Programa Nordeste Conectado

Equipe de Redação
Atualizado Hoje!

Programa Nordeste Conectado – Na 1º Fase do Programa, 25 Milhões são investidos!

Programa Nordeste Conectado – Confira mais informações sobre o programa que deve beneficiar 16 milhões de pessoas

A educação é uma das áreas que recebe maior apoio e atenção por parte do Governo Federal. Prova disso, pensando na melhoria da pesquisa, o Ministério da Educação (MEC) lançou o Programa Nordeste Conectado.

A intenção da ação é conectar instituições federais de educação e pesquisa à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) nas capitais e no interior do Nordeste – tudo isso em alta velocidade. Isso dará às instituições de educação superior e estadual a possibilidade de interligarem-se a uma infraestrutura de internet de alta capacidade.

O programa deve atingir 12,6 mil escolas públicas, beneficiando uma população de aproximadamente 16,3 milhões de pessoas, entre os nove estados da região. A partir desta ação, as instituições vão ter acesso a uma rede que poderá alcançar velocidade de 100 Gbps.

Nordeste Conectado

De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, o Nordeste Conectado deverá alcançar ainda 39 campi de instituições federais de ensino. A ideia é que essa conexão através de troca de pesquisas e conhecimento possa ligar universidades, institutos, centros de pesquisa e parques tecnológicos à RNP do Nordeste. Dos 39 campi, três vão ter pela primeira vez acesso à internet de alta velocidade.

Programa Nordeste ConectadoPara que a Fase 1 do programa aconteça, o Ministério da Educação deverá investir R$ 25 milhões em 2017. A ideia é que a ação passe a funcionar a partir de dezembro. Neste primeiro momento, acontecerá um aumento considerável na capacidade da rede de alto desempenho da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para 100 Gbps no Nordeste, atingindo 59% do público-alvo do programa (23 instituições do interior receberão velocidade a partir de 1 Gbps).

Com essa ação, o backbone (essa rede de alto desempenho) da RPN deverá ir para mais de 70 cidades, buscando uma população de aproximadamente 16 milhões de pessoas. A intenção é que, a partir de 2018, essa ação gere uma economia anual de R$ 3,7 milhões no atendimento às diversas instituições.

RNP

Nordeste ConectadoO programa surgiu através de uma cooperação entre o MEC, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e o Ministério de Minas e Energia – através da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). A intenção é compartilhar essa infraestrutura ótima em toda a região do Nordeste.

Uma das principais metas do Ministério da Educação com o Nordeste Conectado é garantir uma rede acadêmica nacional para os próximos 20 anos e reduzir, até o ano de 2020, o custo anual da RNP em R$ 7,6 milhões – substituindo conexões alugadas por uma estrutura compartilhada de alto desempenho.

A ação também busca ampliar e melhorar parcerias com provedores privados locais e regionais de internet – que poderão estender a extensão atual das fibras óticas necessárias nestes processos.

MEC

MECO MEC pretende garantir o apoio para todos os estados que têm estratégias de interiorização de redes para a educação, buscando mais de 70 cidades. Os estados que fazem parte da Iniciativa Veredas Novas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI) poderão compartilhar a infraestrutura do Nordeste Conectado.

Isso servirá na ajuda do funcionamento de suas políticas públicas, ligando universidades, institutos superiores estaduais e garantindo apoio a conexão de escolas da rede pública de ensino.

Conheça também os Cursos a Distância Gratuitos reconhecidos pelo MEC!

 

Leia Também