PIX INESPERADO deve ser depositado para brasileiros até o dia 31 de agosto; veja quem serão os beneficiados

Até o final da semana, pessoas do Brasil inteiro vão receber um surpreendente Pix do Governo! Veja como consultar os valores e confira o calendário de pagamentos.

Pix inesperado será depositado pelo Governo até o dia 31 de agosto! É isso mesmo: até a próxima sexta-feira, pessoas do Brasil inteiro poderão receber uma verdadeira bolada em suas respectivas contas bancárias. Nesse sentido, vale a pena conferir as principais especificações dos pagamentos e consultar se você tem direito aos depósitos. Afinal de contas, ninguém quer perder a oportunidade de ganhar renda extra, não é mesmo?

Todos os meses, o Governo Federal paga diversos benefícios para os brasileiros. O Bolsa Família e o auxílio-gás se estabelecem como os exemplos mais importantes. O problema é que, para receber esses pagamentos, os cidadãos devem cumprir diversos critérios. Isso não acontece no Pix Inesperado! Nesse sentido, confira abaixo tudo que você precisa saber sobre os pagamentos, incluindo o passo a passo completo de consulta.

Tudo sobre o Pix inesperado que será depositado para os brasileiros! Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br
Tudo sobre o Pix inesperado que será depositado para os brasileiros! Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Milhões de brasileiros usam o Pix!

Antes de falar sobre o Pix inesperado que milhões de brasileiros vão receber nesta semana, devemos traçar um panorama mais amplo sobre a relação da população nacional com esse interessante método de transferência.

O sistema do Pix, para quem não conhece, foi desenvolvido pelo Banco Central no governo de Michel Temer. O lançamento oficial da alternativa de pagamentos aconteceu em 2020 – e logo depois, o Pix conquistou a adesão de milhões de brasileiros.

Hoje em dia, o Pix se estabelece como o método de transferência mais utilizado pela população nacional, superando de longe o volume de operações realizadas por meio de DOC, TED, cartão de débito e crédito.

Atualmente, mais de 478 milhões de chaves Pix estão cadastradas no Brasil. O número é mais do que o dobro da população brasileira, comprovando assim a enorme popularidade deste método de pagamentos.

Veja tambémAinda é possível solicitar a REVISÃO da Vida Toda do INSS? Saiba mais!

Por que o Pix faz tanto sucesso?

Diversos motivos podem explicar a popularidade do Pix entre a população nacional! Abaixo, você pode conferir alguns dos exemplos mais importantes:

  • Gratuidade: As operações via Pix são completamente gratuitas para as Pessoas Físicas;
  • Pagamentos instantâneos: Os valores enviados via Pix são compensados automaticamente. Ou seja, caem na hora na conta dos destinatários;
  • Funciona o tempo todo: Diferentemente de métodos de transferência como o DOC e o TED, o Pix funciona 24 horas por dia, 7 dias da semana, inclusive nos feriados e nos fins de semana;
  • Modalidades alternativas: Com as chaves Pix, os brasileiros podem garantir acesso a diversas modalidades alternativas de pagamentos e saques, como o Pix Troco, o Pix Saque e o Pix Crédito.

Governo paga Pix inesperado para os brasileiros!

É isso mesmo: no dia 31 de agosto, o Governo Federal trará um Pix inesperado para os brasileiros! Em alguns casos, os valores de pagamento superam R$ 1 mil.

Estamos falando, é claro, da restituição do Imposto de Renda. Os pagamentos, nesse sentido, são realizados pela Receita Federal.

Neste ano, as restituições do Imposto de Renda surgem com várias novidades. Uma delas é a possibilidade de recebimento via Pix.

Em outras palavras, pessoas do Brasil inteiro podem receber a restituição do Imposto de Renda de maneira automática, sem precisar pagar qualquer tipo de taxa.

Desse modo, surge a dúvida: quem tem direito às restituições do Imposto de Renda? Falaremos mais sobre isso abaixo.

Quem pode receber a restituição do Imposto de Renda?

Todas as pessoas que pagaram mais do que deveriam na declaração do Imposto de Renda podem receber a restituição!

Em 2023, a Receita Federal recebeu 39.701.478 declarações de Imposto de Renda. O número superou, por pouco, a quantidade de documentos enviados em 2022.

Dos milhões de brasileiros que declararam o Imposto de Renda, aproximadamente 62% devem receber (ou até mesmo já receberam) a restituição.

Os pagamentos são distribuídos de acordo com a data de entrega da declaração de IR. Ou seja: os contribuintes que declararam o Imposto de Renda mais cedo garantem acesso antecipado às restituições.

Além disso, os depósitos seguem a ordem prioritária de pagamentos que é definida pela própria Receita. Veja abaixo os beneficiários que têm prioridade:

  • Idosos acima de 80 anos: 11.960 contribuintes;
  • Idosos com idade igual ou superior a 60 anos: 86.427 contribuintes;
  • Pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave: 9.065 contribuintes;
  • Brasileiros cuja maior fonte de renda seja o magistério: 30.453 contribuintes;
  • Pessoas que utilizaram a declaração pré-preenchida e/ou optaram por receber a restituição via Pix: 219.288 contribuintes.

Quando o Pix inesperado cai na conta dos brasileiros?

O Pix inesperado da Receita Federal, inclusive, já tem data para cair na conta dos brasileiros! O quarto lote de restituição do Imposto de Renda, nesse sentido, é pago no dia 31 de agosto (a próxima quinta-feira).

Em outras palavras, até o final da semana, você poderá garantir acesso ao pagamento. Quanto aos valores, não podemos estabelecer um valor sólido. O montante a ser depositado é diferente para cada contribuinte, levando em conta o valor pago a mais na declaração de IR.

O 4º lote de restituição do Imposto de Renda é o penúltimo pagamento da Receita Federal em 2023. Uma nova rodada de depósitos ainda será realizada em setembro.

Veja também: VOLTOU: INSS retoma seu cronograma OFICIAL de pagamentos, descubra QUANDO você receberá

Como consultar a restituição do Imposto de Renda?

Agora que você já sabe do que se trata o Pix inesperado do Governo Federal, e quem pode recebê-lo, é hora de conferir o passo a passo completo para consultar os valores disponíveis no seu nome.

A consulta ao 4º lote de restituição do Imposto de Renda foi liberada pela Receita às 10 da manhã do dia 24 de agosto de 2023. Desde então, milhões de pessoas do Brasil inteiro usaram o site oficial do Leão para conferir os pagamentos.

Sendo assim, como consultar a restituição do Imposto de Renda? Basta usar o site oficial da Receita e seguir o tutorial que vamos mostrar abaixo; veja:

  • Acesse www.gov.br/receitafederal;
  • Escolha a opção “Meu Imposto de Renda”;
  • Preencha todas as informações pedidas pela plataforma;
  • Em seguida, clique em “Consultar a Restituição”;
  • Pronto! Você poderá conferir todos os valores disponíveis no seu nome.

O pagamento da restituição pode ser realizado via transferências bancárias tradicionais e, como você já sabe, por meio do Pix. O depósito acontece exclusivamente nas contas indicadas pelos contribuintes na declaração de IR.

“Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil”, diz a Receita.

Para resgatar os valores no Banco do Brasil, é só entrar em contato com a instituição pelos telefones 4004-0001 (para capitais), 0800-729-0001 (para as demais localidades) e 0800-729-0088 (para pessoas com deficiência auditiva).

Pix: conheça as modalidaes Saque e Troco

Se você pensa que o Pix conta apenas com a possibilidade e enviar e receber dinheiro, saiba que está um tanto quanto enganado. Dentre as diversas funcionalidades propostas pela transação, tem-se duas que contam com grande destaque. São elas:

Pix saque

O pix Saque funciona da seguinte forma: o indivíduo precisa de determinada quantia em dinheiro físico, mas só tem em conta. Ele pode direcionar-se até um estabelecimento que opte pela transação, e enviar a quantia que precisa através de um Pix.

Assim sendo, o encarregado pelo estabelecimento fornecerá a quantia enviada em forma de cédulas, garantindo que o consumidor conte o que precisa.

Pix troco

O Pix Troco funciona de uma forma extremamente similar, sendo ela: o indivíduo compra um produto e precisa pagar por ele, mas deseja receber determinada quantia de troco em dinheiro físico.

Assim sendo, o consumidor envia o pagamento a mais para o comerciante, e o comerciante devolve o troco em cédulas.