar de até cinco salários mínimos per capita (R$ 5.225). Esses estudantes poderão receber empréstimos a juros baixos que variam de acordo com o banco que atua como agente financeiro. 

Em 2019, porém, o governo divulgou algumas novidades nas duas modalidades. Confira a seguir mais detalhes.

Fies 2020 – Cronograma, Inscrição, Novas Regras e muito mais!

Mudanças no Fies e P Fies 

O MEC divulgou recentemente algumas mudanças no Fies e P-Fies. É importante, primeiramente, lembrar que essas novidades só valerão a partir de 2021! Ou seja, a edição de 2020 segue com as regras anteriores. 

Entre as novas Regras Fies 2021 estão:

  • Os candidatos precisarão ter nota mínima de 400 pontos na redação do Enem (anteriormente era necessário apenas não zerar a prova); 
  • A média das cinco provas do Enem deverá ser igual ou superior a 450 pontos;
  • Novas regras a partir de 2021;
  • O candidato deve ter uma renda de até 3 salários mínimos;
  • Quem quer pedir transferência de faculdade deverá ter tirado, na prova do Enem, a nota de corte do curso ao qual pretende ir.

Já as novas regras P-Fies 2020 são:

  • Nessa modalidade as mudanças começam a partir do segundo semestre de 2020;
  • O programa passa a funcionar independente do Fies;
  • Não será necessário fazer o Exame Nacional para tentar o financiamento;
  • Não existirá um limite máximo de renda;
  • Poderá ser feita a contratação P-Fies durante todo o ano.

Começaram as Inscrições do Fies 2020 – Saiba como participar e conseguir o Financiamento Estudantil!

 

Leia Também