Parcelas do Bolsa Família serão DEPOSITADAS através de qual banco? Terá um novo CARTÃO para saque?

Em breve, beneficiários do programa deverão receber um cartão de débito para utilizarem os valores sem precisarem sacar. Entenda!

No ano que vem, o Bolsa Família deve retornar com uma série de novas alterações. Uma dessas novidades é o cartão de débito disponibilizado para os beneficiários do programa, que tem o objetivo de tornar as transações mais fáceis e democráticas para aqueles que não conseguem ter acesso aos valores pela internet.

Quer saber mais sobre as alterações e aproveitar para confirmar em qual banco o auxílio deverá ser disponibilizado? Então continue acompanhando a matéria abaixo para não perder nenhuma informação importante sobre o tema!

No ano que vem, o Bolsa Família deve retornar com algumas mudanças, como um novo cartão de débito. Confira mais informações sobre o benefício e veja em qual banco ele deve ser depositado!
No ano que vem, o Bolsa Família deve retornar com algumas mudanças, como um novo cartão de débito. Confira mais informações sobre o benefício e veja em qual banco ele deve ser depositado! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo cartão de débito do Bolsa Família

Dentre as mudanças propostas pelo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), está a disponibilização de um novo cartão de débito para os beneficiários do Bolsa Família. O principal objetivo da ferramenta é tornar a movimentação dos valores ainda mais simplificada, visto que muitos dos usuários não têm acesso ao aplicativo e precisam retirar os valores pessoalmente em agências da Caixa ou em lotéricas.

O programa já contava com um plástico antigo, mas ele somente permitira o saque integral do benefício. Nessa nova versão, será possível pagar contas e adquirir produtos diretamente com o uso do débito, o que facilita muito as transações e a movimentação do dinheiro.

Além disso, o governo Bolsonaro (PL) também chegou a liberar um cartão para os beneficiários do Auxílio Brasil (que deve ser substituído no ano que vem), mas o dispositivo só chegou a ser distribuído para 8,5 milhões famílias, das 21 milhões que participam do programa. O objetivo do novo cartão é chegar às famílias restantes, que são mais de 12 milhões.

Apesar disso, conforme informações da Caixa Econômica, que realiza o pagamento dos benefícios, os custos de produção de novos cartões são altos. Considerando que o valor necessário para a produção de apenas um dispositivo é de R$ 14,24, seria necessário desembolsar cerca de R$ 178 milhões para contemplar os 12 milhões faltantes. Isso se o governo não decidir entregar a todos os participantes, o que pode ficar ainda mais caro.

Veja também: Bolsa Família TAMBÉM vai oferecer empréstimo consignado? Tire suas dúvidas!

Movimentação online do benefício

Atualmente, os valores relativos ao benefício são pagos aos segurados diretamente por transferências em contas poupanças sociais do Caixa Tem (Android: https://bityli.com/SVbrUS ou iOS: https://bityli.com/FwISrT), por onde os usuários podem fazer a movimentação do dinheiro por pix, pagar boletos, dentre outros recursos.

Ao que tudo indica, o mesmo processo continuará acontecendo a partir do ano que vem, visto que a Caixa ainda será responsável pelo pagamento do benefício aos segurados que têm direito.

Além do benefício central, o Caixa Tem é responsável por receber pagamentos de outros auxílios, como o vale-gás, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o abono salarial, o seguro-desemprego, etc. Tudo indica, portanto, que o processo no próximo ano deverá continuar acontecendo da mesma maneira.

Veja também: Veja como CONSULTAR o Bolsa Família de R$ 600,00 usando o seu CPF