- Publicidade -

Programa Nossa Bolsa 2022 Inscrições: Mais de 1.300 bolsas integrais para graduação em 57 cursos – Veja como se cadastrar

0

Muitos estudantes desejam fazer uma graduação, mas não têm condições financeiras. A falta de dinheiro e a necessidade de trabalhar para ajudar as famílias, obrigam os estudantes a atrasarem ou, até mesmo, abandonarem o sonho de ter um curso superior.

- Publicidade -

No Brasil, existem financiamentos do Fies e faculdades que oferecem bolsas. Porém, alguns não conseguem ser aprovados na seleção desses programas. Para ajudar esses jovens, governos estaduais têm desenvolvido ações para que mais e mais brasileiros consigam ingressar na universidade.

Conheça neste artigo o exemplo do Espírito Santo.

 

Graduação
Os estudantes devem ser de baixa renda./ imagem: governo do Espírito Santo.

Bolsa para jovens ingressarem na faculdade

- Publicidade -

Os estudantes capixabas que desejam fazer curso superior devem ficar atentos às novidades do Governo do Espírito Santo. Isso porque foi lançado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), o edital do Programa Nossa Bolsa 2022.

No total serão investidos mais de mais de R$ 68 milhões para custear 1.309 bolsas integrais para graduação. Se você quer fazer graduação, fique atento as inscrições que foram abertas no dia 5 de janeiro e terminam às 23h59 do dia 12 de janeiro. Para participar, os estudantes devem se inscrever no site: www.fapes.es.gov.br/nossabolsa.

Entre as exigências para participar do programa é que os jovens interessados devem ter concluído o Ensino Médio, devem realizar a inscrição em um curso superior com as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), referentes aos anos de 2019 e 2020.

Como funciona o programa?

- Publicidade -

Os recursos do edital são de mais de R$ 68 milhões. O dinheiro será investido durante o período de até cinco anos, que é a duração estimada dos cursos de graduação. Para arcar com os custos, o governo estadual conta verbas provenientes do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (Funcitec) e da Secretaria da Educação.

De acordo com o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, explicou que houve um aumento no número de bolsas ofertadas em 2022. O Programa Nossa Bolsa já ofertou mais de 15 mil bolsas, beneficiando diversos jovens. Eram, em média, mil bolsas por ano, mas, com a abertura deste edital, a oferta do programa está sendo ampliada em 30%, com novas 1.300 vagas”, explicou Hoffmann.

O edital deste ano disponibiliza bolsas integrais, que correspondem a 100% da mensalidade.

Veja também: Plataforma Aprenda Mais MEC: 90 cursos disponíveis em 12 áreas e capacitação de 820 mil estudantes

- Publicidade -

Quem pode ser beneficiado pelo programa?

A previsão é que o processo seletivo do Nossa Bolsa 2022 ofereça 1.309 bolsas em 57 cursos de diversas áreas profissionais. Participam do programa 34 instituições de Ensino Superior, localizadas em 17 municípios em todas as regiões do Estado.

Serão concedidas bolsas em cursos de graduação de instituições privadas. Para participar, o estudante deve ter concluído o Ensino Médio em escolas da Rede Pública de Ensino ou em escolas privadas, na condição de bolsistas integrais.

Outro requisito é que o estudante tenha feito uma das provas do Enem referentes aos anos de 2019 e 2020 e ter renda familiar per capita de até um salário mínimo.

- Publicidade -

O processo seletivo vai priorizar jovens que moram em bairros com alto índice de vulnerabilidade social e que se autodeclara afrodescendente no ato da inscrição.

Por isso, é importante não esquecer de colocar o CEP da rua (Código de Endereçamento Postal) para verificar se o candidato está em um bairro que atenda ao perfil descrito. Somente poderá participar do Nossa Bolsa 2022 o estudante que atender a uma das condições a seguir:

  • Ter completado o Ensino Médio em escola pública localizada no Espírito Santo;
  • Ter estudado o Ensino Médio na condição de bolsista em escola privada no Espírito Santo;
  • Ter feito o Ensino Médio parcialmente parte no ensino público e parte colégio privada, como bolsista;
  • Ter feito ensino técnico em um dos Centros Estaduais de Educação Técnica (CEET);
  • Ter concluído Ensino Médio ou Ensino Técnico nas Escolas do Movimento de Educação Promocional.

Não podem concorrer a uma das bolsas os estudantes que:

  • Não podem participar quem já foi beneficiário do Programa Nossa Bolsa;
  • Quem concluiu curso de graduação.

Veja também: Pronatec 2022: Ministério da Educação publica normas para execução de Bolsa-Formação

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais