Pente-fino do Bolsa Família pode bloquear este grupo de beneficiários

É preciso entender que o pente-fino no Bolsa Família não é uma medida para prejudicar as famílias, mas sim para garantir que o programa atenda realmente aqueles que mais precisam.

Com o pente-fino, espera-se que seja possível identificar e bloquear os benefícios de pessoas que não se enquadram nos requisitos do programa. Isso garante que o dinheiro chegue de fato às famílias que necessitam. É importante lembrar que o Bolsa Família é um programa de transferência de renda que visa combater a pobreza e a desigualdade social.

O pente-fino do Bolsa Família se estenderá até março de 2024. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Na mira do pente-fino

O Bolsa Família é um programa social extremamente importante que auxilia milhares de famílias em todo o país. No entanto, para garantir que apenas as famílias realmente necessitadas sejam beneficiadas, o governo realiza periodicamente um pente-fino no programa.

Para ter direito aos valores do Bolsa Família em 2024, os beneficiários devem manter suas informações em dia no Cadastro Único. Caso contrário, correm o risco de terem seus benefícios bloqueados. O governo federal está realizando um pente-fino no programa social, a fim de identificar possíveis irregularidades e evitar fraudes.

Como proceder?

A atualização do Cadastro Único pode ser feita em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) próximo à residência do beneficiário. É importante ressaltar que é necessário apresentar um documento oficial com foto, que comprove a identidade e o vínculo com a família, por parte do Responsável Familiar.

É possível checar qual CRAS está mais próximo de você, através do siteaplicacoes.mds.gov.br.

Também é possível atualizar os dados cadastrais pelo aplicativo oficial do Cadastro Único, que pode ser baixado nestes links: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.dataprev.meucadunico&hl=pt_BR&gl=US ou https://apps.apple.com/br/app/cadastro-%C3%BAnico/id1605659516.

Documentação

É necessário apresentar os seguintes documentos:

  • CPF; ou
  • Certidão de Nascimento; ou
  • Certidão de Casamento; ou
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) – para indígenas que possuem apenas esse documento; ou
  • Carteira de Identidade – Registro Geral de Identificação (RG);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social; ou
  • Título de Eleitor.

Veja também: https://pronatec.pro.br/valor-bolsa-familia-2024-governo-federal-bate-martelo/

Passo a passo

É necessário ter o CPF em mãos ou o documento que estiver registrado como documento de identificação no sistema. Após garantir isso, siga estas instruções:

  • Baixe o app do Cadastro Único (Android ou iOS);
  • Clique no botão “Entrar com gov.br”;
  • Logue na sua conta Gov.br usando CPF e senha;
  • Toque em “Atualização cadastral por confirmação”;
  • Adicione novas informações ou confirme as atuais;
  • Toque em “Enviar cadastro”.

Lembre-se de conferir todas as informações corretamente para evitar que um erro possa suspender o seu benefício. A suspensão pode durar até 90 dias. Imagine ficar 90 dias sem um auxílio que é essencial para a sua subsistência!

Calendário de dezembro

Os repasses deste mês foram antecipados para uma semana antes do esperado, afim de garantir que todos os beneficiários passem o natal de forma confortável e amparada. Seguem as datas:

  • NIS 1: pago em 11 de dezembro (antecipação para sábado, dia 09);
  • NIS 2: pago em 12 de dezembro;
  • NIS 3: pago em 13 de dezembro;
  • NIS 4: pago em 14 de dezembro;
  • NIS 5: pago em 15 de dezembro;
  • NIS 6: pago em 18 de dezembro (antecipação para sábado, dia 16);
  • NIS 7: pago em 19 de dezembro;
  • NIS 8: pago em 20 de dezembro;
  • NIS 9: pago em 21 de dezembro;
  • NIS 0: pago em 22 de dezembro

Veja também: https://pronatec.pro.br/bolsa-familia-confirmado-extra/