Prova de vida já foi GARANTIDA para aposentados que fizeram ISSO; entenda

Se você fez isso, não precisa mais se preocupar!

A prova de vida para pensionistas e aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está suspensa até dezembro deste ano. Contudo, a partir de janeiro do ano que vem, as pessoas não precisarão ir até agências para comprovar sua situação, pois o próprio órgão vai usar como base os dados do Governo Federal para checar se os segurados seguem vivos.

No caso, há diversas situações que podem garantir a realização da prova de vida sem ser realizá-la diretamente. Por exemplo, cidadãos que fizeram uma certa coisa samanas atrás não precisarão mais prestar a prova. Quer saber o que é e outras situações que isentam da prova? Então confira abaixo!

Pensionistas e aposentados que votaram no primeiro turno já realizaram a prova de vida
Pensionistas e aposentados que votaram no primeiro turno já realizaram a prova de vida / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Votação na eleições conta como realização da prova de vida

Como dito anteriormente, o INSS usará os dados do próprio Governo para analisar se os cidadãos seguem vivos. Isso acontecerá através do cruzamento de informações todas as vezes que os segurados acessarem algum serviço do Governo Federal. Nesse sentido, aqueles que votaram no primeiro turno das eleições já garantiram seu recadastramento anual, mesmo que não votem no segundo turno no dia 30.

Segundo a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriane Bramante, basta uma participação nas votações para comprovar que está vivo. Além disso, todo segurado que utiliza a plataforma Gov.br alimenta o banco de dados do Governo Federal, o que consequentemente comprova que está vivo.

Ainda, de acordo com o INSS, até o ano que vem não será realizado mais nenhum procedimento para comprovação dessa situação, então os segurados do instituto não precisam mais se preocupar. Apesar disso, o órgão destacou que os canais tradicionais para realização do recadastramento anual ainda seguem em atividade.

Ademais, é importante lembrar que o voto em qualquer candidato passou a figurar como uma das alternativas válidas de realização de prova de vida após a portaria PRES/INSS 1.408/2022 que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) em fevereiro deste ano.

Além disso, a prova de vida para pensionistas da União e servidores públicos federais inativos ainda continua sendo realizada somente através dos aplicativos Sougov.br (Android: https://bityli.com/bmLnvUMe ou iOS: https://bityli.com/nNxGEBsl) e Gov.br (Android: https://bityli.com/xMMriS ou iOS: https://bityli.com/xKSZIUFV) ou em agências bancárias que realizam o pagamento dos benefícios. O procedimento deve ser realizado anualmente no mês de aniversário do beneficiário.

Veja também: Saiba como constatar a prova de vida do INSS sem sair de casa; nova função!

Outras situações que também se enquadram como prova

Ademais, outras situações também podem contar como realização da prova de vida:

  • Acesso ao aplicativo Meu INSS ou outros que possuam controle de acesso e certificação;
  • Realização de empréstimo consignado por biometria;
  • Atendimento presencial em agências do INSS;
  • Realização de perícia médica;
  • Através da vacinação;
  • Recadastro ou cadastro em órgãos de segurança ou trânsito;
  • Atualização no CadÚnico;
  • Renovação ou emissão de documentos, como carteira de trabalho, passaporte, carteira de identidade, etc.;
  • Recebimento de pagamento de benefício com biometria;
  • Ao declarar Imposto de Renda;
  • Fazendo a prova de vida em uma unidade do INSS ou em agências bancárias.

Veja também: Prova de vida do INSS com NOVÍSSIMAS regras; saiba o que mudou