Posso FOLGAR na Páscoa? Confira este e outros feriados de 2024

A Páscoa é um momento de comemoração por diversos motivos: celebrações religiosas, razão para fugir da dieta e um descanso mais que bem-vindo.

Você já parou para pensar como seria maravilhoso se pudéssemos ter um guia completo que esclarecesse todas as nossas dúvidas sobre feriados, especialmente sobre a Páscoa? Bom, hoje é o seu dia de sorte!

Se você ficou curioso para saber mais sobre esse tema, venha desvendar tudo o que você precisa saber para planejar seu descanso com antecedência e tranquilidade. Vamos lá?

Está cansado de trabalhar e quer saber se pode tirar uma folguinha na Páscoa? Veja em quais outras situações você pode faltar trabalho!
Está cansado de trabalhar e quer saber se pode tirar uma folguinha na Páscoa? Veja em quais outras situações você pode faltar trabalho! / Foto: divulgação

Páscoa: feriado nacional ou não?

Primeiramente, vamos ao que interessa: a Páscoa é feriado? Segundo o calendário oficial do governo federal, a Sexta-Feira da Paixão, que antecede o domingo de Páscoa, é sim um feriado nacional.

Isso significa que, em geral, ninguém é obrigado a trabalhar nesta data, seguindo a mesma legislação aplicada a outros feriados, sejam eles religiosos ou civis.

Acompanhe mais: 5 sites para trabalhar de casa que prometem pagar via PIX; vale a pena

Entenda melhor as regras

Agora, vamos aos detalhes que podem fazer toda a diferença: caso o feriado caia, e você precise trabalhar, saiba que o empregador é obrigado a pagar em dobro por esse dia de trabalho. Há também a possibilidade de ser compensado com uma folga em outra data.

É importante destacar algumas exceções. Certas profissões, consideradas essenciais, como médicos e policiais, não se enquadram nas regras gerais dos feriados. Portanto, mesmo em datas como a Páscoa, esses profissionais podem ter que cumprir suas jornadas de trabalho.

Quinta-feira: feriado ou não?

Outra dúvida frequente é sobre a quinta-feira que antecede a Sexta-Feira da Paixão. Este dia é considerado um feriado? A resposta é não.

De acordo com o calendário oficial, trata-se de um dia útil normal. Contudo, algumas cidades podem declarar ponto facultativo, deixando a critério do empregador conceder ou não a folga.

Não perca: 4 empregos para você trabalhar de casa e ganhar R$ 50,00 por hora; realmente vale a pena?

Lista completa de feriados e pontos facultativos além da Páscoa

Para que você possa se organizar melhor, aqui está a lista completa de feriados e pontos facultativos declarados pelo governo federal para o ano de 2024:

  • 1º de janeiro: Confraternização Universal (feriado nacional);
  • 12 e 13 de fevereiro: Carnaval (ponto facultativo);
  • 14 de fevereiro: Quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14h);
  • 29 de março: Paixão de Cristo (feriado nacional);
  • 21 de abril: Tiradentes (feriado nacional);
  • 1º de maio: Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);
  • 30 de maio: Corpus Christi (ponto facultativo);
  • 31 de maio: ponto facultativo;
  • 7 de setembro: Independência do Brasil (feriado nacional);
  • 12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
  • 28 de outubro: Dia do Servidor Público Federal (ponto facultativo);
  • 2 de novembro: Finados (feriado nacional);
  • 15 de novembro: Proclamação da República (feriado nacional);
  • 20 de novembro: Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra (feriado nacional);
  • 24 de dezembro: Véspera do Natal (ponto facultativo após as 14h);
  • 25 de dezembro: Natal (feriado nacional);
  • 31 de dezembro: Véspera do Ano Novo (ponto facultativo após as 14h).

Novidade: Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro no Brasil, é um feriado dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

A data homenageia Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, símbolo da resistência e luta contra a escravidão.

Instituído oficialmente em várias cidades e estados brasileiros, esse dia é um momento para promover a consciência sobre a importância da cultura e da história afro-brasileira, além de fomentar o debate sobre racismo, desigualdade e inclusão.

Recentemente, tornou-se feriado nacional, fortalecendo seu papel na valorização e reconhecimento das raízes culturais afro-brasileiras.

Veja outros: 13º salário ANTECIPADO é confirmado para esta LISTA de idosos e trabalhadores