Descubra quem pode ser afetado pelo pente-fino do Bolsa Família no final do ano

 É fundamental que o processo de revisão seja realizado de forma cuidadosa e justa.

Você já ouviu falar sobre o pente-fino do Bolsa Família que está previsto para acontecer no final deste ano? A medida tem como objetivo verificar se as famílias beneficiadas pelo programa estão cumprindo todas as regras estabelecidas pelo Governo Federal.

Estes brasileiros podem ficar de fora do Bolsa Família. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Na mira do pente-fino

O pente-fino no Bolsa Família é uma medida que visa garantir que o programa social atenda exclusivamente às famílias em situação de vulnerabilidade e que realmente precisam do auxílio. É uma forma de combater possíveis irregularidades e garantir que os recursos sejam direcionados de forma justa e eficiente.

Ao longo dos anos, o Bolsa Família se tornou um dos principais programas de transferência de renda no Brasil. Com isso, é natural que haja algumas pessoas tentando burlar o sistema e receber benefícios indevidos. O pente-fino é uma maneira de identificar essas irregularidades e garantir que o dinheiro público esteja sendo utilizado da melhor forma possível.

Famílias com risco de suspensão

Além de não poder ultrapassar os R$660 de renda por núcleo familiar, uma das regras mais importantes do Bolsa Família é que as mulheres gestantes precisam realizar o acompanhamento pré-natal de forma obrigatória.

Essa medida garante a saúde tanto da mãe quanto do bebê, proporcionando um acompanhamento médico adequado. Portanto, se a gestante não estiver realizando o pré-natal, sua família pode ser colocada como suspeita de irregularidades e correr o risco de ter o benefício suspenso.

Outra regra essencial para continuar recebendo o Bolsa Família é que os menores precisam estar vacinados, matriculados na escola e sem faltas escolares em excesso. Caso haja irregularidades nesses quesitos, a família também pode ser considerada suspeita de irregularidades e ter o benefício suspenso.

Atenção

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as famílias que passam pelo pente-fino são necessariamente culpadas de irregularidades. Muitas vezes, erros de cadastro ou falta de informações atualizadas podem levar a suspensões ou cancelamentos indevidos.

Fiquem atentos às informações solicitadas no Cadastro Único, como renda familiar e composição do núcleo familiar, para evitar possíveis divergências e problemas no momento do pente-fino.

Veja também: https://pronatec.pro.br/bolsa-familia-sofre-prejuizo-de-r-342-bi-beneficiarios-serao-afetados/

Calendário de pagamento

O calendário referente aos repasses do mês de dezembro já está disponível para consulta. Tenha em mãos o seu Número Social de Identificação, NIS, e confira em qual data será efetuado o seu pagamento.

Novembro

  • NIS 1: pago em 17 de novembro;
  • NIS 2: pago em 20 de novembro (antecipado para sábado, 18);
  • NIS 3: pago em 21 de novembro;
  • NIS 4: pago em 22 de novembro;
  • NIS 5: pago em 23 de novembro;
  • NIS 6: pago em 24 de novembro;
  • NIS 7: pago em 27 de novembro (antecipado para sábado, 25);
  • NIS 8: pago em 28 de novembro;
  • NIS 9: pago em 29 de novembro;
  • NIS 0: pago em 30 de novembro.

Dezembro

  • NIS 1: pago em 11 de dezembro (antecipado para sábado, 09);
  • NIS 2: pago em 12 de dezembro;
  • NIS 3: pago em 13 de dezembro;
  • NIS 4: pago em 14 de dezembro;
  • NIS 5: pago em 15 de dezembro;
  • NIS 6: pago em 18 de dezembro (antecipado para sábado, 16);
  • NIS 7: pago em 19 de dezembro;
  • NIS 8: pago em 20 de dezembro;
  • NIS 9: pago em 21 de dezembro;
  • NIS 0: pago em 22 de dezembro.

Veja também: https://pronatec.pro.br/adicional-de-200-reais-bolsa-familia/