Problemas na coluna podem garantir alguns DIREITOS ao trabalhador; confira a lista

Lei protege trabalhador contra acidentes de trabalho e rotinas que geram desgastes

Problemas na coluna fazem parte da vida de muitos brasileiros. Em algumas ocasiões, as dores são causadas pela postura. Mas, o que poucas pessoas sabem, é que na maioria das vezes, tais problemas começam no ambiente de trabalho. É comum que isso ocorra depois de anos exercendo sua atividade dentro de uma empresa. Seja por ficar muito tempo sentado, ou por conta de um trabalho braçal. 

Independente do motivo, em casos assim, a lei garante alguns direitos ao trabalhador. Caso fique provado que os problemas na coluna acontecem devido ao trabalho, a pessoa poderá entrar com uma ação contra a empresa. Veja o que pode ser feito em situações assim, lendo esta matéria. 

Problemas-na-coluna-porem-garantir-alguns-DIREITOS

Problemas na coluna podem gerar indenizações para o colaborador – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br
Foto: divulgação

Justiça do Trabalho pode condenar empregador por conta de problemas na coluna do colaborador 

Primeiramente, é necessário entender um pouco das leis trabalhistas. De acordo com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), o colaborador possui uma série de direitos. Ao contrário do que acredita o senso comum, a empresa se torna responsável pela saúde de seu colaborador. Então, doenças causadas pelo ambiente de trabalho podem ser motivo de ação contra o empregador, inclusive problemas na coluna.  

Não é necessário que o colaborador tenha sofrido um acidente dentro do ambiente de trabalho para entrar com a ação contra a empresa. Basta ele provar que os problemas na coluna começaram por causa de seu emprego. Ou seja, se a pessoa já tinha dores na região antes de entrar na empresa, ela não terá nenhum direito. 

Então, é de extrema importância que o trabalhador procure um médico para que seja feita a avaliação. Assim, o especialista conseguirá identificar as causas dos problemas na coluna. Se for por conta do trabalho, a pessoa pode procurar pela Justiça e ir atrás de seus direitos. 

Vale lembrar que a própria lei já estabelece os casos que cabem indenização. Um exemplo, é quando a pessoa precisa repetir movimentos várias vezes, causando os problemas na coluna. Naturalmente, em casos de acidentes, o indivíduo poderá entrar com a ação trabalhista.

Veja também: Auxílio Brasil de R$ 400, R$ 600, ou R$ 800? Qual será o valor real do benefício?

Mas, afinal quais são os direitos do trabalhador nessas situações? 

Diante disso, os trabalhadores com problemas na coluna podem ter direito a danos morais e danos materiais. É importante ressaltar que uma não exclui a outra, então ele pode receber as duas indenizações, segundo a lei. Além disso, a pessoa também poderá ter estabilidade em seu emprego. 

Por fim, é importante salientar que a lei protege os empregados quando os problemas na coluna surgem por conta do ambiente de trabalho, independente se foi acidente ou por conta da rotina. 

Veja também:  ATENÇÃO: Ministério da Cidadania se pronuncia sobre a antecipação do Auxílio Brasil