Pronatec Jovem Aprendiz

Pronatec Jovem Aprendiz: unindo duas grandes idéias.

O Pronatec jovem aprendiz é a excelente junção de dois programas que isoladamente ajudam jovens a buscar sua primeira colocação no mercado de trabalho, mas quando unificados, geram muito mais vagas em várias áreas.

Inicialmente o Programa jovem aprendiz era oneroso para empresas menores, pois os custos da qualificação do jovem aprendiz saiam caro, mas agora com a junção do Pronatec, que arca com o curso técnico dentro das vagas já oferecidas pelo programa, fica muito mais fácil, tanto para a empresa quanto para o aluno, iniciarem esta relação tão importante para o desenvolvimento da nossa juventude.

www.pronatec.pro.br

Pronatec Jovem Aprendiz uma grande mobilização

A união destes dois programas sociais gerou uma grande mobilização do governo federal, das instituições de ensino de grande tradição e instituições de estímulo ao empreendedorismo como o SEBRAE, que está auxiliando na articulação entre as empresas e os alunos, criando um ciclo virtuoso onde todos saem ganhando.

A empresa ganha, pois participará da formação de jovens talentos, algo que pode ser usado na sua comunicação institucional e gerar reconhecimento da sociedade, além do fato que terá menos taxas a serem pagas sobre o jovem aprendiz do que pagaria, por um funcionário padrão registrado.

A instituição de ensino ganha já que, além de participar da mudança do paradigma educacional do nosso país, terá estas vagas de ensino custeadas pelo ministério da educação, sendo um considerável reforço para instituições educacionais que tenham dificuldades em iniciar cursos devido a pouca quantidade de alunos.

O aluno é o principal beneficiado, pois além de fazer um curso técnico de graça, também conhecerá a realidade do que está aprendendo em sala, mantendo-se ocupado, produtivo e gerando renda, o que diminui o interesse de jovens em situação de risco social por atividades ilegais.

Com todas estas vantagens, pode-se dizer que o Pronatec Jovem aprendiz é uma das iniciativas mais eficientes e globais de inclusão social e profissional de jovens, geração de empregos e auxílio a empresas.

Sou aluno, como faço para me candidatar?

Como aluno, é importante salientar que existem algumas condições no Pronatec jovem aprendiz, que são diferentes do Pronatec:
Jovens à partir de 15 anos matriculados na rede pública de ensino e em situação de vulnerabilidade social tem a prioridade total neste programa. Entendem-se como condições de vulnerabilidade social jovens em condição de abrigamento, egressos de medidas socioeducativas, retirados de condição de trabalho infantil irregular e jovens com necessidades especiais.

Existe a possibilidade de inclusão de jovens até 24 anos dentro do mesmo programa, tendo em vista as condições de vulnerabilidade social como prioridade, da mesma forma. É importante salientar que este programa ainda está em articulação, o que significa que ainda não está definido como será feito o encaminhamento dos alunos selecionados. Entretanto, existe a probabilidade dos mesmos canais que fazem o cadastramento para as vagas do Pronatec serem usados, o que tornaria a situação muito mais prática.

Sou empresário, como faço para ter um Jovem aprendiz na minha empresa?

O empresário pode procurar o site mais emprego e fazer o cadastro das vagas que deseja disponibilizar para o programa, sendo que as vagas priorizadas no momento são para as áreas de informática, operação de loja, alimentação e departamento administrativo.

É importante, antes de se cadastrar, verificar se a sua empresa tem condições de receber um jovem aprendiz. É sempre importante ter um gerente, supervisor ou pelo menos alguém mais experiente para acompanhar o desempenho do jovem aprendiz, se a escala de trabalho de um Jovem aprendiz pode ser enquadrada de maneira natural dentro da rotina da empresa e, obviamente, definir de forma justa as atribuições de um jovem aprendiz, levando em consideração que ele não possui experiência de mercado.