Pronatec e Sisutec ganham investimentos

Pronatec e Sisutec recebem investimentos de mais R$49 milhões do MEC.

A quantia será destinada a 430 instituições de ensino que participam do programa

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é uma iniciativa do Governo Federal para democratizar o ingresso de jovens no ensino técnico e, como consequência, ao mercado de trabalho.

https://pronatec.pro.br

O Ministério da Educação (MEC) recentemente liberou mais um investimento importante no programa: R$49 milhões serão destinados a 430 instituições que participam do programa, como os Institutos Federais (os IFs), também a rede estadual e municipal de educação, a Rede e-TEC Brasil de educação a distância, e as unidades de ensino que utilizam o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) como forma de ingresso.

Essa quantia do MEC possibilitará a continuidade do Pronatec em vários estados do país. Desde maio deste ano, já foram investidos R$226 milhões para a manutenção dos estudantes matriculados no programa.

Pronatec

O Pronatec é um programa inovador. Entre 2011 e 2014 o programa realizou mais de 8,1 milhões de matrículas, entre cursos técnicos e de qualificação profissional, em mais de 4.300 municípios. Somente no ano passado foram 1,3 milhão de matrículas.

Em resumo, o programa dá oportunidade para que jovens brasileiros tenham acesso à formação de nível técnico e profissionalizante através de uma rede federal de ensino técnico, além de bolsas em instituições privadas.

As bolsas-formação do Pronatec são oferecidas nas unidades de Senai e Senac dos estados da federação de forma contínua, ou seja, ao longo de todo o ano. Para ficar sabendo do período de matrículas, o candidato deve acompanhar o calendário da instituição de seu interesse. No site do Pronatec ficam disponíveis as listas atualizadas com as instituições que os interessados poderão procurar.

Quem pode participar

Como o Pronatec é voltado ao ensino técnico de nível médio, existem três modalidades de cursos disponibilizados pelo programa. São eles:

– Técnico na forma subsequente
– Técnico na forma concomitante
– Técnico na forma integrada

A forma subsequente é exclusiva para aqueles que já concluíram o Ensino Médio regular, enquanto que a forma concomitante é para aqueles que ainda está matriculado no Ensino Médio, podendo cursar ambos paralelamente.

Já a forma integrada é para quem ainda não iniciou o Ensino Médio, tendo concluído o Ensino Fundamental. O estudante que cursar um técnico na forma integrada terá disciplinas do currículo regular do Ensino Médio, bem como disciplinas do técnico, na mesma formação.

 

Leia Também