INSS: passo a passo para receber do Instituto sem realizar a perícia médica

É importante ressaltar que nem todos os casos serão contemplados por essa nova modalidade de atendimento.

Você já deve ter ouvido falar sobre as demoradas filas de concessão de benefícios da previdência social. Infelizmente, esse é um dos maiores problemas enfrentados pela saúde no Brasil. A falta de peritos e a escassez de concursos para a função contribuem para a espera de até um ano por um laudo médico. Mas agora, uma nova iniciativa promete mudar essa realidade.

Benefício sem perícia. Saiba como. (Foto: Divulgação)

Qual é a novidade?

O programa de enfrentamento à fila da previdência social, tem como objetivo diminuir significativamente as filas de concessão de benefícios. Através de uma parceria com a telemedicina e o uso de atestados médicos e odontológicos, algumas situações específicas poderão dispensar a perícia médica presencial. Isso significa que o processo será mais ágil e eficiente, evitando que as pessoas fiquem na espera por meses a fio.

Um dos principais pontos positivos dessa iniciativa é a agilidade. Com o uso da telemedicina, os beneficiários poderão realizar consultas virtuais com médicos especializados, que poderão emitir atestados e laudos médicos. Eliminando a necessidade de aguardar por um agendamento e de comparecer pessoalmente a uma clínica ou hospital.

Enviando um atestado online

O procedimento pode ser feito através do portal Meu INSS ou pelo aplicativo para celular.

  • Acesse o “Meu INSS” e clique em “Agendar Perícia”;
  • Informe seus dados e siga as instruções conforme elas aparecem;
  • Caso já tenha feito login, vá diretamente para “Perícia Inicial” e selecione “SIM” quando for perguntado sobre possuir atestado médico;
  • Preencha as informações solicitadas com atenção e clique em “Avançar”;
  • Na seção “Anexos”, clique no sinal de “+” para inserir o atestado médico;
  • Selecione o documento desejado, clique em “Abrir” e, em seguida, em “Enviar”.

Para acessar o portal, basta copiar este link no seu navegador: https://meu.inss.gov.br/ ou baixar o aplicativo, disponível para Android e iOS.

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.dataprev.meuinss&hl=pt_BR

iOS: https://apps.apple.com/br/app/meu-inss-central-de-servi%C3%A7os/id1243048358

Veja também: https://pronatec.pro.br/inss-vai-pagar-ate-r-7500-para-estes-beneficiarios/

Opinião dos peritos

 Embora essas medidas tenham sido tomadas para agilizar os processos de concessão de benefícios, os peritos não estão satisfeitos. De acordo com os especialistas, a utilização da telemedicina e dos laudos médicos e odontológicos poderá resultar em um aumento significativo nas negativas de benefícios.

Isso porque, na visão dos peritos, a falta de um exame presencial pode levar a uma análise menos precisa e, consequentemente, a um diagnóstico e avaliação equivocados.

O que possibilitou a nova mudança?

A pandemia da COVID-19 acelerou o processo de informatização do INSS, tornando possível que os segurados pudessem solicitar seus benefícios sem precisar comparecer às agências. Embora essa modernização seja bem-vinda, é importante que os devidos cuidados sejam tomados para garantir uma análise justa e precisa dos casos.

Com a falta de um exame presencial, os médicos peritos terão que se basear apenas nas informações fornecidas pelos segurados, o que pode levar a uma maior margem de erro. Além disso, a falta de contato direto com o paciente pode dificultar a identificação de problemas que não são aparentes em um simples questionário.

Veja também: https://pronatec.pro.br/doencas-aposente-pelo-inss/