Prova de Vida do INSS: tudo o que você precisa saber em 2024

Neste ano, a realização da Prova de Vida vai ser um pouco diferente dos anteriores. Confira o que vai mudar e não perca o prazo!

Em 2024, a Prova de Vida do INSS segue com uma abordagem mais cômoda para os beneficiários. Após mudanças significativas em 2023, quando o governo assumiu a responsabilidade de confirmar a vida dos segurados ao invés do procedimento presencial habitual, o processo se tornou mais simples. 

Neste artigo, vamos detalhar como funciona a Prova de Vida neste ano, explicando as mudanças recentes e o que você precisa fazer para assegurar que seu benefício continue sendo pago sem interrupções. Fique por dentro de tudo sobre a Prova de Vida do INSS e mantenha seus benefícios em dia.

Você precisa realizar a Prova de Vida neste ano? Veja como fazer isso após as mudanças!
Você precisa realizar a Prova de Vida neste ano? Veja como fazer isso após as mudanças! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Prova de Vida do INSS em 2024: entenda o processo e garanta seu benefício!

Em 2023, o processo da Prova de Vida do INSS passou por transformações importantes. Antes, os titulares do INSS eram obrigados a realizar a prova de vida anualmente de forma presencial no banco onde recebiam o benefício, ou digitalmente, através do aplicativo Meu INSS, com reconhecimento facial. Com as novas medidas, o governo passou a ser responsável por cruzar dados dos beneficiários para confirmar sua sobrevivência.

Processo simplificado em 2024

Para 2024, a Prova de Vida deve seguir o formato estabelecido no ano anterior. O governo continua autorizado a cruzar várias informações do beneficiário para confirmar sua situação de vida. Entre os métodos utilizados estão o uso do aplicativo Meu INSS pelo beneficiário, atendimento presencial nas agências do INSS, realização de perícia médica, comprovação de vacinação, entre outros.

Situações que servem como Prova de Vida para o INSS

Para garantir a continuidade do recebimento dos benefícios do INSS, várias ações podem ser utilizadas como Prova de Vida. Aqui estão as situações aceitas:

  1. Uso do aplicativo Meu INSS (Android: https://bityli.com/RXNFG ou iOS: https://bityli.com/xnBqul): a interação com o aplicativo por parte do beneficiário pode ser utilizada como uma comprovação de vida;
  2. Aquisição de empréstimo consignado com reconhecimento biométrico: a realização de um empréstimo consignado, quando acompanhada de reconhecimento biométrico, serve como uma prova de que o beneficiário está vivo;
  3. Atendimento presencial nas agências do INSS: comparecer presencialmente a uma agência do INSS para qualquer serviço pode ser considerado como uma prova de vida;
  4. Reconhecimento biométrico em entidades ou instituições parceiras: a realização de procedimentos que envolvem reconhecimento biométrico em entidades parceiras do INSS também conta como prova de vida;
  5. Realização de perícia médica: comparecer a uma perícia médica programada pelo INSS serve como comprovação de vida;
  6. Comprovação de vacinação: apresentar comprovante de vacinação no sistema de saúde público ou privado pode ser utilizado como prova;
  7. Atendimento no Sistema Público de Saúde ou rede conveniada: utilização dos serviços de saúde, seja em hospitais, clínicas ou outros estabelecimentos de saúde, vinculados ao sistema público ou à rede conveniada ao INSS;
  8. Cadastro ou recadastramento nos órgãos de trânsito ou segurança pública: processos de cadastro ou recadastro em órgãos como DETRAN ou Secretarias de Segurança Pública podem ser considerados como prova de vida;
  9. Atualização do Cadastro Único (CadÚnico): atualizar informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
  10. Votação em eleições: a participação em processos eleitorais, comprovada por meio da votação, é outra forma de provar a vivacidade;
  11. Renovação de documentos oficiais: processos de renovação de documentos como RG, CNH, passaporte, entre outros;
  12. Declaração do Imposto de Renda: a apresentação da declaração do Imposto de Renda, seja como titular ou dependente.

Estas são as ações que o INSS considera válidas para a comprovação de vida dos seus beneficiários, tornando o processo mais flexível e menos burocrático.

Veja também: Precatórios do INSS: você pode ter algum valor para receber e não sabe, veja como consultar

O que fazer se o prazo for ultrapassado?

Caso o prazo para a comprovação seja ultrapassado sem que o governo confirme a situação de vida do beneficiário, o INSS notificará o titular por meio do aplicativo Meu INSS, telefone da central 135 ou por comunicado do banco. O beneficiário terá então 60 dias para realizar algum dos procedimentos listados para comprovação.

Importância da Prova de Vida

A Prova de Vida é um procedimento crucial para evitar fraudes e garantir que os benefícios do INSS sejam pagos somente a quem tem direito. Com as novas medidas, o processo tornou-se menos burocrático, mas ainda é essencial que os beneficiários fiquem atentos às notificações do INSS e mantenham suas informações atualizadas.

Veja também: Beneficiários do INSS receberão ainda em janeiro o novo valor com reajuste