Passo a passo para dar ENTRADA no benefício por incapacidade do INSS: confira também os requisitos

Veja como torna-se um beneficiário

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o órgão responsável por realizar diferentes pagamentos em virtude de benefícios sociais, como por exemplo, o auxílio por incapacidade. Atualmente, mais de 30 milhões de brasileiros recebem algum valor proveniente dos diferentes recursos oferecidos pelo INSS, como aposentadoria, pensões, entre demais auxílios.

Acontece, portanto, que diversos beneficiários ainda têm dúvidas em relação à documentação necessária para dar entrada na solicitação de alguns auxílios, como por exemplo, o que é concedido por incapacidade. Assim sendo, é necessário entender como funcionam as regras do INSS, bem como o processo para solicitar os benefícios, direcionando o foco para aqueles que necessitam do auxílio por incapacidade.

Entrada no benefício por incapacidade
Regras de concessão / Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Como funciona o beneficio por incapacidade

Antes de mais nada, é preciso que todos os indivíduos entendam como ocorre o funcionamento do benefício por incapacidade, para somente assim, aprender o que é preciso para solicitá-lo. Primeiramente, o benefício por incapacidade é voltado para indivíduos que estão categorizados como contribuintes do INSS, através da Previdência Social.

Assim sendo, quando um contribuinte sofre alguma limitação, capaz de impedí-lo de realizar suas atividades trabalhistas, o INSS concede o benefício mensal. Vale ressaltar, que o benefício é voltado para aqueles que não possuem perspectiva de melhora. Isso porque, existem outros auxílios que seguram aqueles que têm estimativas de melhoras, como por exemplo, o Auxilio-doença e o acidente.

Desse modo, o benefício por incapacidade conta com pagamentos mensais, que seguem o piso do INSS. Ou seja, R$1.212, considerando o salário vigente. Contudo, para ter acesso ao benefício, é necessário que o cidadão, além de contribuir à Previdência, comprove sua situação, considerando a qualidade de incapaz. Por esse motivo, é necessário ver qual a documentação necessária para isso.

Veja também: INSS prorroga PRAZO para ESTE BENEFÍCIO; saiba como receber!

Como solicitar o benefício

Antecipadamente, é preciso entender qual a documentação necessária. De modo geral, o INSS exige que os indivíduos realizem a chamada perícia médica, capaz de comprovar a situação do cidadão, através de um laudo médico. No entanto, desde os anos de pico da pandemia, iniciado em 2020, é possível realizar a solicitação para o benefício, sem a perícia.

Isto é, os indivíduos ainda precisaram apesentar comprovações médicas de sua qualidade, porém, é possível que não haja necessidade da perícia. Melhor dizendo, a perícia torna-se opcional, quando o agendamento demora mais de 30 dias. Isso porque, o INSS é responsável por agendar a perícia, no entanto, pode acontecer das condições do município em que o cidadão reside, necessitem de um tempo maior para concessão.

Desse modo, para dar entrada ao pedido do benefício, é necessário acessar o site oficial do INSS (meu.inss.gov.br), realizar login, e encontrar a aba de benefícios. Assim, o próprio aplicativo mostrará quais são os documentos necessários para dar entrada ao pedido. Além disso, para aqueles que desejarem realizar a solicitação presencial, basta ir até uma agência física do INSS.

Veja também: Benefício de um salário mínimo do INSS está disponível TAMBÉM para quem nunca contribui; confira os requisitos