Pronatec Bolsa-Formação

O Pronatec Bolsa-Formação foi criado pelo Governo Federal com o objetivo de ampliar o acesso à educação profissional e tecnológica em todo o país. Os cursos profissionalizantes reconhecem a demanda de profissionais de cada região e preparam os alunos para encarar os desafios do mercado de trabalho.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) iniciou as suas atividades em 2011, a partir do momento em que a presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 12.513. Desde o início, a iniciativa estabeleceu o compromisso de ampliar o acesso ao conhecimento técnico e tecnológico, além de gerar empregos em diversas áreas.

www.pronatec.pro.br

Nos quatro primeiros anos, o Pronatec ofereceu quase oito milhões de vagas para cursos gratuitos. Em 2015, o programa lançou a sua etapa 2.0, que espera ampliar o número de oportunidades educacionais para 12 milhões.

A iniciativa do Governo Federal concede cursos profissionalizantes às pessoas que não podem pagar pela qualificação. As vagas são oferecidas graças à parceria com instituições públicas e privadas de ensino, como é o caso das escolas estaduais, institutos federais, Senai, Senac, Senar e Senat.

Como funciona o Pronatec Bolsa-Formação?

O Bolsa-Formação do Pronatec é disponibilizado através de duas modalidades:

Bolsa-Formação Trabalhador

O mercado de trabalho tem se revelado cada vez mais exigente na hora de contratar profissionais. As empresas de diferentes segmentos buscam pessoas qualificadas, atualizadas e com competências profissionais bem desenvolvidas. Considerando essa realidade, o Pronatec lançou a bolsa-formação trabalhador.

A Bolsa-Formação Trabalhador distribui vagas gratuitas para cursos de qualificação profissional. Essa modalidade é composta por cursos de curta duração, ou seja, com carga-horária acima de 160 horas-aulas.

A qualificação profissional, também conhecida como formação inicial e continuada (FIC), desenvolve as competências profissionais básicas para trabalhar em uma determinada função e também oferece a possibilidade de aperfeiçoamento. O Pronatec tem 644 opções de cursos de Bolsa-Formação Trabalhador, que abrangem 13 áreas tecnológicas.

www.pronatec.pro.br

Os trabalhadores de todo o Brasil podem participar de cursos grátis de auxiliar administrativo, operador de computador, almoxarife, maquiador, balconista de farmácia, cuidador de idosos, massagista, manicure e pedicure, soldador, promotor de vendas, adestrador de cães, marceneiro, mestre de obras, operador de empilhadeira, garçom, recepcionista, bartender, entre outros.

Para garantir uma vaga gratuita pelo Bolsa Formação Trabalhador, é preciso se enquadrar nos pré-requisitos do programa, como ser beneficiário do seguro desemprego ou dos programas federais de transferência de renda (Bolsa Família).

Bolsa-Formação Estudante

Todos os estudantes brasileiros de baixa renda possuem a chance de aprender uma profissão através do Pronatec. A formação é 100% gratuita e oferecida através da modalidade de ensino técnico. Todos os cursos são presenciais e possuem uma carga horária mínima de 800 horas.

Há muitas vantagens em se fazer um curso técnico, afinal, o ensino é focado em uma área específica, tem alta taxa de empregabilidade e torna o currículo bem mais interessante aos olhos do empregador. Após a formação, os profissionais de nível técnico recebem bons salários e podem se destacar no mercado de trabalho.

www.pronatec.pro.br

Atualmente, o catálogo de cursos técnicos conta com 220 opções, que estão distribuídas em 13 eixos tecnológicos. Podem se tornar alunos os estudantes do 2º ou 3º ano do ensino médio da rede pública. Quem já concluiu a escolaridade básica também pode adquirir uma formação técnica pelo programa do governo federal.

Inscrições Pronatec Bolsa Formação

As pessoas interessadas em participar do Pronatec Bolsa Formação Trabalhador devem acessar o site do Pronatec 2015 (pronatec.mec.gov.br) e preencher o formulário de inscrição online. Para buscar as vagas abertas no sistema, é preciso informar estado, município e escolaridade.

www.pronatec.pro.br

Também existe a possibilidade de se inscrever pessoalmente em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS.

No caso da Bolsa Formação Estudante, a distribuição de vagas acontece normalmente através do Sisutec 2015. O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica realiza o seu processo seletivo duas vezes por ano, levando em consideração a nota obtida na edição mais recente do Enem.

 

Leia Também