Programa Estado Solidário: Veja quem PODE PARTICIPAR e RECEBER as BOLSAS de R$ 150,00 + Vale-alimentação!

Atualizado Hoje!

Programa Estado Solidário: NOVO BENEFÍCIO é ANUNCIADO! Veja se você pode RECEBER as BOLSAS e auxílios de R$ 150,00 mais Vale-Alimentação.

Foi anunciada recentemente a criação de novos benefícios englobados no Programa Estado Solidário, uma iniciativa que pretende atenuar os efeitos socioeconômicos da pandemia do coronavírus em meio à população mais pobre e famílias em situação de vulnerabilidade social.

A criação do programa deixou muitos cidadãos com dúvidas! Afinal de contas, quem pode participar do Programa Estado Solidário e ter acesso a bolsas-auxílio de até R$ 150, junto com vale-alimentação. Confira abaixo tudo sobre a iniciativa.

Programa Estado Solidário
Imagem: Divulgação

O Programa Estado Solidário

A criação do Programa Estado Solidário foi anunciada em uma coletiva de imprensa realizada no final de fevereiro. A iniciativa pretende representar um importante apoio financeiro a famílias de baixa renda e pessoas atingidas pela pandemia do coronavírus.

O programa conta com várias medidas vinculadas à educação. Para receber, famílias têm que matricular os filhos pequenos na rede estadual de ensino, cujas aulas começaram na última segunda-feira (15).

Auxílio Emergencial a partir de ABRIL terá 4 PARCELAS de até R$375: Consulta pode ser feita pelo CPF! Veja como…

Os benefícios do programa

O Programa Estado Solidário anunciou três medidas relacionadas à educação. Todas elas visam garantir uma alimentação saudável e abrangente para todos os alunos da rede pública e permitir o estudo dos menores em um período tão difícil. São elas:

  • Bolsa de R$ 150 para famílias cadastradas no CadÚnico com alunos matriculados na rede estadual;
  • Três meses de pagamento de Auxílio Alimentação;
  • Bolsa para 52 mil alunos da rede estadual que optem por trabalhar como Monitores.

Bolsa para Monitores

Uma das partes mais interessantes do Programa Estado Solidário é uma bolsa auxílio especial para alunos que desejem atuar como monitores nas escolas. A medida já foi aprovada na Assembleia Legislativa, e pretende englobar até 52 mil alunos.

Podem participar do programa estudantes que, no ano de 2019, conseguiram tirar notas acima de 8 em Matemática e Português. A bolsa vem com o objetivo de possibilitar que os monitores ajudem outros alunos, com compartilhamento de conhecimento e solução de dúvidas.

Outros benefícios do Estado Solidário

O Auxílio Alimentação do Programa Estado Solidário terá o valor de uma cesta básica, e começará a ser pago no dia 23 de Março. É esperado que o programa dure três meses, para compensar a falta de merenda enquanto ainda estiver vigente o modelo à distância ou híbrido de aulas.

Já a Bolsa de R$ 150 para famílias cadastradas no CadÚnico, ainda precisa ser aprovada na Assembleia Legislativa. Quando aceito, o programa deve beneficiar até 260 mil famílias. Para receber os créditos, as famílias terão que comprovar a frequência dos filhos na escola.

Quem pode receber o Programa Estado Solidário?

O Programa Estado Solidário é um programa estadual. Ou seja, ele é voltado apenas para cidadãos do estado da Bahia. Segundo o governador Rui Costa, uma mesma família pode receber os três benefícios da iniciativa – caso se enquadre nos critérios estabelecidos.

“Os três programas podem ser simultâneos, ou seja, o aluno vai receber a parcela do vale-alimentação, a família vai receber os R$ 150 e, se tiver alguém que faça monitoria, também receberá o valor da bolsa. Os benefícios podem ser complementares”, confirmou Rui Costa.

Ainda tem dúvidas sobre o Programa Estado Solidário? Obtenha mais informações no portal oficial do governo da Bahia (http://www.bahia.ba.gov.br/) ou entre em contato pelo telefone (71) 3115-9249.

 

Leia Também